segunda-feira, 30 de março de 2015

INDYCAR SERIES


Juan Pablo Montoya vence de maneira brilhante em St. Petersburg na abertura da temporada da Indy. 
por Luis Fernando Soares de Almeida

A abertura da temporada 2015 da Fòrmula Indy aconteceu nesse domingo (29/03) no belíssimo circuito de rua de St. Petersburg, a corrida foi repleta de batalhas entre os pilotos e muita disputa ao longo das 110 voltas. Os carros novos que parecem mais tanques de guerra, com seus mais de 100 apêndices aerodinâmicos, assustam numa primeira olhada, mas depois de um certo tempo você se acostuma e começa a achar interessante o desenho das carrocerias. De fato, toda aquela estrutura extra nas carrocerias se mostraram super eficientes, no sábado Will Power já tinha batido o recorde da pista e os carros estão muito rápidos na pista. Os carros da Penske confirmaram o favoritismo apresentado durante os treinos, e nas 5 primeiras colocações 4 carros eram da equipe Team Penske. Juan Pablo Montoya começou o ano de maneira brilhante, ele largou na 4° posição e acabou vencendo resistindo à um ataque forte de Will Power nas últimas voltas. O australiano Power forçou tanto que chegou a tocar na traseira do carro de Montoya que não sofreu nada, o carro #1 de Will Power perdeu uma parte da asa dianteira do lado direito mas não comprometeu o desempenho do carro. Will Power liderou 75 voltas da corrida e parecia que não teria adversários, mas Montoya acabou se dando melhor liderou 27 voltas e cruzou a linha de chegada em primeiro. O brasileiro Tony Kanaan da Chip Ganassi foi o 'penetra' da festa da Penske e conseguiu o 3° lugar do pódio. Helinho Castroneves veio logo atrás dele ficando em 4° seguido de Simon Pagenaud, Ryan Hunter-Reay, Jack Hawksworth, Luca Filippi e Marco Andretti fechando o top 10 da corrida. A próxima etapa da Indy acontece no dia 12 de Abril no Motorsports Park.

INDYCAR SERIES: 1° ETAPA - ST. PETERSBURG, FINAL
1.(#2) Juan Pablo Montoya, Verizon Chevrolet - 110 voltas
2.(#1) Will Power, Verizon Chevrolet - 110 voltas
3.(#10) Tony Kanaan, NTT Data Chip Ganassi Chevrolet - 110 voltas
4.(#3) Helinho Castroneves, Hitachi Chevrolet - 110 voltas
5.(#22) Simon Pagenaud, Penske Truck Rental Chevrolet - 110 voltas
6.(#11) Sebastien Bourdais, Team Hydrox-KVSH Racing Chevrolet - 110 voltas
7.(#28) Ryan Hunter-Reay, DHL Honda - 110 voltas
8.(#41) Jack Hawksworth, ABC Supply A.J. Foyt Racing Honda - 110 voltas
9.(#20) Luca Filippi, Fuzzy's Vodka CFH Racing Chevrolet - 110 voltas
10.(#27) Marco Andretti, Snapple Honda - 110 voltas
11.(#15) Graham Rahal, Mi-Jack Honda - 110 voltas
12.(#67) Josef Newgarden, Hartman Oil CFH Racing Chevrolet - 110 voltas
13.(#14) Takuma Sato, ABC Supply A.J. Foyt Racing Honda - 110 voltas
14.(#26) Carlos Munoz, AndrettiTV Honda - 110 voltas
15.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing Chevrolet - 110 voltas
16.(#5) James Hinchcliffe, Arrow/Lucas Oil Schmidt Peterson Honda - 110 voltas
17.(#98) Gabby Chaves, Bowers & Wilkins Curb Honda - 110 voltas
18.(#25) Simona de Silvestro, Andretti Autosport Honda - 110 voltas
19.(#8) Sage Karam, GE LED Chip Ganassi Racing Chevrolet - 109 voltas
20.(#4) Stefano Coletti, KV Racing Technology Chevrolet - 109 voltas
21.(#83) Charlie Kimball, Novo Nordisk Chip Ganassi Racing Chevrolet - 109 voltas
22.(#7) James Jakes, Schmidt Peterson Motorsports Honda - 100 voltas
23.(#19) Francesco Dracone, Dale Coyne Racing Honda - 70 voltas (mecanica)
24.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing Honda - 19 voltas (mecânica)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2015

domingo, 29 de março de 2015

NASCAR SPRINT CUP














Denny Hamlin 'desencalha' a Toyota em Martinsville.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A Toyota não vencia uma prova da Sprint Cup da Nascar desde 4 de Maio de 2014 quando venceu em Talladega. Nesse domingo (29/03) Denny Hamlin que liderou 91 voltas da corrida cruzou a linha de chegada em primeiro suportando uma pressão final de Brad Keselowski (Ford) e garantiu a sua vaga no Chase. Joey Logano (Ford), Matt Kenseth (Toyota) e David Ragan completaram o top 5 da etapa.  O garoto de apenas 19 anos, Chase Elliott fez a sua estréia na principal categoria da Nascar pela equipe Hendrick Motorsports, depois de 75 voltas ele se envolveu num acidente e teve um forte dano na traseira do seu carro que obrigou o carro a ser levado para a garagem. Ele voltou na volta 141. Danica Patrick teve um dia excelente, pilotando o Chevrolet No.10 da Stewart Haas Racing ela terminou na 7° colocação, empatando com Janet Guthrie com 5 corridas finalizadas entre os 10 primeiros colocados. A próxima etapa acontece daqui duas semanas no Texas. Confira abaixo o resultado completo da corrida.

NASCAR SPRINT CUP: 6° ETAPA - MARTINSVILLE 500 - FINAL
1.(#11) Denny Hamlin, Toyota - 500 voltas
2.(#2) Brad Keselowski, Ford - 500 voltas
3.(#22) Joey Logano, Ford - 500 voltas
4.(#20) Matt Kenseth, Toyota - 500 voltas
5.(#18) David Ragan, Toyota - 500 voltas
6.(#78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 500 voltas
7.(#10) Danica Patrick, Chevrolet - 500 voltas
8.(#4) Kevin Harvick, Chevrolet - 500 voltas
9.(#24) Jeff Gordon, Chevrolet - 500 voltas
10.(#1) Jamie McMurray, Chevrolet - 500 voltas
11.(#5) Kasey Kahne, Chevrolet - 500 voltas
12.(#43) Aric Almirola, Ford - 500 voltas
13.(#15) Clint Bowyer, Toyota - 500 voltas
14.(#41) Kurt Busch, Chevrolet - 500 voltas
15.(#13) Casey Mears, Chevrolet - 500 voltas
16.(#42) Regan Smith, Chevrolet - 500 voltas
17.(#19) Carl Edwards, Toyota - 500 voltas
18.(#6) Trevor Bayne, Ford - 500 voltas
19.(#16) Greg Biffle, Ford - 500 voltas
20.(#14) Tony Stewart, Chevrolet - 500 voltas
21.(#40) Landon Cassill, Chevrolet - 500 voltas
22.(#35) Cole Whitt, Ford - 499 voltas
23.(#27) Paul Menard, Chevrolet - 499 voltas
24.(#34) Chris Buescher, Ford - 499 voltas
25.(#38) David Gilliland, Ford - 499 voltas
26.(#23) J.J. Yeley, Toyota - 497 voltas
27.(#31) Ryan Newman, Chevrolet - 496 voltas
28.(#55) Brett Moffitt, Toyota - 496 voltas
29.(#26) Jeb Burton, Toyota - 495 voltas
30.(#98) Josh Wise, Ford - 495 voltas
31.(#83) Matt DiBenedetto, Toyota - 494 voltas
32.(#9) Sam Hornish Jr., Ford - 493 voltas
33.(#33) Alex Kennedy, Chevrolet - 492 voltas
34.(#32) Mike Bliss, Ford - 491 voltas
35.(#48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 468 voltas
36.(#88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 453 voltas
37.(#7) Alex Bowman, Chevrolet - 444 voltas
38.(#25) Chase Elliott, Chevrolet - 427 voltas
39.(#46) Michael Annett, Chevrolet - 389 voltas
40.(#17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 364 voltas
41.(#3) Austin DIllon, Chevrolet - 330 voltas (probl. elétricos)
42.(#51) Justin Allgaier, Chevrolet - 328 voltas
43.(#47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 177 voltas (vazamento de óleo)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2015

FÓRMULA 1


Sebastian Vettel brilha na Malásia e conquista a sua primeira vitória pela Ferrari.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Desde 2013 a Ferrari não vencia uma corrida na categoria, a última vitória da equipe tinha sido em 12 de Maio de 2013 em Barcelona na Espanha com Fernando Alonso. Na largada Lewis Hamilton (Mercedes) manteve a liderança com Sebastian Vettel (Ferrari) e Nico Rosberg (Mercedes) logo atrás dele em 2° e 3. Na 4° volta o ousado Marcus Ericsson da Sauber forçou demais na curva 1 e acabou preso na caixa de brita obrigando o carro de segurança a entrar na pista. Mudando totalmente de estratégia a equipe Mercedes resolvou chamar logo os seus pilotos para a troca de pneus médios para o composto duro na 5° volta. Vettel com pneus médios permaneceu na pista e assumiu a liderança da corrida. Felipe Massa da Williams fez uma boa largada pulando da 7° para a 5° colocação, já o seu companheiro de equipe Valtteri Bottas fez uma péssima largada e perdeu pelo menos três posições. Pastor Maldonado (Lotus) teve um de seus pneus traseiros furados logo após a largada, um contato com Bottas causou o problema para o venezuelano. Kimi Räikkonen (Ferrari) tambem sofreu um contato em seu pneu traseiro e teve que dar uma volta completa no circuito com o pneu furado. Hamilton voltou da primeira e precoce parada nos boxes na 6° colocação. Massa fez uma ótima primeira parada e voltou à frente de Nico Rosberg eles voltaram para a pista respectivamente em 8° e 9°. O carro de segurança entrou e na relargada Vettel liderava com Nico Hulkenberg (Force India) em segundo e Romain Grosjean (Lotus) em terceiro. O que se viu a partir da saída do carro de segurança na pista foram várias batalhas interessantes e várias ultrapassagens, a corrida estava muito movimentada nessa altura. Hamilton ultrapassou Sergio Perez (Force India) na curva 9 e foi seguido por Daniel Ricciardo (Red Bull). Massa e Rosberg fizeram um bom duelo, mas no final prevaleceu o melhor carro do piloto alemão, mas foram três voltas de uma intensa briga. Hamilton ultrapassou Carlos Sainz (Toro Rosso) na curva 1 na 10° volta e na próxima foi a vez de Grosjean ser superado pelo campeão, conquistando a 3° colocação e na mesma volta ele superou Hulkenberg e voltou a vice-liderança da corrida. Vettel conseguiu abrir 9.9 segundos de Hamilton, que com pneus duros começou a virar quase 1 segundo por volta mais rápido do que Vettel que ainda estava com pneus médios e com um maior desgaste. As brigas pelo 3° lugar a para trás foram intensas e diversificadas, Rosberg deu um show de ultrapassagens vencendo Ricciardo, Sainz, Grosjean e HUlkenberg chegando na P3. Apenas na volta No.18 Sebastian Vettel então na liderança faz a sua primeira parada, foi um excelente trabalho da equipe Ferrari e ele opta por mais um 'set' de pneus médios e volta na P3 atrás de Nico Rosberg.  Na volta 19 Hamilton liderava com 8 segundos de vantagem sobre Rosberg e 12.6 segundos sobre Vettel. Vettel começou a diminuir a vantagem sobre Rosberg e na volta No.22 superou o piloto compatriota assumindo novamente a vice-liderança da corrida, com uma estratégia de uma parada a menos do que os carros da Mercedes, Vettel estava confiante na vitória. Na 22° volta pelo rádio o engenheiro de Fernando Alonso diz que o seu carro tem um problema sério e ele precisa para, é fim de prova para o espanhol. Rapidamente Vettel começa a diminuir a diferença para o líder Hamilton, na volta No.22 Vettel foi 2 segundos mais rápiod, mostrando que o seu carro economiza muito pneu. Três voltas mais tarde com Vettel no encalço de Hamilton, o atual campeão entrou para a sua segunda troca de pneus. Dessa vez ele volta para a pista com pneus médios e em 3°. Rosberg faz sua 2° parada e diferentemente de HAmilton ele opta por pneus duros e volta para a pista na P4 atrás de Räikkonen. Da 29° volta em diante Hamilton começou a diminuir a diferennça para Vettel, tirando 1 segundo por volta. Hulkenberg e Perez são punidos com 10 segundos por causarem acidentes. Na 37° volta Vettel entra para a sua segunda troca de pneus, pneus duros e consegue voltar para a pista justamente a frente de Rosberg que ainda tentou ultrapassá-lo por fora na curva 1 mas sem sucesso. Na volta seguinte Hamilton já com os pneus bastante desgastados entra para a sua 3° e última parada, a equipe coloca pneus duros e escuta Hamilton reclamando pelo rádio "Este é o pneu errado cara". Hamilton começou a tirar a diferença de Vettel mas a vantagem do alemão na 47° ainda eta de 11.7 segundos. Na 54° volta um momento irônico, Sebastian Vettel ultrapassa os retardatários Ricciardo e Kvyat da Red Bull, sua antiga e vitóriosa equipe. Só um problema mecanico tiraria a vitória de Vettel que na ante-penúltima volta tinha ainda uma vantagem de 9.7 segundos sobre Hamilton. Bottas ainda ultrapassou Massa conquistando a P5. Grande estratégia e grande vitória de Sebastian Vettel a sua primeira pela Ferrari. 

FÓRMULA 1: 2° ETAPA - GP DA MALÁSIA, FINAL
1.(#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 56 voltas
2.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - +8.5s
3.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - +12.3s
4.(#7) Kimi Raikkonen, Ferrari - +53.8s
5.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +70.4s
6.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +73.5s
7.(#33) Max Verstappen, Toro ROsso-Renault - +97.7s
8.(#55) Carlos Sainz, Toro Rosso-Renault - +1 volta
9.(#26) Daniil Kvyat, Red Bull Racing-Renault - +1 volta
10.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - +1 volta
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Mercedes - +1 volta
12.(#12) Felipe Nasr, Sauber-Ferrari - +1 volta
13.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +1 volta
14.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - +1 volta
15.(#98) Roberto Merhi, Marussia-Ferrari - +3 voltas
**Não completaram a prova
(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Mercedes (abandono)
(#22) Jenson Button, McLaren-Honda (abandono)
(#14) Fernando Alonso, McLaren-Honda (abandono)
(#9) Marcus Ericsson, Marussia-Ferrari (abandono)



















----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015

sábado, 28 de março de 2015

INDYCAR SERIES


Will Power conquista a pole position em St. Petersburg na abertura da Indy.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O ano não poderia começar melhor para a equipe Penske, no treino de hoje a tarde que terminou agora a pouco as quatro primeiras posições do grid de largada serão ocupados por carros da equipe. No primeiro grupo de 12 pilotos que entrou na pista os seis mais rápidos foram Takuma Sato (1:01.3370), Tony Kanaan (1:01.4209), Simon Pagenaud (1:01.4300), Ryan Hunter-Reay (1:01.4907), Josef Newgarden (1:01.4945) e Simona de Silvestro (1:01.5475). O Grupo 2 de mais 12 pilotos entrou logo na sequência sendo: Will Power, Helinho Castroneves, Juan Pablo Montoya, Scott Dixon, Sebastien Bourdais, Carlos Munoz, Sage Karam, Marco Andretti, James Hinchcliffe, James Jakes, Carlos Huertas e Gabby Chaves. Os seis pilotos que passaram para a segunda fase foram na sequência: Will Power (1:00.8344), Helinho Castroneves (1:01.0488), Montoya (1:01.1878), Scott Dixon (1:01.1961), Marco Andretti (1:01.3776) e Sebastien Bourdais (1:01.4272). Os 6 mais rápidos dos dois grupos foram para a pista em mais um sessão de 10 minutos. Os seis pilotos mais rápidos da segunda etapa iriam definir a pole position, foram os seguintes pilotos: Will Power (Team Penske), Simon Pagenaud (Team Penske), Helinho Castroneves (Team Penske), Juan Pablo Montoya (Team Penske), Takuma Sato (A.J. Foyt Enterprises) e Sebastien Bourdais (KVSH Racing). O australiano Will Power conquistou a pole position com uma volta de 1:00.6931 seguido de Pagenaud , Helinho Castroneves JUan Pablo Montoya, os quatro carros da equipe Penske. Tony Kanaan da Chip Ganassi (NTT Data Chip) larga na 4° fila na 7° colocação. Entre os cinco novatos, o melhor foi Stefano Coletti da equipe KV Racing Technology que vai largar na 9° fila em 17°, ao lado dele o segundo melhor novato, larga Sage Karam da equipe Chip Ganassi. A suiça Simona de Silvestro retornou para a categoria e larga na 11° colocação ao lado de Marco Andretti, um de seus companheiros de euipe Andretti. O canal BAnd Sports anúncia a transmissão ao vivo para todo o BRasil à partir das 16 horas nesse domingo (29/03). 

INDYCAR SERIES: 1° ETAPA - ST. PETERSBURG - GRID DE LARGADA
1.(#1) Will Power, Team Penske - 1:00.6931 (106.767 mph)
2.(#22) Simon Pagenaud, Team Penske - 1:00.7252 (106.710 mph)
3.(#3) Helinho Castroneves, Team Penske - 1:00.8356 (106.517 mph)
4.(#2) Juan Pablo Montoya, Team Penske - 1:00.8532 (106.486 mph)
5.(#14) Takuma Sato, A.J. Foyt Enterprises - 1:01.1496 (105.970 mph)
6.(#11) Sebastien Bourdais, KVSH Racing - 1:01.1545 (105.961 mph)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
7.(#10) Tony Kanaan, NTT Data Chip Ganassi Racing - 1:01.1182 (106.024 mph)
8.(#28) Ryan Hunter-Reay, Andretti Autosport - 1:01.1670 (105.939 mph)
9.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing - 1:01.2285 (105.833 mph)
10.(#67) Josef Newgarden, CFH Racing - 1:01.2478 (105.800 mph)
11.(#25) Simona de Silvestro, Andretti Autosport - 1:01.3657 (105.596 mph)
12.(#27) Marco Andretti, Andretti Autosport - 1:01.4765 (105.406 mph)
13.(#83) Charlie Kimball, Novo Nordisk Chip Ganassi Racing - 1:01.5727 (105.241 mph)
14.(#26) Carlos Munoz, Andretti Autosport - 1:01.4890 (105.385 mph)
15.(#15) Graham Rahal, Rahal Letterman Lanigan Racing - 1:01.5742 (105.239 mph)
16.(#5) James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports - 1:01.5780 (105.232 mph)
17.(#4) Stefano Coletti, KV Racing Technology - 1:01.6727 (105.071 mph)
18.(#8) Sage Karam, Chip Ganassi Racing - 1:01.8011 (104.853 mph)
19.(#20) Luca Filippi, CFH Racing - 1:01.6736 (105.069 mph)
20.(#7) James Jakes, Schmidt Peterson Motorsports - 1:01.8323 (104.800 mph)
21.(#41) Jack Hawksworth, A.J. Foyt Enterprises - 1:02.0095 (104.500 mph)
22.(#98) Gabby Chaves, Bryan Herta Autosport - 1:01.9705 (104.566 mph)
23.(#19) Francesco Dracone, Dale Coyne Racing - 1:04.2654 (100.832 mph)
24.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing - 1:01.9716 (104.564 mph)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2015

FÓRMULA 1














Lewis Hamilton conquista a pole na Malásia em disputa intensa com a Ferrari.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O fator climático na Malásia deixou o treino classificatório do Grande Prêmio da Malásia emocionante. Debaixo de chuva e com pneus intermediários o atual campeão da F1, Lewis Hamilton (Mercedes) na sua primeira volta no Q3 garantiu a pole position. Os dois carros da Mercedes pareciam que iriam dividir a primeira fila novamente, mas Nico Rosberg (Mercedes) em sua última tentativa fez um tempo suficiente apenas para a 3° colocação. Sebastian Vettel da Ferrari, que é um ótimo piloto em condições desfavoráveis garantiu o 2° lugar e larga ao lado de Hamilton na primeira fila. Daniel Ricciardo e Daiil Kvyat da Red Bull largam em 4° e 5° respectivamente. O novato Max Verstappen da Toro ROsso fez mais um belo treino e larga na 6° posição. No inicio do treino a pista estava bastante molhada devido a chuva e os pilotos foram com pneus para chuva. No Q2 a chuva apertou e os pilotos conseguiram dar apenas uma volta na pista e atrasou o treino em mais de meia hora. Felipe Massa da Williams conseguiu o 7° tempo e larga na quarta fila ao lado de Romain Grosjean da Lotus.  Felipe Nasr da Sauber não teve um bom desempenho foi eliminado logo no Q1 e larga apenas na 16° colocação. Mais uma vez a grande e tradicional equipe McLaren passou vergonha, só ficaram à frente da nanica Marussia, Jenson Button em 17° e Fernando Alonso em 18°. Confira abaixo o grid de largada do Grande Prêmio da Malásia que tem a sua largada marcada para as 4 horas da madrugada de domingo.

F1: 2° ETAPA - GP DA MALÁSIA - GRID
1.Lewis Hamilton, Mercedes - 1:49.834
2.Sebastian Vettel, Ferrari - 1:49.908 (+0.074)
3.Nico Rosberg, Mercedes - 1:50.299 (+0.465)
4.Daniel Ricciardo, Red BUll Racing-Renault - 1:51.541 (+1.707)
5.Daniil Kvyat, Red Bull Racing-Renault - 1:51.950 (+2.116)
6.Max Verstappen, Toro Rosso-Renault - 1:51.980 (+2.146)
7.Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:52.473 (+2.639)
8.Romain Grosjean, Lotus-Mercedes - 1:52.980 (+3.146) **
9.Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:53.179 (+3.345)
10.Marcus Ericsson, Sauber-Ferrari - 1:53.260 (+3.426)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:42.173
12.Pastor Maldonado, Lotus-Mercedes - 1:42.197
13.Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:43.022
14.Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:43.468
15.Carlos Sainz, Toro Rosso-Renault - 1:43.700
16.Felipe Nasr, Sauber-Ferrari - 1:41.308
17.Jenson Button, McLaren-Honda - 1:41.635
18.Fernando Alonso, McLaren-Honda - 1:41.745
19.Roberto Merhi, Marussia-Ferrari - 1:46.677
20.Will Stevens, Marussia-Ferrari - sem tempo
**Romain Grosjean foi punido com a perda de duas posições no grid por sair do pitlane de maneira inadequada, portanto ele larga na 10° posição.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015

sexta-feira, 27 de março de 2015

FÓRMULA 1

Rosberg e Hamilton se lideram no dominio na Malásia.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A Mercedes continua dando as cartas na Fórmula 1, nos dois primeiros treinos livres que aconteceram na Malásia, pela segunda etapa da temporada Nico Rosberg e Lewis Hamilton foram os mais rápidos. Nico Rosberg dominou o primeiro treino com um tempo de 1:40.124. Lewis Hamilton teve problemas em sua unidade de potência que apresentou uma perda de potência e o piloto foi instruido para trazer o carro até os boxes. Kimi Räikkonen da Ferrari foi o segundo mais rápido com 1:40.497 e Sebastian Vettel tambem da Ferrari o terceiro mais rápido com 1:40.985. O brasileiro Felipe Massa foi apenas o 11° com 1:42.103 e Felipe Nasr da Sauber não participou desse primeiro treino livre. Fernando Alonso participou pela primeira vez de um treino livre após ficar de fora da prova de abertura do campeonato na Austrália, ele marcou apenas o 14° tempo com 1:42.885. No segundo treino livre Lewis Hamilton teve que esperar 38 minutos já com o treino em andamento para entrar na pista devido aos problemas em seu carro. Rapidamente ele cravou 1:39.790, o melhor tempo dos treinos até agora e ficou em primeiro. De maneira surpreendente Kimi Räikkonen com a Ferrari foi o segundo mais rápido ficando à frente de Nico Rosberg da Mercedes em 3°. O russo Daniil Kvyat da Red Bull fez um ótimo treino e ficou em 4° com Valtteri Bottas da Williams em 5° e Felipe Massa da Williams com o sexto melhor tempo. O brasileiro Felipe Nasr da Sauber marcou apenas o 12° tempo. Fernando Alonso ficou apenas em 16° e melhorou o seu tempo em relação ao FP1 apenas 0.300s. Na madrugada de sábado acontece mais um treino livre e as 6:20 de Brasília o treino que definirá o grid de largada do Grande Prêmio da Malásia. 

FÓRMULA 1: 2° ETAPA - MALÁSIA - FP1
1.Nico Rosberg, Mercedes - 1:40.124 (20 voltas)
2.Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:40.497 (17 voltas)
3.Sebastian Vettel, Ferrari - 1:40.985 (13 voltas)
4.Romain Grosjean, Lotus - 1:41.543 (14 voltas)
5.Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:41.596 (26 voltas)
6.Daniel Ricciardo, Red Bull - 1:41.787 (15 voltas)
7.Max Verstappen, Toro Rosso - 1:41.803 (23 voltas)
8.Valtteri Bottas, Williams - 1:41.882 (23 voltas)
9.Daniil Kvyat, Red Bull - 1:42.055 (18 voltas)
10.Marcus Ericsson, Sauber - 1:42.064 (16 voltas)
11.Felipe Massa, Williams - 1:42.103 (23 voltas)
12.Pastor Maldonado, Lotus - 1:42.567 (19 voltas)
13.Raffaele Marciello, Sauber - 1:42.621 (13 voltas)
14.Fernando Alonso, McLaren - 1:42.885 (20 voltas)
15.Nico Hulkenberg, Force India - 1:42.893 (13 voltas)
16.Sergio Perez, Force India - 1:43.054 (15 voltas)
17.Jenson Button, McLaren - 1:43.100 (19 voltas)
18.Will Stevens, Marussia - 1:46.686 (8 voltas)
19.Roberto Merhi, Marussia - 1:47.683 (8 voltas)
20.Lewis Hamilton, Mercedes - sem tempo.
FÓRMULA 1: 2° ETAPA - MALÁSIA - FP2
1.Lewis Hamilton, Mercedes - 1:39.790 (16 voltas)
2.Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:40.163 (29 voltas)
3.Nico Rosberg, Mercedes - 1:40.218 (26 voltas)
4.Daniil Kvyat, Red Bull - 1:40.346 (17 voltas)
5.Valtteri Bottas, Williams - 1:40.450 (31 voltas)
6.Felipe Massa, Williams - 1:40.560 (27 voltas)
7.Sebastian Vettel, Ferrari - 1:40.652 (29 voltas)
8.Max Verstappen, Toro Rosso - 1:41.220 (30 voltas)
9.Marcus Ericsson, Sauber - 1:41.261 (30 voltas)
10.Daniel Ricciardo, Red BUll - 1:41.799 (8 voltas)
11.Pastor Maldonado, Lotus - 1:41.877 (15 voltas)
12.Felipe Nasr, Sauber - 1:41.988 (30 voltas)
13.Sergio Perez, Force India - 1:42.242 (24 voltas)
14.Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:42.291 (31 voltas)
15.Nico Hulkenberg, Force India - 1:42.330 (28 voltas)
16.Fernando Alonso, McLaren - 1:42.506 (25 voltas)
17.Jenson Button, McLaren - 1:42.637 (24 voltas)
18.Romain Grosjean, Lotus - 1:42.948 (7 voltas)
19.Will Stevens, Marussia - 1:45.704 (12 voltas)
20.Roberto Merhi, Marussia - 1:47.229 (6 voltas)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015

segunda-feira, 23 de março de 2015

UNITED SPORTSCAR CHAMPIONSHIP

Christian Fittipaldi vence as 12 Horas de Sebring pela USCC.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Christian Fittipaldi junto com João Barbosa e Sebastien Bourdais venceu as 12 Horas de Sebring nesse sábado (21/03) pela United Sports Car Championship. Foi a primeira vitória da Chevrolet em Sebring, um belo presente de aniversário de 50 anos. O piloto Jim Hall II abriu o dia endando na pista com o carro clássico Chaparral 2, que seu paie Hab Sharp pilotaram na vitória em 1965. O carro No.5 da equipe Action Express teve uma vitória dominante nas 12 horas de corrida e se tornou a primeira equipe na história da USCC a dar uma volta em todos os adversários na pista. Eles lideraram nada mais nada menos do que 246 das 340 voltas, depois que João Barbosa ultrapassou Scott Dixon eles lideraram durante 7 horas a corrida. Os protótipos da Corvette dominaram o pódio, Max Angelelli e os irmãos Ricky e Jordan Taylor ficaram em 2° no Corvette DP No.10 Konica Minolta seguido de Michael Valiante e Mike Rockenfeller no Corvette DP No.90 da equipe VisitFlorida.com. Joey Hand e Scott Dixon terminaram em 4° no Ford EcoBoost/Riley que venceu a corrida em 2014. A corrida teve apenas 6 bandeiras amarelas totalizando 1 hora e 58 minutos, o período de maior ação sob bandeira verde foi de 4 horas seguidas na metade da corrida. Na categoria de Protótipos Challenge Tom Kimber-Smith, Mike Guasch e Andrew Palmer no carro No.52 ORECA FLM09 conquistou a sua segunda vitória seguida liderando 237 das 334 voltas. João Barbosa de Portugal e o brasileiro Christian Fittipaldi se tornaram os primeiros pilotos dessas nacionalidades à vencerem em Sebring. A próxima etapa acontece em Long Beach no próximo dia 18 de Abril. 

USCC: 2° ETAPA - 12 HORAS DE SEBRING - FINAL
1.(5) Barbosa/Fittipaldi/Bourdais, Corvette DP - 12:01:40.097
2.(10) J.Taylor/R.Taylor/Angelelli, Corvett DP - +1 volta
3.(90) Westbrook/Valiante/Rockenfeller, Corvette DP - +1 volta
4.(01) Hand/Pruett/Dixon, Ford EcoBoost Riley DP - +1 volta
5.(31) Curran/CAmeron/Papis, Corvette DP - +2 voltas
6.(52) Guasch/Palmer/Kimber-Smith, ORECA FLM09 PC - +6 voltas
7.(54) Bennett/Braun/Gue, ORECA FLM09 PC - +6 voltas
8.(57) T.Krohn/Jonsson/Pla, Ligier JS P2 Judd DP - +6 voltas
9.(38) Mee/French/Daly, ORECA FLM09 PC - +7 voltas
10.(3) Magnussen/Garcia/Briscoe, Corvette C7.R GTLM - +10 voltas
11.(62) Kaffer/Fisichella/Bertolini, Ferrari 458 Italia GTLM - +10 voltas
12.(17) Sellers/Hanzler/P.Long, Porsche 911 RSR GTLM - +11 voltas
13.(24) J.Edwards/Luhr/Klingmann, BMW Z4 GTE GTLM - +11 voltas
14.(911) Tandy/Pilet/Lietz/Bamber, Porsche 911 RSR GTLM - +12 voltas
15.(23) James/Farnbacher/Riberas, Porsche 911 GT America GTD - +22 voltas
16.(007) Nielsen/J.Davison/B.Davis, Aston Martin Vantage V12 GTD - +22 voltas
17.(98) Dalla Lana/Lamy/Tumer/Laud, Aston Martin Vantage V8 GTLM - +22 voltas
18.(63) Sweedler/To.Bell/Lazzaro, Ferrari 458 Italia GTD - +22 voltas
19.(93) Carter/Goossens/Keatling/Lawr, Dodge Viper SRT GTD - +23 voltas
20.(48) Haase/B.Miller/von Moltke, Audi R8 LMS GTD - +23 voltas
21.(912) Bergmeister/Bamber/Makowiecki, Porsche 911 RSR GTLM - +23 voltas
22.(25) Auberlein/Werner/Farfus, BMW Z4 GTE GTLM - +23 voltas
23.(58) Ma.Snow/Heylen/Valverde, Porsche 911 GT America GTD - +24 voltas
24.(22) MacNeil/L.Keen/A.Davis, Porsche 911 GT America GTD - +24 voltas
25.(97) Marsal/Palttala/Priaulx/Said, BMW Z4 GTD - +25 voltas
26.(33) Keating/Bleekemolen/S.Blee., Dodge Viper SRT GTD - +26 voltas
27.(50) Pace/DeFoor/Hinton/Schroeder, BMW Power Riley DP - +31 voltas
28.(49) Perazzini/Cicci/Aguas/Potoli, Ferrari 458 Italia GTD - +32 voltas
29.(85) Goikhberg/C.Miller/Micthell, ORECA FLM09 PC - +50 voltas
30.(8) der Zande/Schultis/Popow, ORECA FLM09 PC - +60 voltas
31.(11) Junqueira/Cumming/Menezes, ORECA FLM09 PC - +73 voltas
32.(4) Gavin/Milner/Pagenaud, Corvette C7.R GTLM - +76 voltas
33.(2) Brown/Overbeek/Fogarty, Honda HPD ARX P - +129 voltas
34.(16) Drumwright/Drissi/Cheng, ORECA FLM09 PC - +146 voltas
35.(44) Potter/Lally/Seefried, Porsche 911 GT America GTD - +161 voltas
36.(1) Sharp/Dalziel/HHan., Honda HPD ARX P - +178 voltas
37.(73) Lindsey/Pumpelly/Norman, Porsche 911 GT America - +185 voltas
38.(70) Nnunez/Bomarito/Tremblay, Mazda Prototype P - +229 voltas
39.(07) T.Long/J.Miller/Devlin, Mazda Prototype P - +236 voltas
40.(81) Faulkner/Skeen/Avenatti/Gier., Porsche 911 GT American GTD - +243 voltas
41.(0) Rojas/Legge/Meyrick, DeltaWing DWC13 P - +280 voltas
42.(60) Pew/Negri Jr./Wilson, Honda HPD Ligier JSP P2 P - +294 voltas
43.(45) Holzer/Thome/Thompson, Audi R8 LMS GTD - +317 voltas
44.(7) Mayer/Hartley, BMW Power Riley DP - não largou.
---------------------------------------------------------------------------------------------United Sportscar Championship 2015

NASCAR SPRINT CUP


Brad Keselowski vence de maneira emocionante em Fontana.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Beneficiado pela troca dos quatro pneus na última volta da corrida e auxiliado por duas prorrogações que extenderam a corrida para mais nove voltas, Brad Keselowski relargou na quinta colocação e passou por todo mundo e venceu em Fontana nesse domingo (22/03). Keselowski passou por Kurt Busch na última volta, Busch numa manobra desesperada para tentar recuperar a liderança acabou raspando no muro o que lhe custou o 2° lugar, ele acabou sendo ultrapassado também por Kevin Harvick. A disputa intensa da tarde desse domingo foi entre Kevin Harvick e Kurt Busch, que se revezaram na liderança algumas vezes durante a prova. O campeão de 2012 liderou apenas a última volta da corrida e venceu, com a vitória Keselowski já garante a sua vaga no chase do final da temporada. Busch terminou em terceiro seguido de Paul Menard, Ryan Newman, Dale Earnhardt Jr., Joey Logano, Martin Truex Jr., Jimmie Johnson e Jeff Gordon completando os 10 primeiros colocados da corrida. Kevin Harvick terminou pela oitava vez consecutiva ou em 1° ou 2°, e esta próximo de bater o recorde de Richard Petty que conseguiu em 1975 11 corridas seguidas. A próxima etapa acontece no próximo final de semana em Martinsville. 


















SPRINT CUP: 5° ETAPA - FONTANA - FINAL
1.(2) BRAD KESELOWSKI, FORD - 209 voltas
2.(4) Kevin Harvick, Chevrolet - 209 voltas
3.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 209 voltas
4.(27) Paul Menard, Chevrolet - 209 voltas
5.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 209 voltas
6.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 209 voltas
7.(22) Joey Logano, Ford - 209 voltas
8.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 209 voltas
9.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 209 voltas
10.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 2090 voltas
11.(43) Aric Almirola, Ford - 209 voltas
12.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 209 voltas
13.(19) Carl Edwards, Toyota - 209 voltas
14.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 209 voltas
15.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 209 voltas
16.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 209 voltas
17.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 209 voltas
18.(18) David Ragan, Toyota - 209 voltas
19.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 209 voltas
20.(34) Chris Buescher, Ford - 209 voltas
21.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 209 voltas
22.(55) Brett Moffitt, Toyota - 209 voltas
23.(13) Casey Mears, Chevrolet - 209 voltas
24.(35) Cole Whitt, Ford - 209 voltas
25.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 209 voltas
26.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 209 voltas
27.(33) Brian Scott, Chevrolet - 209 voltas
28.(11) Denny Hamlin, Toyota - 209 voltas
29.(6) Trevor Bayne, Ford - 209 voltas
30.(15) Clint Bowyer, Toyota - 209 voltas
31.(20) Matt Kenseth, Toyota - 209 voltas
32.(16) Greg Biffle, Ford - 209 voltas
33.(7) Alex Bowman, Chevrolet - 208 voltas
34.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 208 voltas
35.(38) David Gilliland, Ford - 208 voltas
36.(98) Josh Wise, Ford - 207 voltas
37.(23) J.J. Yeley, Toyota - 206 voltas
38.(46) Michael Annett, Chevrolet - 206 voltas
39.(26) Jeb Burton, Toyota - 205 voltas
40.(32) Mike Bliss, Ford - 205 voltas
41.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 205 voltas
42.(83) Matt DiBendetto, Toyota - 203 voltas
43.(9) Sam Hornish Jr., Ford - 155 voltas
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2015

domingo, 22 de março de 2015

STOCKCAR


Na abertura da Stockcar em Goiânia Ricardo Maurício e Nestor Girolami foi a dupla vencedora.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A primeira etapa da Stockcar se transformou numa das mais concorridas do calendario. Esse modelo de pilotos em dupla, sempre com o convite do piloto titular para outro piloto de fora ou daqui já se tornou um clássico. Tivemos a oportunidade de ver em ação diversos pilotos estrangeiros que correm em outras categorias como WTCC, Fórumla E, V8 Australiana entre outros. A dupla vencedora foi do brasileiro Ricardo Maurício com o argentino Nestor Girolami, atual campeão do TC2000 da Argentina. Átila Abreu que formou dupla com Nelsinho Piquet largaram na pole position e lideraram a corrida no seu inicio. O carro apresentou cedo uma vibração e Átila teve que antecipar a sua parada nos boxes, mas infelizmente uma quebra do rolamento da roda traseira esquerda impediu que o carro da dupla continuasse na corrida. Girolami cruzou a linha de chegada com sete segundos de vantagem sobre o segundo colocado, formado pela dupla do brasileiro Marcos Gomes com o australiano Mark Winterbottom, piloto da V8. Fechando o pódio veio a dupla do português Antonio Félix da Costa e do brasileiro Allam Khodair. Félix da Costa sofreu uma forte pressão do argentino José Maria López, o argentino atual campeão do WTCC que foi o parceiro de Cacá Bueno pela equipe Red Bull. Thiago Camilo e Lucas di Grassi chegaram em 5° seguidos de Max Wilson e Vítor Meira em 6°. O vencedor do ano passado Felipe Fraga conseguiu junto com o seu parceiro, o português Álvaro Parente cruzar em sétimo. Ingo Hoffman, a lenda viva da stock car brasileira, 12 vezes campeão e hoje com 62 anos, chegou em 9°. Ingo fez dupla com Rubens Barrichello. A etapa foi um sucesso, onde mais de 40 mil pessoas compareceram ao Autódromo de Goiânia, essa corrida já faz parte do calendário do automobilismo mundial e junto com a corrida do Milhão, já se tornou um clássico. Confira abaixo o resultado da primeira etapa em Goiânia, daqui duas semanas acontece a segunda etapa em Ribeirão Preto.

STOCKCAR: 1° ETAPA - GOIÂNIA - FINAL
1.(90) Ricardo Maurício/Nestor Girolami, Eurofarma RC - 35 voltas, 52:32.719
2.(80) Marcos Gomes/Mark Winterbottom, Voxx Racing Team - +6.892
3.(18) Allam Khodair/Antonio Félix da Costa, Full Time Competições - +18.475
4.(0) Cacá Bueno/José Maria Lopez, Red Bull Racing - +18.742
5.(21) Thiago Camilo/Lucas di Grassi, Ipiranga RCM - +19.102
6.(65) Max Wilson/Vítor Meira, Eurofarma RC - +19.766
7.(88) Felipe Fraga/Álvaro Parente, Voxx Racing Team - +19.880
8.(77) Valdeno Brito/Laurence Vanthoor, Shell Racing - +25.577
9.(111) Rubens Barrichello/Ingo Hoffman, Full Time Competições - +42.395
10.(14) Luciano Burti/Jaime Alguersuari, RZ Motorsport - +45.797
11.(4) Julio Campos/Nicholas Prost, Prat-donaduzzi - +46.930
12.(28) Galid OSman/Beto Monteiro, Ipiranga RCM - +50.193
13.(29) Daniel Serra/Chico Serra, Red Bull Racing - +52.997
14.(2) Raphael Mattos/David Mufatto, Schin Racing Team - +59.049
15.(10) Ricardo Zonta/Jacques Villeneuve, Shell Racing - +59.682
16.(12) Lucas Foresti/Luiz Razia, AMG Motorsport - +1:06.663
17.(46) Vítor Genz/Matheus Stumpf, Boettger Competições - +1:06.869
18.(110) Felipe Lapenna/Vitantonio Liuzzi, Schin Racing Team - +1:10.047
19.(6) Alceu Feldmann/Ezequiel Raul Bosio, Boettger Competições - +1:11.382
20.(3) Bia Figueiredo/Matias Milla, União Química Racing - +1:16.879
21.(83) Gabriel Casagrande/Enrique Bernoldi, C2 Team - +1:18.789
22.(26) Raphael Abbate/Nicolas Costa, Hot Car Competições - +1:19.706
23.(72) Fabio Fogaça/Leandro Totti, Hot Car Competições - +1 volta
24.(1) Antonio Pizzonia/Bruno Senna, Prati-donaduzzi - +1 volta
25.(73) Sergio Jimenez/Fabio Carbone, C2 Team - +1 volta
26.(25) Tuka Rocha/Chris Van Der Drift, Peugeot - +2 voltas
27.(8) Rafael Suzuki/Antonio Perez, RZ Motorsport - +4 voltas
28.(51) Átila Abreu/Nelsinho Piquet, AMG Motorsport - +8 voltas
29.(74) Popó Bueno/Guilherme Salas, Cavaleiro Racing Sports - +11 voltas
30.(70) Diego Nunes/Ricardo Rosset, Vogel Motorsport - +27 voltas
31.(11) César Ramos/Frederic Vervish, Cavaleiro Racing Sports - +28 voltas
32.(5) Denis Navarro/Felipe Giaffone, Vogel Motorsport - +30 voltas
33.(33) Felipe Maluhy/Xandynho Negrão, ProGP - +32 voltas
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Stockcar 2015 

BRASILEIRO DE MARCAS


Ford e Honda saem na frente na abertura da temporada em Goiânia.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Na primeira corrida da temporada em Goiânia, César Bonilha com o seu Ford Focus venceu após uma largada tumultuada. Bonilha foi favorecido pelo problema apresentado pelo pole position Vítor Meira (Honda Civic) que também prejudicou Vicente Orige (Honda Civic). O estreante Rubens Barrichello (Renault Fluence) apareceu na liderança mas foi logo superado por César Bonilha que dai em diante não teve adversário e cruzou a linha de chegada em primeiro, seguido de Vítor Meira (Honda Civic) e Felipe Tozzo (Honda Civic) que completaram o pódio. Na segunda corrida, Vicente Orige (Honda Civic) largou na 4° colocação pulou para primeiro na primeira curva e dominou a prova completamente. O pódio da 2° corrida foi completo da Honda, com Gustavo Martins em 2° e Vítor Meira em 3°. Confira abaixo o resultado completo das duas corridas que abriram a temporada em Goiânia.

BRASILEIRO DE MARCAS: 1° ETAPA - GOIÂNIA 1° CORRIDA
1.César Bonilha, Ford Focus - 21:19.886
2.Vítor Meira, Honda Civic
3.Felipe Tozzo, Honda Civic
4.Rubens Barrichello, Renault Fluence
5.Vicente Orige, Honda Civic
6.Gustavo Martins, Honda Civic
7.William Starostik, Ford Focus
8.Eduardo Rocha, Renault Fluence
9.Nonô Figueiredo, Chevrolet Cruze
10.Kastropil, Ford Focus
11.Beto Cavaleiro, Renault Fluence
12.William Freire, Ford Focus
13.Luis Sergio/Roger Sandoval, Chevrolet Cruze
14.Daniel Kaefer, Toyota Corolla
15.Alceu Feldmann, Toyota Corolla
16.Vítor Genz, Chevrolet Cruze
17.Rodrigo Baptista, Toyota Corolla
18.Thiago Marques, Toyota Corolla
19.Gabriel Casagrande, Renault Fluence
20.Guilherme Salas, Chevrolet Cruze - não largou

BRASILEIRO DE MARCAS: 1° ETAPA - GOIÂNIA 2° CORRIDA
1.Vicente Orige, Honda Civic - 26:48.581
2.Gustavo Martins, Honda Civic - +0.994
3.Vítor Meira, Honda Civic - +1.885
4.Gabriel Casagrande, Renault Fluence - +6.733
5.Daniel Kaefer, Toyota Corolla - +11.993
6.Rodrigo Baptista, Toyota Corolla - +17.321
7.Vítor Genz, Ford Focus - +20.974
8.Rubens Barrichello, Renault Fluence - +21.344
9.Thiago Marques, Toyota Corolla - +23.043
10.Guilherme Salas, Chevrolet Cruze - +24.273
11.César Bonilha, Ford Focus - +39.099
12.William Starostik, Ford Focus - +1 volta
13.Luiz Sena Jr./Roger Sandoval, Chevrolet Cruze - +1 volta
14.Beto Cavaleiro, Renault Fluence - +5 voltas
**Não completaram a prova**
15.William Freire, Chevrolet Cruze
16.Nonô Figueiredo, Chevrolet Cruze
17.Alceu Feldmann, Toyota Corolla
18.Eduardo Rocha, Renault Fluence
19.Felipe Tozzo, Honda Civic
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Brasileiro de Marcas 2015

segunda-feira, 16 de março de 2015

NASCAR SPRINT CUP


















Kevin Harvick vence em Phoenix pela 4° vez consecutiva.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Kevin Harvick esta numa fase excepcional, depois de conquistar o título do ano passado na Sprint Cup, Harvick nesse inicio de temporada conseguiu a sua 2° vitória do ano, a sua 4° seguida em Phoenix. Nas 500 milhas de Phoenix nesse domingo (15/03) Harvick teve o melhor carro mas teve que segurar uma forte pressão de Jamie McMurray nas últimas 12 voltas para conquistar a vitória no oval de 1 milha. Harvick liderou 224 das 312 voltas. Foi a 30° vitória da carreira do atual campeão da principal categoria da Nascar, ele venceu cinco das últimas seis corridas no oval de apenas 1 milha do Deserto de Sonoran. O último piloto que venceu quatro corridas consecutivas no mesmo circuito foi Jimmie Johnson in Charlotte. Harvick foi perfeito nas últimas quatro relargadas da corrida, segurando ataques de Kurt Busch que terminou em 5° e McMurray que cruzou a linha de chegada em 2°. Rya Newman foi o 3° seguido de Kasey Kahne e Busch. Brad Keselowski, Martin Truex Jr., Joey Logano, Jeff Gordon e Kyle Larson completaram o top 10. Truex conseguiu o seu 4° top 10 consecutivo, pela primeira vez isso acontece com alguem da equipe Furniture Row Racing. Com as duas vitórias e os dois 2° lugares na temporada, Kevin Harvick lidera o campeonato 22 pontos à frente de Joey Logano. Confira abaixo o resultado completo da prova de domingo.

NASCAR SPRINT CUP: 4° ETAPA - 500 MILHAS DE PHOENIX - FINAL
1.(4) KEVIN HARVICK, Chevrolet - 312 voltas
2.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 312 voltas
3.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 312 voltas
4.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 312 voltas
5.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 312 voltas
6.(2) Brad Keselowski, Ford - 312 voltas
7.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 312 voltas
8.(22) Joey Logano, Ford - 312 voltas
9.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 312 voltas
10.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 312 voltas
11.(48) JImmie Johnson, Chevrolet - 312 voltas
12.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 312 voltas
13.(19) Carl Edwards, Toyota - 312 voltas
14.(27) Paul Menard, Chevrolet - 312 voltas
15.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 312 voltas
16.(20) Matt Kenseth, Toyota - 312 voltas
17.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 312 voltas
18.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 312 voltas
19.(43) Aric Almirola, Ford - 312 voltas
20.(13) Casey Mears, Chevrolet - 312 voltas
21.(18) David Ragan, Toyota - 312 voltas
22.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 312 voltas
23.(11) Denny Hamlin, Toyota - 312 voltas
24.(15) Clint Bowyer, Toyota - 312 voltas
25.(35) Cole Whitt, Ford - 312 voltas
26.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 312 voltas
27.(16) Greg Biffle, Ford - 312 voltas
28.(6) Trevor Bayne, Ford - 309 voltas
29.(38) David Gilliland, Ford - 309 voltas
30.(7) Alex Bowman, Chevrolet - 309 voltas
31.(23) J.J. Yeley, Toyota - 309 voltas
32.(34) Brett Moffitt, Ford - 309 voltas
33.(32) Mike Bliss, Ford - 308 voltas
34.(26) Jeb Burton, Toyota - 307 voltas
35.(83) Matt DiBenedetto, Toyota - 307 voltas
36.(98) Josh Wise, Ford - 306 voltas
37.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 306 voltas
38.(33) Alex Kennedy, Chevrolet - 304 voltas
39.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 282 voltas (Acidente)
40.(9) Sam Hornish Jr., Ford - 277 voltas
41.(55) Brian Vickers, Toyota - 230 voltas
42.(46) Michael Annett, Chevrolet - 202 voltas
43.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 179 voltas (Acidente)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2015

domingo, 15 de março de 2015

FÓRMULA 1


Lewis Hamilton vence na abertura da temporada na Austrália.
por Luis Fernando Soares de Almeida

No ano passado o dominio da Mercedes na prova de abertura do campeonato não foi tão explícito como o que aconteceu na madrugada desse domingo (15/03) na vitória de Lewis Hamilton. No ano passado o vencedor Nico Rosberg colocou uma volta de vantagem sobre o 11° colocado, hoje Hamilton colocou 1 volta de vantagem sobre o 6° colocado Daniel Ricciardo da Red Bull um dominio arrasador. Tivemos muitos problemas antes da largada, primeiro a desistência de Valtteri Bottas da Williams devido a um problema em suas costas. Os dois carros da Marussia falharam na classificação e no caminho para o grid de largada os carros de Kevin Magnussen (McLaren-Honda) e Daniil Kvyat (Red Bull-Renault) apresentaram problemas e sequer conseguiram largar, então um grid esperado de 17 carros foi reduzido para apenas 15. Após a largada na primeira curva, Räikkonen (Ferrari), Felipe Nasr (Sauber-Ferrari) e Pastor Maldonado (Lotus-Mercedes) chegaram juntos na primeira curva, Maldonado levou a pior saiu da pista e bateu na barreira de proteção abandonando a prova. Hamilton e Rosberg pularam na frente e não foram ameaçados por absolutamente ninguem na corrida. Räikkonen caiu para a 8° colocação e Sebastian Vettel que apesar de não ter feito uma boa largada começou a perseguir o brasileiro Felipe Massa da Williams que conseguiu manter a 3° colocação na largada. Vettel só conseguiu superar Massa durante a primeira parada para troca de pneus, a equipe Ferrari trabalhou melhor e Vettel voltou à frente do brasileiro. Felipe Nasr (Sauber-Ferrari) fez uma ótima estréia na Fórmula 1, terminou em 5°marcando pontos para a equipe, o que não acontecia desde 2013. A Red Bull com o australiano Daniel Ricciardo sofreu a humilhação de tomar uma volta de Hamilton. A Force India não mostrou a força do ano passado, mas Nico Hulkenberg conseguiu um sétimo lugar e Sergio Perez ficou com a última posição na zona de pontuação em 10°. A equipe Toro Rosso tambem terminou na zona de pontuação com Carlos Sainz Jr. que terminou numa sólida 8° colocação. O seu companheiro de equipe, o mais jovem piloto da história da F1, Max Verstappen não teve muita sorte. Ele estava bem na corrida disputando a 6° colocação quando na volta No.42 o STR10 começou a soltar uma fumaça e teve que abandonar a corrida. Jenson Button da McLaren terminou em último na 11° colocação na volta do motor Honda que claramente não demonstrou a potência esperada, pelo menos o carro MP4-30 mostrou pela primeira vez durabilidade e conseguiu terminar a corrida. Foi um inicio de temporada desastroso para a equipe Lotus que perdeu Maldonado na primeira curva após a largada e na volta de abertura Romain Grosjean também abandonou a corrida com problemas mecânicos em seu carro. A primeira etapa mostrou que se os adversários, principalmente a Ferrari e a Williams não evoluirem rápido será um verdadeiro passeis das flechas prateadas da equipe Mercedes. Confira abaixo o resultado completo da corrida. 



















F1: 1° ETAPA - AUSTRÁLIA - FINAL
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 58 voltas (1:31:54)
2.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - +1.3s
3.(#5) Sebastian Vettel, Ferrari - +34.5s
4.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +38.1s
5.(#12) Felipe Nasr, Sauber-Ferrari - +95.1s
6.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull-Renault - +1 volta
7.(#27) Nico Hukkenberg, Force India-Mercedes - +1 volta
8.(#9) Marcus Ericsson, Sauber-Ferrari - +1 volta
9.(#55) Carlos Sainz Jr., Toro Rosso-Renault - +1 volta
10.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +1 volta
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#22) Jenson Button, McLaren-Honda - +2 voltas
-- Não terminaram a corrida --
(#7) Kimi Raikkonen, Ferrari - abandono
(#33) Max Verstappen, Toro Rosso-Renault - abandono
(#8) Romain Grosjean, Lotus-Mercedes - abandono
(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Mercedes - acidente
(#26) Daniil Kvyat, Red Bull-Renault - não largou
(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - não largou
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015

sábado, 14 de março de 2015

FÓRMULA E

Nicolas Prost vence prova emocionante em Miami pela Fórmula E.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A nova categoria do automombilismo mundial tem chamado a atenção de muita gente, primeiro pela quantidade de pessoas envolvidas com muita história no automobilismo e principalmente por ser um tipo de corrida absolutamente diferente de tudo o que já vimos no esporte. A parada obrigatória para troca de carros é muito interessante e o piloto que conseguir economizar mais bateria vai ter grandes chances de vencer no final. Novamente a parte final da corrida foi muito emocionante. Nicolas Prost da equipe e.dams-Renault acabou sendo o piloto mais eficiente e com apenas 1% faltando para terminar a carga de sua bateria ele cruzou a linha de chegada na frente de Scott Speed, Andretti Racing 0.433 segundos. Speed que fez a sua primeira corrida na categoria foi brilhante, ele tinha um pouco mais de carga e se a corrida tivesse mais uma volta certamente conseguiria ultrapassar Prost e vencer a corrida. O brasileiro Lucas di Grassi (Audi Sport ABT) estava em terceiro quando faltavam apenas 3 voltas para terminar a prova mas com a carga da bateria baixa e uma queda no desempenho do carro ele foi ultrapassado por vários carros e terminou na 9° colocação, conseguindo ainda pontos importantes para a disputa do título. Nelsinho Piquet da equipe China Racing fez uma ótima corrida de recuperação e com uma estratégia diferente na parte final da corrida com uma boa carga em sua bateria ele ultrapassou vários carros e terminou em 5°, o brasileiro ainda levou mais dois pontos extras pela volta mais rápida da corrida. Bruno Senna (Mahindra Racing) não teve sorte na corrida, largou no pelotão de trás e acabou abandonando a corrida quando faltavam 14 voltas. O americano Scott Speed foi o grande destaque da corrida, o piloto americano conseguiu lindas ultrapassagens e dosou bem a carga da bateria de seu carro, foi recompensado com o 2° lugar no pódio. 

FÓRMULA E: 6° ETAPA - GP DE MIAMI - FINAL
1.(8) Nicolas Prost, e.dams-Renault - 39 voltas, 46:12.349
2.(28) Scott Speed, Andretti - 39 voltas, +0.433s
3.(66) Daniel Abt, Audi Sport ABT - 39 voltas, +5.518s
4.(7) Jerome D'Ambrosio, Dragon Racing - 39 voltas, +5.941s
5.(99) Nelsinho Piquet, China Racing - 39 voltas, +6.426s
6.(55) Antonio Félix da Costa, Amlin Aguri - 39 voltas, +8.754s
7.(6) Loic Duval, Dragon Racing - 39 voltas, +9.498s
8.(2) Sam Bird, Virgin Racing - 39 voltas, +19.817s
9.(11) Lucas di Grassi, Audi Sport ABT - 39 voltas, +20.631s
10.(77) Salvador Duran, Amlin Aguri - 39 voltas, +24.587s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(3) Jaime Alguersuari, Virgin Racing - 39 voltas, +43.883s
12.(23) Nick Heidfeld, Venturi - 39 voltas, +47.878s
13.(9) Sébastien Buemi, e.dams-Renault - 39 voltas, +1:04.587
14.(5) Karun Chandhok, Mahindra Racing - 39 voltas, +1:23.539
15.(10) Jarno Trulli, Trulli - 38 voltas, +1 volta
16.(18) Vitantonio Liuzzi, Trulli - 38 voltas, +1 volta
17.(88) Charles Pic, China Racing - 38 voltas, +1 volta
18.(27) Jean-Eric Vergne, Andretti - 37 voltas, +2 voltas
19.(30) Stephane Sarrazin, Venturi - 31 voltas, +8 voltas
20.(21) Bruno Senna, Mahindra Racing - 25 voltas, +14 voltas
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula E 2015

FÓRMULA e
















Jean-Eric Vergne conquista a pole position em Miami.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Terminou a poucos minutos atrás o movimentado e disputado treino que definiu o grid de largada para o Grande Prêmio de Miami, a sexta etapa do campeonato que será disputada nas belíssimas ruas de Miami. Jean-Eric Vergne da equipe Andretti com uma volta excelente de 1:05.953 conquistou a pole position para a etapa. O brasileiro Nelsinho Piquet fez o 2° melhor tempo mas como foi punido com a perda de cinco posições no grid de largada por não respeitar uma bandeira amarela na etapa passada larga 4° fila em 7°. O líder do campeonato, o brasileiro Lucas di Grassi (Audi Sport ABT) não teve um bom desempenho e larga em 6° na terceira fila. Bruno Senna da equipe Mahindra Racing novamente larga no pelotão de trás em 17°. Entre os estreantes Scott Speed, Vitantonio Liuzzi, Salvador Duran e Loic Duval, o americano Speed se deu melhor e larga em 11°. Confira o grid de largada para a corrida que acontece logo mais as 17 horas de Brasilia com transmissão ao vivo para todo o Brasil pelo canal FOX SPORTS.

Fórmula E: 6° ETAPA - MIAMI - GRID DE LARGADA
1.(27) Jean-Eric Vergne, Andretti - 1:05.953 (7 voltas)
2.(8) Nicolas Prost, e.dams-Renault - 1:06.167 (6 voltas)
3.(2) Sam Bird, Virgin Racing - 1:06.170 (7 voltas)
4.(66) Daniel Abt, Audi Sport ABT - 1:06.255 (6 voltas)
5.(30) Stephane Sarrazin, Venturi - 1:06.389 (6 voltas)
6.(11) Lucas di Grassi, Audi Sport ABT - 1:06.424 (6 voltas)
7.(99) Nelsinho Piquet, China Racing - 1:06.003 (7 voltas) **punido com 5 posições
8.(7) Jerome D'Ambrosio, Dragon Racing - 1:06.502 (6 voltas)
9.(3) Jaime Alguersuari, Virgin Racing - 1:06.503 (6 voltas)
10.(23) Nick Heidfeld, Venturi - 1:06.510 (5 voltas)
11.(28) Scott Speed, Andretti - 1:06.527 (6 voltas)
12.(18) Vitantonio Liuzzi, Trulli - 1:06.836 (5 voltas)
13.(77) Salvador Duran, Amlin Aguri - 1:06.888 (5 voltas)
14.(9) Sébastien Buemi, e.dams-Renault - 1:07.037 (7 voltas)
15.(10) Jarno Trulli, Trulli - 1:07.163 (5 voltas)
16.(5) Karun Chandhok, Mahindra Racing - 1:07.223 (5 voltas)
17.(21) Bruno Senna, Mahindra Racing - 1:07.283 (6 voltas)
18.(55) Antonio Félix da Costa, Amlin Aguri - 1:07.678 (6 voltas)
19.(88) Charles Pic, China Racing - 1:08.243 (6 voltas)
20.(6) Loic Duval, Dragon Racing - 1:09.454 (6 voltas)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula e 2015  

NASCAR SPRINT CUP














Kevin Harvick larga na pole em Phoenix pela 4° etapa da Sprint Cup.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Confira o grid de largada para as 500 Milhas de Phoenix que acontece nesse domingo (15/03) com transmissão ao vivo no FOX SPORTS 2.

NASCAR SPRINT CUP: 4° ETAPA - PHOENIX - GRID DE LARGADA
1.(4) KEVIN HARVICK, CHEVROLET - 140.751 mph
2.(22) Joey Logano, Ford - 140.543 mph
3.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 140.422 mph
4.(20) Matt Kenseth, Toyota - 140.072 mph
5.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 139.833 mph
6.(2) Brad Keselowski, Ford - 139.817 mph
7.(19) Carl Edwards, Toyota - 139.779 mph
8.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 139.665 mph
9.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 139.643 mph
10.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 139.535 mph
11.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 138.969 mph
12.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 138.755 mph
13.(18) David Ragan, Toyota - 139.157 mph
14.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 139.141 mph
15.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 138.884 mph
16.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 138.814 mph
17.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 138.718 mph
18.(55) Brian Vickers, Toyota - 138.654 mph
19.(16) Greg Biffle, Ford - 138.515 mph
20.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 138.483 mph
21.(27) Paul Menard, Chevrolet - 138.478 mph
22.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 138.430 mph
23.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 138.297 mph
24.(13) Casey Mears, Chevrolet - 137.862 mph
25.(11) Denny Hamlin, Toyota - 137.562 mph
26.(7) Alex Bowman, Chevrolet - 137.363 mph
27.(9) Sam Hornish Jr., Ford - 137.211 mph
28.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 136.674 mph
29.(38) David Gilliland, Ford - 136.586 mph
30.(15) Clint Bowyer, Toyota - 136.550 mph
31.(46) Michael Annett, Chevrolet - 136.467 mph
32.(43) Aric Almirola, Ford - 136.405 mph
33.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 136.266 mph
34.(98) Josh Wise, Ford - 136.245 mph
35.(83) Matt DiBenedetto, Toyota - 135.834 mph
36.(6) Trevor Bayne, Ford - 135.675 mph
37.(32) Mike Bliss, Ford - 135.110 mph
38.(34) Brett Moffitt, Ford - 135.029 mph
39.(35) Cole Whitt, Ford - 134.948 mph
40.(23) J.J. Yeley, Toyota - 134.625 mph
41.(26) Jeb Burton, Toyota - 134.409 mph
42.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 133.417 mph
43.(33) Alex Kennedy, Chevrolet - 132.319 mph
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2015 

FÓRMULA 1














Lewis Hamilton larga na pole na etapa de abertura da F1 em Melbourne.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Como era esperado os carros da equipe Mercedes dominaram o treino de classificação que aconteceu nessa madrugada de sábado (14/03). Lewis Hamilton foi brilhante e conquistou a primeira pole position de 2015. A disputa pelo terceiro lugar foi acirrada entre as Williams, Ferrari e Red Bull, o brasileiro Felipe Massa levou a melhor e consegue uma ótima posição na 2° fila em terceiro. O Q1 foi dominado pela Mercedes, com Lewis Hamilton sendo o mais rápido com um tempo de 1:28.586, Rosberg veio logo atrás com 1:28.906, ambos com pneus com composto médio, Massa com os macios cravou 1:29.246, mostrando a incrível superioridade dos carros da Mercedes. Com a equipe Marussia fora da etapa, os carros da McLaren ficariam com as últimas posições no grid. Jenson Button conseguiu 1:31.422 e Kevin Magnnussen 1:32.037, ambos com pneus macios. A Sauber perdeu Marcus Ericsson no Q1, o Suéco foi eliminado com 1:31.376, o brasileiro Felipe Nasr quase conseguiu passar para o Q3, ele fez 1:28.800 e foi eliminado no Q2. O russo Daniil Kvyat (Red Bull), teve um problema com seu motor no FP3, e larga apenas na 13° colocação com 1:29.070. Atrás de Kvyat largam as duas Force Indias, Nico Hulkenberg em 14° e Sergio Perez em 15°. A diferença entre o 10° e o 15° colocados ficou em menos de um segundo. O Q3 começou com Lewis Hamilton marcando um tempo impressionante de 1:26.419 e muito pressionado Nico Rosberg acabou errando na curva 15. Sebastian Vettel (Ferrari) estava em 2°, mas na sua última volta Rosberg se recuperou e com 1:26.921 conquistou a 2° posição no grid. Hamilton ainda melhorou o seu tempo com 1:26.327.  Felipe Massa na sua última volta conseguiu 1:27.718 tirando Vettel do 3° lugar. Depois de vários problemas o piloto da casa, Daniel Ricciardo conquistou um sólido 7° lugar com 1:28.329, colocando ele ao lado do novato e talentoso Carlos Sains Junior (Toro Rosso) na 4° fila. 

F1: 1° ETAPA - AUSTRÁLIA - QUALIFYING - FINAL
1.(44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:26.327 (16 voltas)
2.(6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:26.921 (14 voltas)
3.(19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:27.718 (21 voltas)
4.(5) Sebastian Vettel, Ferrari - 1:27.757 (12 voltas)
5.(7) Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:27.790 (17 voltas)
6.(77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:28.087 (16 voltas)
7.(3) Daniel Ricciardo, Red Bull-Renault - 1:28.329 (22 voltas)
8.(55) Carlos Sainz Jr., Toro Rosso-Renault - 1:28.510 (22 voltas)
9.(8) Romain Grosjean, Lotus-Mercedes - 1:28.560 (20 voltas)
10.(13) Pastor Maldonado, Lotus-Mercedes - 1:29.480 (20 voltas)
11.(12) Felipe Nasr, Sauber-Ferrari - 1:28.800 (17 voltas)
12.(33) Max Verstappen, Toro Rosso-Renault - 1:28.868 (15 voltas)
13.(26) Daniil Kvyat, Red Bull-Renault - 1:29.070 (9 voltas)
14.(27) Nico HUlkenberg, Force India-Mercedes - 1:29.208 (14 voltas)
15.(11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:29.209 (13 voltas)
16.(9) Marcus Ericsson, Sauber-Ferrari - 1:31.376 (10 voltas)
17.(22) Jenson Button, McLaren-Honda - 1:31.422 (7 voltas)
18.(20) Kevin Magnussen, McLaren-Honda - 1:32.037 (8 voltas)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015 

sexta-feira, 13 de março de 2015

FÓRMULA 1


Nesse final de semana tem inicio uma nova temporada da Fórmula 1.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A equipe a ser batida aparentemente será a Mercedes, atual campeão. Teremos mais uma briga ferrenha entre o campeão Lewis Hamilton e o ótimo piloto Nico Rosberg. A Mercedes fez quase tudo certo no ano passado, e julgando pela pré-temporada de testes onde os carros tiveram um desempenho muito eficiente, é óbvio que o carro não terá problemas para a temporada de 2015. A questão chave é será que a equipe teve um progresso suficiente para manter o nível de vantagem que teve sobre as outras em 2014?. Para esse ano teremos algumas pequenas mudanças nas regras que podem trazer alguns problemas para a equipe, como por exemplo as novas regras para o 'nariz' do carro que terá um impacto imediato no downforce dos carros, isso deve ser um problema relativamente pequeno. A equipe certamente esta muito feliz com o progresso dos carros na pré-temporada. Todo mundo tem falado da durabilidade e confiabilidade dos carros que estão bem fortes. Para a primeira etapa na Austrália, certamente a Mercedes é a equipe à ser batida. Depois de todo trabalho realizado por Ross Brawn de 2010 até 2013, Paddy Lowe e Toto Wolff tiveram competência para manter a equipe trabalhando bem técnicamente e operacionalmente. No ano passado o motor Mercedes foi disparado o melhor da categoria, é dificil imaginar que tanto a Renault ou o retorno da Honda poderão desafiar os carros equipados com motores da fábrica alemã. A Ferrari foi a equipe que mostrou uma evolução enorme em relação ao ano passado nos testes e pode ser a equipe que mais se aproximará dos carros da Mercedes. Nos dois primeiros treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália a Mercedes dominou completamente, Nico Rosberg foi o mais rápido no P1 e no P2. Confira abaixo os resultados. 


















F1: 1° ETAPA - AUSTRÁLIA - FP1
1.Nico Rosberg, Mercedes - 1:29.557 (19 voltas)
2.Lewis Hamilton, Mercedes - 1:29.586 (19 voltas)
3.Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:30.748 (20 voltas)
4.Carlos Sainz Jr., Toro Rosso-Renault - 1:31.014 (32 voltas)
5.Sebastian Vettel, Ferrari - 1:31.029 (13 voltas)
6.Max Verstappen, Toro Rosso-Renault - 1:31.067 (31 voltas)
7.Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:31.188 (19 voltas)
8.Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:31.310 (14 voltas)
9.Pastor Maldonado, Lotus-Mercedes - 1:31.451 (22 voltas)
10.Daniel Ricciardo, Red Bull-Renault - 1:31.570 (9 voltas)
11.Daniil Kvyat, Red Bull-Renault - 1:32.073 (18 voltas)
12.Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:32.247 (22 voltas)
13.Nico HUlkenberg, Force India-Mercedes - 1:32.261 (19 voltas)
14.Jenson Button, McLaren-Honda - 1:34.542 (6 voltas)
15.Kevin Magnussen, McLaren-Honda - 1:34.785 (7 voltas)
16.Romain Grosjean, Lotus-Mercedes - 2:17.782 (5 voltas)
F1: 1° ETAPA - AUSTRÁLIA - FP2
1.Nico Rosberg, Mercedes - 1:27.697 (29 voltas)
2.Lewis Hamilton, Mercedes - 1:27.797 (25 voltas)
3.Sebastian Vettel, Ferrari - 1:28.412 (33 voltas)
4.Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:28.842 (33 voltas)
5.Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:29.265 (32 voltas)
6.Daniil Kvyat, Red BUll-Renault - 1:30.016 (27 voltas)
7.Carlos Sainz Jr., Toro Rosso-Renault - 1:30.071 (41 voltas)
8.PAstor Maldonado, Lotus-Mercedes - 1:30.104 (11 voltas)
9.Romain Grosejan, Lotus-Mercedes - 1:30.205 (37 voltas)
10.Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:30.473 (30 voltas)
11.Felipe Nasr, Sauber-Ferrari - 1:30.755 (33 voltas)
12.Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:30.980 (32 voltas)
13.Jenson Button, McLaren-Honda - 1:31.387 (21 voltas)
14.Max Verstappen, Toro Rosso-Renault - 1:31.395 (6 voltas)
15.Marcus Ericsson, Sauber-Ferrari - 1:32.303 (14 voltas)
16.Kevin Magnussen, McLaren-Honda - 1:33.289 (4 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2015

domingo, 8 de março de 2015

NASCAR SPRINT CUP


O atual campeão Kevin Harvick vence em Las Vegas e é o terceiro piloto a garantir uma vaga no Chase.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O campeão Kevin Harvick liderou 142 voltas das 400 milhas de Las Vegas venceu a corrida e é o terceiro piloto a conquistar uma vaga no Chase da Sprint Cup, juntando-se a Joey Logano (vencedor em Daytona) e Jimmie Johnson (vencedor em Atlanta). Kevin Harvick terminou em 2° nas duas primeiras corridas do ano e hoje em Las Vegas conquistou uma vitória de maneira dominante. Harvick estava com uma carro muito rápido, nem uma vibração em seu carro na última volta e um pneu deschapado na comemoração da vitória assustaram o atual campeão da Sprint. Martin Truex Jr. foi a surpresa da etapa cruzando a linha de chegada em 2°. Foi a primeira vitória de Harvick em Las Vegas e a 29° de sua carreira. Nas últimas seis corridas, incluindo as três ultimas do ano passado, Harvick conquistou três vitórias e três segundo lugares. Richard Petty detem esse recorde com 11 corridas consecutivas chegando em primeiro ou segundo. Ryan Newman fez uma ótima corrida e terminou em 3° seguido de Dale Earnhardt Jr., Denny Hamlin e AJ Allmendinger. Brad Keselowski que venceu em Vegas no ano passado, terminou em 7°. Kyle Larson, Matt Kenseth e Joey Logano fecharam o top 10 da etapa. Kevin Harvick terá uma excelente chance de extender o seu recorde de 1° ou 2° colocado na semana que vem na etapa de Phoenix. Nas últimas cinco corridas naquela pista Harvick venceu 4 vezes. Com a vitória Kevin Harvick assumiu a liderança do campeonato, nove pontos à frente de Dale Earnhardt Jr que terminou em 3°. O pole position Jeff Gordon acabou largando no pelotão de trás por causa de um acidente no último minuto dos treinos livres de sábado. Gordon não teve sorte e acabou atingindo a traseira do carro de Jeb Burton quando ambos tentavam desviar do Chevrolet de Jimmie Johnson que teve um pneu estourado e acertou o muro à frente deles. Gordon acabou em 18°, uma volta atrás. Confira abaixo o resultado da etapa de Las Vegas.


















NASCAR SPRINT CUP: 3° ETAPA - LAS VEGAS 400 FINAL
1.(4) Kevin Harvick, Chevrolet - 267 voltas
2.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 267 voltas
3.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 267 voltas
4.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 267 voltas
5.(11) Denny Hamlin, Toyota - 267 voltas
6.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 267 voltas
7.(2) Brad Keselowski, Ford - 267 voltas
8.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 267 voltas
9.(20) Matt Kenseth, Toyota - 267 voltas
10.(22) Joey Logano, Ford - 267 voltas
11.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 267 voltas
12.(27) Paul Menard, Chevrolet - 267 voltas
13.(33) Brian Scott, Chevrolet - 267 voltas
14.(16) Greg Biffle, Ford - 267 voltas
15.(55) Brian Vickers, Toyota - 266 voltas
16.(41) Regan Smith, Chevrolet - 266 voltas
17.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 266 voltas
18.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 266 voltas
19.(21) Ryan Blaney, Ford - 266 voltas
20.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 265 voltas
21.(15) Clint Bowyer, Toyota - 265 voltas
22.(18) David Ragan, Toyota - 265 voltas
23.(38) David Gilliland, Ford - 265 voltas
24.(9) Sam Hornish Jr., Ford - 265 voltas
25.(13) Casey Mears, Chevrolet - 264 voltas
26.(43) Aric Almirola, Ford - 264 voltas
27.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 264 voltas
28.(6) Trevor Bayne, Ford - 264 voltas
29.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 264 voltas
30.(95) Michael McDowell, Ford - 264 voltas
31.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 263 voltas
32.(35) Cole Whitt, Ford - 262 voltas
33.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 262 voltas
34.(98) Josh Wise, Ford - 261 voltas
35.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 261 voltas
36.(23) J.J. Yeley, Toyota - 260 voltas
37.(34) Brett Moffitt, Ford - 260 voltas
38.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 258 voltas
39.(46) Michael Annett, Chevrolet - 257 voltas
40.(26) Jeb Burton, Toyota - 254 voltas
41.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 236 voltas
42.(19) Carl Edwards, Toyota - 227 voltas
43.(7) Alex Bowman, Chevrolet - 28 voltas (motor)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2015

WTCC


José Maria López e Sébastien Loeb vencem na abertura do WTCC na Argentina.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O ano começou como terminou o ano passado, com o total domínio dos carros da Citroën. Nada melhor do que começar a temporada com uma vitória em casa, foi o que aconteceu com o argentino José Maria López que venceu a corrida de abertura da temporada na Argentina. Apenas Yvan Müller ameaçou a vitória de López, mas o argentino manteve a tranquilidade e venceu com confiança diante de 40.000 espectadores. Sébastien Loeb (Citroën) chegou em 3° seguido de Tiago Monteiro (Honda Civic) e Gabriele Tarquini (Honda Civic) em 4° e 5° respectivamente. No troféu Yokohama Norbert Michelisz veio lá de trás do pelotão para venceu na categoria com Ma Qing Hua chegando em 2°. Na 2° corrida o panorama não foi modificado, dessa vez Sébastien Loeb, o gênio do Rally, venceu com o seu Citroën. Loeb que largou em 8° na segunda corrida do domingo, assumiu a liderança quando Ma Qing Hua (Citorën) cometeu um erro numa curva quase saindo da pista. Loeb então segurou a pressão do seu companheiro de equipe e herói local, o argentino José Maria López que venceu a primeira corrida do final de semana. Tiago Monteiro (Honda Civic) ultrapassou o seu companheiro de equipe Gabriele Tarquini (Honda Civic) pela 3° colocação do pódio. Mehdi Bennani venceu a segunda corrida na categoria Yokohama. Infelizmente tivemos um grid reduzido para apenas 9 gfilas e 18 carros nessa abertura da temporada com a saída dos BMWs e dos SEATs do campeonato. Confira abaixo como ficou o resultado das duas primeiras corridas da temporada do WTCC.





















WTCC: 1° ETAPA - ARGENTINA - CORRIDA 1 - FINAL
1.(37) José Maria López, Citroën C-Elysée - 13 voltas
2.(68) Yvan Müller, Citroën C-Elysée - +3.170s
3.(9) Sébastien Loeb, Citroën C-Elysée - +7.500s
4.(18) Tiago Monteiro, Honda Civic - +14.168s
5.(2) Gabriele Tarquini, Honda Civic - +16.322s
6.(5) Norbert Michelisz, Honda Civic - +18.470s
7.(33) Ma Qing Hua, Citroën C-Elysée - +20.164s
8.(3) Tom Chilton, Chevrolet RML Cruze - +23.499s
9.(26) Stefano D'Aste, Chevrolet RML Cruze - +27.306
10.(19) Rikard Rydell, Honda Civic - +30.266s
11.(98) Dusan Borkovic, Honda Civic - +34.287s
12.(11) Grégoire Demoustier, Chevrolet RML Cruze - +36.213s
13.(25) Mehdi Bennani, Citroën C-Elysée - +37.906
14.(4) Tom Coronel, Chevrolet RMML Cruze - +4 voltas
---Não classificados---
15.(7) Hugo Valente, Chevrolet RML Cruze - +9 voltas
16.(12) Rob Huff, Lada Vesta - +9 voltas
17.(15) James Thompson, Lada Vesta - +11 voltas
18.(27) John Filippi, Chevrolet RML Cruze - +12 voltas





















WTCC: 1° ETAPA - ARGENTINA - CORRIDA 2 - FINAL
1.(9) Sébastien Loeb, Citorën C-Elysée - 15 voltas
2.(37) José Maria López, Citroën C-Elysée - +4.690s
3.(18) Tiago Monteiro, Honda Civic - +10.149s
4.(2) Gabriele Tarquini, Honda Civic - +11.564s
5.(25) Mehdi Bennani, Citroën C-Elysée - +14.956s
6.(5) NOrbert Michelisz, Honda Civic - +17.948
7.(33) Ma Qing Hua, Citroën C-Elysée - +19.697s
8.(3) Tom Chilton, Chevrolet RML Cruze - +21.338s
9.(19) Rikard Rydell, Honda Civic - +30.607s
10.(11) Grégoire Demoustier, Chevrolet RML Cruze - +32.304s
11.(27) John Filippi, Chevrolet RML Cruze - +42.280s
12.(68) Yvan Müller, Citroën C-Elysée - +43.627s
---Não classificados---
13.(98) Dusan Borkovic, Honda Civic - +7 voltas
14.(4) Tom Coronel, Chevrolet RML Cruze - +11 voltas
15.(12) Rob Huff, LADA Vesta - +13 voltas
16.(15) James Thompson, LADA Vesta - +14 voltas
17.(26) Stefano D'Aste, Chevrolet RML Cruze - 0 voltas
18.(7) Hugo Valente, Chevrolet RML Cruze - 0 voltas
-------------------------------------------------------------------------------WTCC 2015