segunda-feira, 31 de julho de 2017

INDYCAR SERIES

 Josef Newgarden consegue a vitória em Mid-Ohio e é o novo líder do campeonato.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Newgarden se tornou o segundo piloto na temporada a vencer duas corridas seguidas. Nesse domingo de maneira dominante o jovem e talentoso piloto da equipe Penske venceu a corrida e assumiu a liderança da temporada. Newgarden liderou 73 das 90 voltas no circuito de Mid-Ohio (2.258 milhas) e recebeu a bandeira quadriculada com uma vantagem de 5.1 segundos do seu companheiro de equipe, o australiano Will Power. O piloto de apenas 26 anos largou na P2 e fez uma ultrapassagem sensacional na 13° volta sobre o veterano Will Power que largou na pole position. Depois disso Newgarden jamais foi ameaçado por outro piloto, mesmo nas relargadas após bandeiras amarelas. Foi a terceira vitória de Newgarden na temporada e a sexta de sua carreira. O piloto local Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Racing) completou o pódio chegando na P3. Pela primeira vez na temporada Newgarden lidera o campeonato, sete pontos à frente do brasileiro Helinho Castroneves também da equipe Penske que terminou na P7. Scott Dixon da Chip Ganassi Racing que entrou na corrida como o líder do campeonato terminou na P9 e caiu para a terceira colocação, oito pontos atrás de Newgarden. A única bandeira amarela aconteceu na volta 67 quando Ed Jones (Dale Coyne Racing) rodou e ficou parado na grama na curva 9, mesmo assim Newgarden na relargada não foi ameaçado. A próxima etapa da temporada acontece no dia 20 de Agosto em Pocono. Confira abaixo o resultado oficial da prova.
 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -IndyCar Series 2017

domingo, 30 de julho de 2017

FORMULA E

Lucas Di Grassi conquista o titulo da temporada em Montreal.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Jean-Eric Vergne da equipe Techeetah venceu a segunda corrida da etapa final em Montreal, mas quem fez a festa mesmo foi o brasileiro Lucas Di Grassi que conquistou o título da temporada com a sétima colocação. Após a punição de Sebastien Buemi na prova de ontem a vida do brasileiro ficou bem mais fácil para esse domingo. Di Grassi disputou a super pole mas cometeu um erro e acabou largando na P5. Com 18 pontos de vantagem no campeonato antes da corrida Lucas administrou com tranquilidade essa diferença e bastou terminar a corrida na P7 para se sagrar campeão da segunda temporada da Fórmula E. Felix Rosenqvist da Mahindra Racing chegou em segundo e fechando o pódio da última corrida do ano veio o piloto argentino José Maria Lopez da equipe DS Virgin Racing. Sebastién Buemi da Renault e.Dams largou apenas na 14° posição do grid, teve problemas logo após a largada e acabou caindo para a última colocação. Buemi ainda se recuperou e terminou na P11 mas fora da zona de pontuação. É o segundo título para o Brasil nessa nova categoria que está fazendo realmente muito sucesso. A Mercedes e a Porsche já confirmaram que irão disputar a categoria em breve. Lucas Di Grassi em dois anos de Fórmula E conquistou seis vitórias e chegou 20 vezes a conquistar uma posição no pódio, conquistou ainda 3 pole positions e anotou no total 467 pontos. Di Grassi disputou o título do ano passado contra outro brasileiro, Nelsinho Piquet que acabou se sagrando o primeiro campeão da Fórmula E. 

Fórmula E: 12° Corrida - Montreal
1. (#25) Jean-Eric Vergne, Techeetah - 37 voltas
2. (#19) Felix Rosenqvist, Mahindra Racing - +0.896
3. (#37) Jose Maria Lopez, DS Virgin Racing - +4.468
4. (#2) Sam Bird, DS Virgin Racing - +7.114
5. (#23) Nick Heidfeld, Mahindra Racing - +21.933
6. (#66) Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport - +24.444
7. (#11) Lucas Di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport - +24.855
8. (#33) Stephane Sarrazin, Techeetah - +26.038
9. (#7) Jerome D'Ambrosio, Faraday Future Dragon Racing - +28.282
10. (#4) Tom Dillmann, Venturi Formula E - +28.591
11. (#9) Sebastién Buemi, Renault e.Dams - +35.170
12. (#20) Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing - +36.548
13. (#27) Robert Frijns, Andretti Formula E - +36.826
14. (#47) Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing - +36.972
15. (#28) Antonio Felix da Costa, Andretti Formula E - +39.720
16. (#3) Nelsinho Piquet, NEXTEV NIO - +46.751
17. (#88) Oliver Turvey, NEXTEV NIO - +49.116
18. (#5) Maro Engel, Venturi Formula E - +1:33.530
19. (#6) Loic Duval, Faraday Future Dragon Racing - +3 voltas
** Não classificados **
(#8) Nicolas Prost, Renault e.Dams
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - Formula E 2017 

FORMULA 1

 Sebastian Vettel vence com tranquilidade na Hungria e amplia a liderança.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A Mercedes não teve resposta para o desempenho superior da Ferrari. Sebastian Vettel dominou amplamente a corrida da largada até a bandeira quadrículada com muita tranquilidade. Kimi Räikkonen chegou em segundo e Valtteri Bottas da Mercedes em terceiro depois de ganhar a posição de Lewis Hamilton na última volta. Max Verstappen da Red Bull foi penalizado em 10 segundos por ter batido no carro do seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo, mas mesmo assim ficou na quinta colocação. Fernando Alonso conquistou o melhor resultado da temporada para a McLaren terminando na P6, ele acabou levando a melhor após uma longa batalha com a Toro Rosso de Carlos Sainz. No inicio da corrida as duas Ferraris sumiram da vista dos outros pilotos, Bottas fez uma ótima largada e pulou para a P3 enquanto que Lewis Hamilton caiu para a P5 ficando atrás de Verstappen. Quando Lewis Hamilton começou a melhorar o seu desempenho com pneus macios a equipe deu a ordem para Bottas deixá-lo ultrapassar. Hamilton começou a diminuir a diferença para Räikkonen. Räikkonen estava mais rápido do que Vettel e chegou a comentar pelo rádio que seria melhor Vettel deixá-lo ultrapassar para que ele não tivesse que lhe dar com a pressão da Mercedes de Hamilton. No final da corrida a equipe Mercedes cumpriu o que prometeu para Bottas, deu a ordem para que Hamilton deixasse ele passar para reconquistar o seu lugar no pódio. A vitória de Vettel aumentou a diferença na tabela de classificação. Vettel tem agora 202 pontos contra 188 de Hamilton, uma diferença de 14 pontos. Valtteri Bottas corre por fora na disputa e está em terceiro com 169 pontos. Com o excelente resultado conquistado por Alonso, a McLaren finalmente supera a equipe Sauber e deixa a lanterna do campeonato. 

F1: Grande Prêmio da Hungria - Final
1. (#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 70 voltas, 1:39:46.713 (25 pontos)
2. (#7) Kimi Räikkonen, Ferrari - +0.908 (18 pontos)
3. (#77) Valtteri Bottas, Mercedes - +12.462 (15 pontos)
4. (#44) Lewis Hamilton, Mercedes - +12.885 (12 pontos)
5. (#33) Max Verstappen, Red Bull - +13.276 (10 pontos)
6. (#14) Fernando Alonso, McLaren - +71.223 (8 pontos)
7. (#55) Carlos Sainz, Toro Rosso - +1 volta (6 pontos)
8. (#11) Sergio Perez, Force India - +1 volta (4 pontos)
9. (#31) Esteban Ocon, Force India -  +1 volta (2 pontos)
10. (#2) Stoffel Vandoorne, McLaren - +1 volta (1 ponto)
11. (#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso - +1 volta
12. (#30) Jolyon Palmer, Renault - +1 volta
13. (#20) Kevin Magnussen, Team Haas - +1 volta
14. (#18) Lance Stroll, Williams - +1 volta
15. (#94) Pascal Wehrlein, Sauber - +2 voltas
16. (#9) Marcus Ericsson, Sauber - +2 voltas
17. (#27) Nico Hulkenberg, Renault - abandono
** Não classificados **
(#40) Paul Di Resta, Williams
(#8) Romain Grosjean, Team Haas
(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - Formula 1 2017

NASCAR XFINITY SERIES

Ryan Preece conquista a sua primeira vitória na Nascar em Iowa.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A história não poderia ter sido melhor para Ryan Preece, contratado para correr apenas duas etapas pela Joe Gibb's Racing, Preece ficou em segundo na sua primeira corrida (New Hampshire) e nesse sábado entrou para a história vencendo a prova de Pocono. Preece aguentou uma enorme pressão de Kyle Benjamin e cruzou a linha de chegada em primeiro. Preece que correu a temporada inteira do ano passado, nessa temporada acertou com a JGR apenas duas corridas. Preece conquistou a sua primeira pole da carreira no sábado com uma média de velocidade de 130.857 mph. No primeiro estágio da corrida Preece venceu de ponta a ponta com um carro muito veloz e dominante. No segundo estágio durante uma parada ele voltou para a pista na sexta colocação, mas rapidamente ele já estava lutando pela primeira posição. Justin Allgaier suportou a pressão dele e venceu o segundo estágio. Com 80 voltas para terminar a corrida os pilotos enfrentaram um dilema quando Spencer Gallagher acertou o muro e causou mais uma bandeira amarela. Todo os pilotos da frente entraram para mais uma troca de pneus e reabastecimento, apenas Justin Allgaier ficou na pista. A estratégia de Allgaier não deu certo, depois da relargada ele caiu de primeiro para sétimo e depois para a 15° colocação.  O líder do campeonato, Elliott Sadler esteve próximo do pelotão de frente a maior parte da prova, mas acabou na P12. Ele ainda mantem a liderança com 54 pontos à frente de William Byron que terminou na P9. 

NASCAR XFINITY SERIES: IOWA - FINAL
1. (#20) Ryan Preece, Toyota - 254 voltas
2. (#18) Kyle Benjamin, Toyota - 254 voltas
3. (#3) Brian Scott, Chevrolet - 254 voltas
4. (#48) Brennan Poole, Chevrolet - 254 voltas
5. (#00) Cole Custer, Ford - 254 voltas
6. (#14) JJ Yeley, Toyota - 254 voltas
7. (#21) Daniel Hemric, Chevrolet - 254 voltas
8. (#11) Blake Koch, Chevrolet - 254 voltas
9. (#9) William Byron, Chevrolet - 254 voltas
10. (#33) Brandon Jones, Chevrolet - 254 voltas
11. (#96) Brett Moffitt, Chevrolet - 254 voltas
12. (#1) Elliott Sadler, Chevrolet - 254 voltas
13. (#62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 254 voltas
14. (#39) Ryan Sieg, Chevrolet - 254 voltas
15. (#01) Harrison Rhodes, Chevrolet - 254 voltas
16. (#60) Ty Majeski, Ford - 254 voltas
17. (#28) Dakoda Armstrong, Toyota - 254 voltas
18. (#4) Ross Chastain, Chevrolet - 254 voltas
19. (#19) Matt Tifft, Toyota - 253 voltas
20. (#7) Justin Allgaier, Chevrolet - 252 voltas
21. (#16) Ryan Reed, Ford - 252 voltas
22. (#8) BJ McLeod, Chevrolet - 252 voltas
23. (#2) Ben Kennedy, Chevrolet - 251 voltas
24. (#52) Joey Gase, Chevrolet - 249 voltas
25. (#24) Dylan Lupton, Toyota - 249 voltas
26. (#99) David Starr, Chevrolet - 249 voltas
27. (#78) Tommy Joe Martins, Chevrolet - 249 voltas
28. (#51) Jeremy Clements, Chevrolet - 249 voltas
29. (#90) Brandon Brown, Chevrolet - 248 voltas
30. (#07) Ray Black Jr., Chevrolet - 247 voltas
31. (#74) Mike Harmon, Dodge - 243 voltas
32. (#40) Stan Mullis, Chevrolet - 241 voltas
33. (#5) Michael Annett, Chevrolet - 233 voltas
34. (#22) Sam Hornish Jr., Ford - 229 voltas **acidente
35. (#0) Garrett Smithley, Chevrolet - 218 voltas **acidente
36. (#42) Tyler Reddick, Chevrolet - 218 voltas
37. (#23) Spencer Gallagher, Chevrolet - 170 voltas **acidente
38. (#89) Morgan Shepherd, Chevrolet - 46 voltas **handling
39. (#15) Reed Sorenson, Chevrolet - 9 voltas **transmissão
40. (#93) Jeff Green, Chevrolet - 3 voltas **vibração
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - Nascar Xfinity Series 2017

FORMULA E



Lucas Di Grassi vence em Montreal e fica muito próximo do título.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O brasileiro fez uma corrida perfeita na prova inaugural em Montreal no Hydro-Quebec Montreal ePrix, a última etapa da temporada. Largando da pole position Di Grassi entrou nessa prova 10 pontos atras do líder do campeonato Sebastién Buemi. Com os três pontos conquistados com a pole position a diferença caiu para sete pontos. Como Buemi bateu forte no treino livre e teve que trocar a bateria do seu carro, ele perdeu 10 posições no grid de largada e teve que largar na P12. Buemi largou muito mal chegou a tocar o seu carro no carro de Robert Frijns e caiu para a P16. Enquanto Lucas liderava com tranquilidade Buemi fazia uma grande corrida de recuperação ganhando várias posições e chegando na P10  na metade da prova. Nick Heidfeld da Mahindra Racing e Loic Duval da Faraday Future Dragon Racing se chocaram quando Heidfeld tentou ultrapassar Duval. Heidfels se deu mal pois a suspensão dianteira do seu carro quebrou e ele ficou parado na pista obrigando a entrada do carro de segurança. Como a janela de trocas obrigatórias dos carros já estava aberta, alguns pilotos optaram por entrarem para as trocas sob bandeira amarela. O companheiro de equipe do brasileiro Daniel Abt entrou na frente de Buemi que pressionou bastante o piloto alemão. Na saída Buemi saiu na frente e Abt quase bateu o seu carro na traseira do carro de Buemi quando eles saiam dos boxes. Felix Rosenqvist fez uma parada muito lenta custando-lhe o terceiro lugar que ficou para o piloto da Techeetah Jean-Eric Vergne. Vergne ainda superou o seu companheiro de equipe Stephane Sarrazin e assumiu a P2, Lucas estava tranquilo na frente com confortáveis seis segundos de vantagem. Infelizmente para o brasileiro essa diferença desapareceu quando o piloto argentino Jose Maria Lopez forçou demais o seu carro numa curva rodou e bateu contra o muro, trazendo mais uma bandeira amarela para a prova. Na relargada Lucas usou o Fan Boost e não permitiu que Vergen ultrapassasse. Vergne até diminuiu a diferença mas não conseguiu em nenhum momento ultrapassar o brasileiro que cruzou a linha de chegada em primeiro e conquistou 28 pontos importantíssimos para a disputa do titulo. Foi apenas a segunda vitória de Lucas na temporada que agora entra nessa última corrida de domingo como líder do campeonato. Buemi fez uma corrida épica, ele chegou a disputar lado a lado com Sarrazin uma vaga no pódio na última vaga, mas teve que se contentar com a P4. Infelizmente após a prova a direção da FIA constatou que o seu segundo carro estava mais leve do que o permitido e ele simplesmente foi eliminado da prova. Com isso as chances de título para o brasileiro aumentaram bastante, Lucas tem agora 18 pontos de vantagem sobre Buemi, ele nem precisa vencer a corrida. Teremos 29 pontos em jogo, mas para o brasileiro basta uma boa colocação no pelotão de frente para a conquista do título. A corrida acontece nesse domingo as 16 horas com transmissão ao vivo pelo canal Fox Sports.

Fórmula E: Hydro-Quebec Montreal ePrix - Corrida 1
1 Lucas di Grassi, Abt Schaeffler Audi Sport 56’55:592
2 Jean-Eric Vergne, TECHEETAH +0.350
3 Stephane Sarrazin, TECHEETAH +7.869
4 Daniel Abt, Abt Schaeffler Audi Sport +8.592
5 Sam Bird, DS Virgin Racing +8.913
6 Nico Prost, Renault e.dams +10.058
7 Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing +10.457
8 Robin Frijns, Andretti +15.836
9 Felix Rosenqvist, Mahindra +16.764
10 Tom Dillmann, Venturi +19.320
11 Jerome D’Ambrosio, Faraday Future Dragon Racing +20.229
12 Maro Engel, Venturi +22.314
13 Nelson Piquet Jr, NextEV NIO +23.145
14 Antonio Felix da Costa, Andretti +34.786
15 Oliver Turvey, NextEV NIO +46.996
16 Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing +49.612
**Abandono- Loic Duval, Faraday Future Dragon Racing 26 laps
**Abandono- Jose Maria Lopez, DS Virgin Racing 23 laps
**Abandono- Nick Heidfeld, Mahindra 13 laps
**Desclassificado- Sebastien Buemi, Renault e.dams
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - Formula E 2017

sábado, 29 de julho de 2017

FORMULA 1




Sebastian Vettel conquista a sua 48° pole da carreira na Hungria
por Luis Fernando Soares de Almeida

No Q1 Sebastian Vettel da Ferrari fez a melhor volta com 1:17.244, seguido de Max Verstappen da Red Bull e Kimi Räikkonen da Ferrari. Os eliminados na primeira parte do treino foram Lance Stroll da Williams (P17), Kevin Magnussen da Haas (P16), Marcus Ericsson (P18) e Pascal Wehrlein da (P20) Sauber e Paul Di Resta da Williams na P19. Di Resta está substituindo o brasileiro Felipe Massa que contraiu alguma doença e não vai participar da corrida. Na segunda parte do treino, o Q2, Lewis Hamilton da Mercedes pela primeira vez no final de semana foi o mais rápido e com um novo recorde da pista 1:16.693, Vettel foi o segundo e Verstappen o terceiro. Os eliminados no Q2 foram Jolyon Palmer da Renault (P11), Esteban Ocon da Force India (P12), Daniil Kvyat da Toro Rosso (P13), Sergio Perez da Force India (P14) e Romain Grosjean da Haas (P15). Vettel abriu o Q3 com uma volta de 1:16.276 quebrando mais uma vez o recorde da pista. Bottas marcou o segundo tempo com 1:16.631 e Ricciardo da Red Bull o terceiro com 1:16.876. Verstappen na sua primeira tentativa pulou para a P3 com uma volta de 1:16.797. Com pouco mais de 3 minutos para terminar o treino Hamilton saiu dos boxes e foi para a sua última tentativa para conquistar a pole. Hamilton abriu a sua volta rápida e reclamou pelo rádio com a sua equipe que o carro tinha muita vibração. Na primeira tentativa ele pulou para a P3 com 1:16.693. Bottas melhorou o seu tempo pulando para a P2. Vettel não melhorou o seu tempo mas a primeira volta no Q3 foi suficiente para garantir mais uma pole position. Kimi Räikkonen com uma excelente volta de 1:16.444 garantiu a sua posição na primeira fila na P2. Confira abaixo como ficou o grid de largada para o GP da Hungria. 

F1: Grande Prêmio da Hungria - Grid de Largada
------------------------------------------------------Q3
1. (#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 1:16.276
2. (#7) Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:16.444
3. (#77) Valtteri Bottas, Mercedes - 1:16.530
4. (#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:16.693
5. (#33) Max Verstappen, Red Bull - 1:16.797
6. (#3) Daniel Ricciardo, Red Bull - 1:16.818
7. (#27) Nico Hulkenberg, Renault - 1:17.468
8. (#14) Fernando Alonso, McLaren - 1:17.549
9. (#2) Stoffel Vandoorne, McLaren - 1:17.894
10. (#55) Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:18.311
------------------------------------------------------Q2
11. (#30) Jolyon Palmer, Renault - 1:18.415
12. (#31) Esteban Ocon, Force India - 1:18.495
13. (#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:18.538
14. (#11) Sergio Perez, Force India - 1:18.639
15. (#8) Romain Grosjean, Team Haas - 1:18.771
-------------------------------------------------------Q1
16. (#20) Kevin Magnussen, Tem Haas - 1:19.095
17. (#18) Lance Stroll, Williams - 1:19.102
18. (#94) Pascal Wehrlein, Sauber - 1:19.839
19. (#40) Paul Di Resta, Williams - 1:19.868
20. (#9) Marcus Ericsson, Sauber - 1:19.972
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - Formula 1 2017

SUPERCARS AUSTRÁLIA

Scott McLaughlin vence em Coates Hire Ipswich.
por Luis Fernando Soares de Almeida

McLaughlin conquistou a sua sexta vitória da temporada em Coates Hire e aumentou a sua liderança no campeonato. O pole position McLaughlin não deve vida fácil na corrida, logo após a largada ele foi superado na curva 1 para Craig Lowndes. Não demorou mais do que três voltas para Scott McLaughlin reassumir a liderança ultrapassando Lowndes que entrou para a troca de pneus na volta seguinte. Essa parada mais cedo de Lowndes fez com que ele reassumisse a liderança novamente quando McLaughlin entrou para a sua troca na volta 7. Seis voltas mais tarde McLaughlin que teve o carro mais rápido do dia ultrapassou novamente Lowndes assumindo a ponta da corrida e de lá não saiu mais. A diferença no campeonato agora para o segundo colocado, Jamie Whincup é de 111 pontos. O desgaste acentuado dos pneus nessa pista fez com a estratégias de paradas nox boxes fosse crucial, quem parou muito cedo foi obrigado a suportar esse desgaste no final da prova. Lowndes caiu para a P5 deixando Chaz Mostert cruzar a linha de chegada na P2. Shane van Gisbergen que parou mais tarde e teve um melhor jogo de pneus no final foi recompensado com o terceiro lugar no pódio. Jamie Whincup que sofreu uma penalização e largou na 14° colocação, teve ainda uma parada desastrosa nos boxes e terminou a corrida apenas na P20. A segunda corrida acontece nesse domingo. Confira abaixo o resultado da 15° prova da temporada.

Supercars: 15° Corrida - Coates Hire Ipswich - Final
1. (#17) Scott McLaughlin, Ford Falcon FG/X - 39 voltas
2. (#55) Chaz Mostert, Ford Falcon FG/X - 39 voltas
3. (#97) Shane van Gisbergen, Holden Commodore VF - 39 voltas
4. (#14) Tim Salde, Holden Commodore VF - 39 voltas
5. (#888) Craig Lowndes, Holden Commodore VF - 39 voltas
6. (#12) Fabian Coulthard, Ford Falcon FG/X - 39 voltas
7. (#8) Nick Percat, Holden Commodore VF - 39 voltas
8. (#15) Rick Kelly, Nissan Altima - 39 voltas
9. (#5) Mark Winterbottom, Ford Falcon FG/X - 39 voltas
10. (#9) David Reynolds, Holden Commodore VF - 39 voltas
11. (#33) Garth Tander, Holden Commodore VF - 39 voltas
12. (#18) Lee Holdsworth, Holden Commodore VF - 39 voltas
13. (#2) Scott Pye, Holden Commodore VF - 39 voltas
14. (#22) James Courtney, Holden Commodore VF - 39 voltas
15. (#23) Michael Caruso, Nissan Altima - 39 voltas
16. (#6) Cameron Waters, Ford Falcon FG/X - 39 voltas
17. (#19) Will Davison, Holden Commodore VF - 39 voltas
18. (#7) Todd Kelly, Nissan Altima - 39 voltas
19. (#28) Jack Le Brocq, Nissan Altima - 39 voltas
20. (#88) Jamie Whincup, Holden Commodore VF - 39 voltas
21. (#21) Tim Blanchard, Holden Commodore VF - 39 voltas
22. (#35) Todd Hazelwood, Holden Commodore VF - 39 voltas
23. (#99) Dale Wood, Holden Commodore VF - 39 voltas
24. (#31) James Golding, Holden Commodore VF - 39 voltas
25. (#26) Shae Davies, Nissan Altima - 39 voltas
26. (#3) Alex Davison, Holden Commodore VF - 39 voltas
27. (#78) Simona De Silvestro, Nissan Altima - 37 voltas
28. (#34) James Moffat, Holden Commodore VF - 31 voltas
** Não classificados **
(#56) Jason Bright, Ford Falcon FG/X - 0 voltas
(#62) Alex Rullo, Holden Commodore VF - 0 voltas
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -  Supercars 2017

FORMULA 1

Sebastian Vettel da Ferrari reage na Hungria e fica em primeiro.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Após os dois primeiros treinos livres de dominio absoluto da Red Bull do australiano Daniel Ricciardo, hoje cedo no terceiro treino livre a Ferrari dominou. Sebastian Vettel bateu o recorde da pista com uma volta de 1:17.017. Kimi Räikkonen (1:17.492) ficou em segundo e Valtteri Bottas (1:17.914) da Mercedes na P3. Outros destaques do treino foram o desempenho dos dois carros da McLaren e da Renault. Vandoorne ficou na P6 e Alonso na P9 enquanto que Hulkenberg ficou na P7 e Palmer na P10. O treino que define o grid de largada acontece ainda hoje as 9:00 horas de Brasília. 

F1: Grande Prêmio da Hungria - FP3 - Final
1. (#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 1:17.017
2. (#7) Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:17.492
3. (#77) Valtteri Bottas, Mercedes - 1:17.914
4. (#33) Max Verstappen, Red Bull - 1:18.194
5. (#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:18.434
6. (#2) Stoffel Vandoorne, McLaren - 1:18.638
7. (#27) Nico Hulkenberg, Renault - 1:18.699
8. (#3) Daniel Ricciardo, Red Bull - 1:18.714
9. (#14) Fernando Alonso, McLaren - 1:18.884
10. (#30) Jolyon Palmer, Renault - 1:18.956
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
11. (#55) Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:19.300
12. (#31) Esteban Ocon, Force India -1:19.352
13. (#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:19.455
14. (#11) Sergio Perez, Force India - 1:19.609
15. (#8) Romain Grosjean, Team Haas - 1:19.622
16. (#20) Kevin Magnussen, Team Haas - 1:19.895
17. (#19) Felipe Massa, Williams - 1:20.255
18. (#18) Lance Stroll, Williams - 1:20.379
19. (#94) Pascal Wehrlein, Sauber - 1:20.446
20. (#9) Marcus Ericsson, Sauber - 1:20.748
- - - - - - - - - - - - - - - - - - Formula 1 2017

sexta-feira, 28 de julho de 2017

FORMULA 1

Red Bull domina os dois primeiros treinos livres na Hungria.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O australiano Daniel Ricciardo da Red Bull foi o mais rápido nos dois primeiros treinos livres para o Grande Prêmio da Hungria nessa sexta (28/07). Confira abaixo o resultado completo dos dois treinos. A Ferrari foi o maior adversário da Red Bull de Ricciardo, Kimi Räikkonen foi P2 no primeiro treino e Vettel foi o P2 no segundo. 

F1: GP DA HUNGRIA - FP1
1. (#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Tag Heuer - 1:18.486
2. (#7) Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:18.720
3. (#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:18.858
4. (#33) Max Verstappen, Red Bull Tag Heuer - 1:19.162
5. (#77) Valtteri Bottas, Mercedes - 1:19.248
6. (#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 1:19.563
7. (#14) Fernando Alonso, McLaren Honda - 1:19.987
8. (#2) Stoffel Vandoorne, McLaren Honda - 1:20.005
9. (#27) Nico Hulkenberg, Renault - 1:20.150
10. (#30) Jolyon Palmer, Renault - 1:20.461
11. (#19) Felipe Massa, Williams Mercedes - 1:20.540
12. (#11) Sergio Perez, Force India Mercedes - 1:20.574
13. (#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:20.780
14. (#55) Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:20.917
15. (#18) Lance Stroll, Williams Mercedes - 1:20.974
16. (#8) Romain Grosjean, Team Haas Ferrari - 1:21.313
17. (#34) Alfonso Celis, Force India Mercedes - 1:21.602
18. (#9) Marcus Ericsson, Sauber Ferrari - 1:21.785
19. (#50) Antonio Giovinazzi, Team Haas Ferrari - 1:22.251
20. (#94) Pascal Wehrlein, Sauber Ferrari - 1:22.490
F1: GP DA HUNGRIA - FP2
1. (#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Tag Heuer - 1:18.455
2. (#5) Sebastian Vettel, Ferrari - 1:18.638
3. (#77) Valtteri Bottas, Mercedes - 1:18.656
4. (#7) Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:18.755
5. (#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:18.779
6. (#33) Max Verstappen, Red Bull Tag Heuer - 1:18.951
7. (#27) Nico Hulkenberg, Renault - 1:19.714
8. (#14) Fernando Alonso, McLaren Honda - 1:19.815
9. (#55) Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:19.834
10. (#2) Stoffel Vandoorne, McLaren Honda - 1:19.909
11. (#31) Esteban Ocon, Force India Mercedes - 1:20.126
12. (#11) Sergio Perez, Force India Mercedes - 1:20.266
13. (#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:20.577
14. (#18) Lance Stroll, Williams Mercedes - 1:20.791
15. (#19) Felipe Massa, Williams Mercedes - 1:20.869
16. (#30) Jolyon Palmer, Renault - 1:21.175
17. (#20) Kevin Magnussen, Team Haas Ferrari - 1:21.345
18. (#8) Romain Grosjean, Team Haas Ferrari - 1:21.504
19. (#9) Marcus Ericsson, Sauber Ferrari - 1:21.559
20. (#94) Pascal Wehrlein, Sauber Ferrari - 1:21.722
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Formula 1 2017

quarta-feira, 26 de julho de 2017

WEATHERTECH SPORSTCAR

 Porsche domina a prova da Weathertech em Lime Rock.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Os dois carros da equipe Porsche GT vieram de uma prova forte nas 24 Horas de Le Mans, e os dois carros chegaram nas duas primeiras posições na prova duas horas e quarenta minutos de sábado em Lime Rock pela WeatherTech Sportscar. Apenas as duas categorias de GT correram nesse sábado, a GTLe Mans (GTLM) e a GT Daytona (GTD). Patrick Pilet cruzou a linha de chegada com uma vantagem de 14.5 segundos à frente de Laurens Vanthoor no Porsche no.912 que Gianmaria Bruni dirigiu largando da pole position. Foi a primeira vitória do novo e revolucionário Porsche 911 RSR o primeiro da história da fábrica configurado com o motor posicionado à frente do eixo traseiro. O Porsche no.911 sempre esteve entre os três primeiros colocados ao longo da corrida. Werner largou na P3, mas logo na largada pulou para a segunda posição e ficou atrás de Bruni durante os primeiros 49 minutos de prova quando assumiu a liderança da corrida quando Bruni entrou para a sua primeira parada. Duas voltas mais tarde foi a vez de Werner parar para a troca de pneus, ele voltou para a pista na P3. Patrick Pilet assumiu a liderança pela primeira vez com 1 hora e 17 minutos de prova quando o primeiro ciclo de pit stops foram completados. Pilet perdeu a liderança quando ele entrou para a sua segunda parada nos boxes, mas recuperou a liderança quando Antonio Garcia fez a sua parada com o Corvette C7.R No.3 da equipe Corvette Racing. A partir dai ele não foi mais ameaçado e venceu com tranquilidade. Foi a nona vitória de Werner na história da IMSA, incluindo as conquistadas na GRAND-AM Rolex Sports Car Series e American Le Mans Series, e a terceira na WeatherTech. Depois de passar várias temporadas com a equipe RLL (BMW) ele se junto a equipe Porsche GT Team nessa temporada. Foi a primeira vitória da equipe Porsche GT desde Setembro do ano passado quando venceram no Circuito das Américas. No final da prova tivemos uma batalha incrivel pela terceira colocação do pódio entre Martin Tomczyk no BMW M6 No.24 da equipe RLL e Antonio Garcia no Corvette. No final por uma pequena margem a BMW levou a melhor. Ryan Briscoe e Richard Westbrook no Ford GT No.67 da equipe Chip Ganassi completaram o top 5 da corrida. A próxima etapa da WeatherTech Sportscar acontece no Circuito Road America em Elkhart Lake no dia seis de agosto, será mais uma corrida de 2 horas e 40 minutos com as quatro classes disponíveis na pista. 
~~~~~~~~~~~~~~~~WeatherTech Sporscar 2017 

segunda-feira, 24 de julho de 2017

AUTOBACS SUPER GT

 Keikki Kovalainen e Kohei Hirate conquistam a vitória em Sugo.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A quarta etapa do Super GT aconteceu nesse final de semana em Sugo. Na categoria principal a GT500 tivemos a vitória da dupla que esta defendendo o titulo do ano passado, Heikki Kovalainen e Kohei Hirate no Lexus LC500 No.1 da equipe Denso Kobelco Sard. Na GT300 a Mercedes conquistou a sua primeira vitória na categoria. O Mercedes AMG GT3 No.11 da equipe Gainer Tanax da dupla de pilotos Katsuyuki Hiranaki e Bjorn Wirdheim. O clima dificultou bastante o desempenho dos pilotos por causa da chuva intermitente que caiu durante toda a prova. Logo após a largada o carro No.25 VivaC 86 MC conduzido por Kenta Yamashita largou na pole e se manteve na frente. O primeiro safety car entrou na quinta volta quando o Honda NSX-GT No.17 da equipe KFTHIN sofreu um dano em sua traseira e começou a deixar partes pela pista. A corrida foi reiniciada na décima volta mas um novo acidente envolvendo os carros No. 19 WedsSport ADVAN LC500, o No.18 e o No.3 B-M AX NDDP GT-R (Kazuki Hoshino). O No.18 saiu da pista e ficou de fora da disputa. A luta pela liderança da corrida se intensificou quando o carro No.51 JMS P.MU LScorsa RCF F GT3 conduzido por Yuichi Nakayama e o No.65 LEON CVSTOS AMG de Haruki Kurosawa, os pneus Bridgestone desses dois carros se adaptaram perfeitamente as condições da pista. O carro No.1 que largou na P7 foi escalando o seu caminho para a liderança. Após mais um acidente e uma bandeira amarela, vários carros entraram para troca de pneus. Os carros No.65 na liderança, o No.1 na P2 e o No.55 na P3 ficaram na pista. Do meio da corrida até o seu final tivemos mais algumas entradas do carro de segurança inclusive por causa de dois carros do pelotão de frente que sairam da pista.  Na GT500 o Nissan GT-R Nismo no.46 da equipe S Road Craftsports GT-R da dupla de pilotos Satoshi Motoyama e Katsumasa Chiyo ficou na P2 e fechando o pódio  ficou o Lexus LC500 No.6 da equipe WAKO'S 4CR de Kazuya Oshima e Andrea Caldarelli. 

AUTOBACS SUPER GT500 - 4° ETAPA - SUGO - FINAL
1.(#1) Heikki Kovalainen/Kohei Hirate, Lexus LC500, Bridgestone - 81 voltas 
2.(#46) Satoshi Motoyama/Katsumasa Chiyo, Nissan GT-R Nismo, Michelin - 81 voltas
3.(#6) Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli, Lexus LC500, Bridgestone - 80 voltas
4.(#23) Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli, Nissan GT-R Nismo, Michelin - 80 voltas
5.(#8) Tomoki Nojiri/Takashi Kobayashi, Honda NSX GT, Bridgestone - 80 voltas
6.(#16) Hideki Mutoh/Daisuke Nakajima, Honda NSX GT, Yokohama - 80 voltas
7.(#36) Kazuki Nakajima/James Rossiter, Lexus LC500, Bridgestone - 80 voltas
8.(#64) Bertrand Baguette/Kosuke Matsuura, Honda NSX GT, Dunlop - 80 voltas
9.(#100) Naoki Yamamoto/Takuya Izawa, Honda NSX GT, Bridgestone - 79 voltas
10.(#37) Ryo Hirakawa/Nick Cassidy, Lexus LC500, Bridgestone - 79 voltas
11.(#12) Hironobu Yasuda/Jann Mardenborough, Nissan GT-R Nismo, Bridgestone - 78 voltas
12.(#19) Yuhi Sekiguchi/Yuji Kunimoto, Lexus LC500, Yokohama - 77 voltas
13.(#38) Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura, Lexus LC500, Bridgestone - 76 voltas
**Não classificados**
(#24) Daiki Sasaki/João Paulo Oliveira, Nissan GT-R Nismo, Yokohama - 34 voltas
(#17) Koudai Tsukakoshi/Takashi Kogure, Honda NSX GT, Bridgestone - 2 voltas

ATUTOBACS SUPER GT300 - 4° ETAPA - SUGO - FINAL
1.(#11) Katsuyuki Hiranaka/Bjorn Wirdkeim, Mercedes-AMG GT3, Dunlop - 77 voltas
2.(#50) Akihiro Tsuzuki/Morio Nitta, Ferrari 488 GT3, Yokohama - 77 voltas
3.(#25) Takamitsu Matsui/Kenta Yamashita, Toyota 86 MC-V8, Yokohama - 76 voltas
4.(#4) Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka, Mercedes-AMG GT, Yokohama - 76 voltas
5.(#60) Akira Iida/Hiroki Yoshimoto, Lexus RCF GT3, Yokohama - 76 voltas
6.(#31) Koki Saga/Rintaro Kubo, Toyota Prius-RV8K, Bridgestone - 76 voltas
7.(#65) Haruki Kurosawa/Naoya Gamou, Mercedes-AMG GT, Bridgestone - 76 voltas
8.(#3) Kazuki Hoshino/Mitsunori Takaboshi, Nissan GT-R GT3, Yokohama - 76 voltas
9.(#61) Takuto Iguchi/Hideki Yamauchi, Subaru BRZ GT3, Dunlop - 76 voltas
10.(#9) Jono Lester/Kyosuke Mineo, Porsche 911 GT3 R, Yokohama - 76 voltas
11.(#360) Yusaku Shibata/Takayuki Aoki, Nissan GT-R Nismo GT3, Yokohama - 76 voltas
12.(#5) Natsu Sakaguchi/Kiyoto Fujinami, Toyota 86 MC-V8, Yokohama - 76 voltas
13.(#51) Yuichi Nakayama/Sho Tsuboi, Lexus RC F GT3, Bridgestone - 76 voltas
14.(#52) Taku Bamba/Shigekazu Wakisaka, Toyota Mark X MC, Yokohama - 76 voltas
15.(#33) Tomonobu Fuji/Yuya Motojima, Porsche 911 GT3 R, Yokohama - 76 voltas
16.(#7) Jorg Müller/Seiji Ara, BMW M6 GT3, Yokohama - 75 voltas
17.(#18) Yuhki Nakayama/Shintaro Kawabata, Toyota 86 MC-V8, Yokohama - 74 voltas
18.(#26) Shinnosuke Yamada/Jake Parsons, Audi R8 LMS, Yokohama - 73 voltas
19.(#87) Shinya Hosokawa/Kimiya Sato, Lamborghini Huracan GT3, Yokohama - 72 voltas
20.(#21) Richard Lyons/Masataka Yanagida, Audi R8 LMS, Dunlop - 71 voltas
21.(#10) Ryuichiro Tomita/Hiroki Yoshida, Nissan GT-R Nismo GT3, Dunlop - 70 voltas
22.(#48) Hiroshi Takamon/Masaki Tanaka, Nissan GT-R Nismo GT3, Yokohama - 68 voltas
23.(#30) Hiroaki Nagai/Kota Sasaki, Toyota Prius RV8K, Yokohama - 48 voltas
**Não classificados**
(#2) Kazuho Takahashi/Hiroki Katoh, Lotus Evora MC, Yokohama - 48 voltas
(#55) Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw, BMW M6 GT3, Bridgestone - 45 voltas
(#111) Keishi Ishikawa/Ryosei Yamashita, Mercedes-AMG GT, Yokohama - 38 voltas
(#88) Manabu Orido/Kazuki Hiramine, Lamborghini Huracan GT3, Yokohama - 26 voltas
(#35) N. Charoes/nsukhawatana/N. Hortongkum, Toyota 86 MC, Yokohama - 4 voltas
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Autobacs Super GT 2017

STOCK CAR

 Felipe Fraga e Gabriel Casagrande são os vencedores em Curvelo.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A região central do interior de MInas Gerais recebeu pela segunda vez uma etapa da Stockcar, a principal categoria do automobilismo brasileiro. Na primeira corrida de domingo Felipe Fraga da equipe Cimed largou na pole position e venceu de ponta a ponta sem ser ameaçado. Daniel Serra que estava em segundo teria uma única chance durante a parada obrigatória, mas apesar de ter feito uma parada até mais rápido do que Felipe Fraga não foi suficiente para superar o garoto na pista. Ricardo Maurício completou o pódio da primeira corrida. A grande batalha da primeira prova fo protagonizada por Ricardo Mauricio e Ricardo Zonta que se alternaram na P3, no final Mauricio levou a vantagem cruzando milésimos de segundos na frente de Zonta. Na segunda corrida Gabriel Casagrande conquistou a sua primeira vitória na categoria. Largando na pole por causa do grid invertido, Casagrande segurou a pressão de Thiago Camilo no inicio da prova e se manteve na liderança até o final da corrida. Thiago Camilo cruzou em segundo e completando o pódio veio Átila Abreu na P3.  

STOCK CAR: CURVELO - CORRIDA 1 - FINAL
1. (#40) Felipe Fraga, Cimed Racing Team - 41:56.996
2. (#20) Daniel Serra, Eurofarma RC - +1.610
3. (#90) Ricardo Maurício, Eurofarma RC - +2.597
4. (#10) Ricardo Zonta, Shell Racing - +2.607
5. (#65) Max Wilson, RCM Motorsport - +5.548
6. (#4) Julio Campos, Prati-Donaduzzi Racing - +6.668
7. (#0) Cacá Bueno, Cimed Racing Team - +7.314
8. (#21) Thiago Camilo, Ipiranga Racing - +7.679
9. (#9) Rafael Suzuki, Cavaleiro Sports - +8.221
10. (#83) Gabriel Casagrande, Vogel Motorsport - +8.468
11. (#110) Felipe Lapenna, Cavaleiro Sports - +8.813
12. (#51) Átila Abreu, Shell Racing - +9.643
13. (#46) Vitor Genz, Eisenbahn Racing Team - +10.098
14. (#18) Allam Khodair, Full Time Sports - +10.607
15. (#5) Denis Navarro, Cimed Racing Team - +11.583
16. (#80) Marcos Gomes, Cimed Racing Team - +12.439
17. (#117) Guilherme Salas, Vogel Motorsport - +12.999
18. (#73) Sergio Jimenez, Bardahl Hot Car - +13.573
19. (#25) Tuka Rocha, RCM Motorsport - +15.455
20. (#1) Antonio Pizzonai, Prat-Donaduzzi Racing - +16.515
21. (#31) Marcio Campos, Blau Motorsport - +28.376
22. (#9) Guga Lima, Bardahl Hot Car - +13.573
23. (#3) Bia Figueiredo, Full Time Academy - +1 volta
24. (#77) Valdeno Brito, Eisenbahn Racing Team - +1 volta
25. (#30) César Ramos, Blau Motorsport - +6 voltas
26. (#44) Betinho Valério, Hero Motorsport - +7 voltas
27. (#28) Galid Osman, Ipiranga Racing - +12 voltas
28. (#111) Rubens Barrichello, Full Time Sports - +13 voltas
29. (#70) Diego Nunes, Hero Motorsport - +24 voltas
30. (#12) Lucas Foresti, Full Time Academy - +26 voltas

STOCK CAR: CURVELO - CORRIDA 2 - FINAL
1. (#83) Gabriel Casagrande, Vogel Motorsport - 42:27.709
2. (#21) Thiago Camilo, Ipiranga Racing - +2.448
3. (#51) Átila Abreu, Shell Racing - +7.337
4. (#40) Felipe Fraga, Cimed Racing Team - +8.977
5. (#8) Rafael Suzuki, Cavaleiro Sports - +10.224
6. (#29) Daniel Serra, Eurofarma RC - +10.308
7. (#90) Ricardo Mauricio, Eurofarma RC - +11.799
8. (#0) Cacá Bueno, Cimed Racing Team - +12.915
9. (#65) Max Wilson, RCM Motorsport - +12.923
10. (#10) Ricardo Zonta, Shell Racing - +13.183
11. (#4) Julio Campos, Prati-Donaduzzi Racing - +16.215
12. (#5) Denis Navarro, Cimed Racing Team - +16.683
13. (#25) Tuka Rocha, RCM Motorsport - +28.515
14. (#111) Rubens Barrichello, Full Time Sports - +30.133
15. (#1) Antonio Pizzonia, Prati-Donaduzzi Racing - +33.158
16. (#73) Sergio Jimenez, Bardahl Hot Car - +33.717
17. (#46) Vitor Genz, Eisenbahn Racing Team - +36.152
18. (#44) Betinho Valério, Hero Motorsport - +41.118                
19. (#117) Guilherme Salas, Vogel Motorsport - +50.509
20. (#3) Bia Figueiredo, Full Time Academy - +1:02.560
21. (#28) Galid Osman, Ipiranga Racing - +1:02.835
22. (#80) Marcos Gomes, Cimed Racing - +1:07.610
23. (#31) Marcio Campos, Blau Motorsport - +5 voltas
24. (#9) Guga Lima, Bardahl Hot Car - +7 voltas
25. (#30) César Ramos, Blau Motorsport - +11 voltas
26. (#77) Valdeno Brito, Eisenbahn Racing Team - +11 voltas
27. (#18) Allam Khodair, Full Time Sports - +12 voltas
28. (#110) Felipe Lapenna, Cavaleiro Sports - +30 voltas
29. (#70) Diego Nunes, Hero Motorsport - +30 voltas
30. (#12) Lucas Foresti, Full Time Academy - +30 voltas
~~~~~~~~~~~~~~~~Stock Car 2017

domingo, 23 de julho de 2017

BRASILEIRO DE TURISMO

Marco Cozzi vence as duas corridas em Curvelo.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Marco Cozzi da equipe Rsports teve o carro mais rápido do final de semana, depois de vencer a primeira corrida no sábado, ele repetiu a dose no domingo. Largando na sexta posição na prova de hoje, Cozzi teve um desempenho espetacular com direito a uma ultrapassagem dupla quando ele estava em terceiro. Nesse momento ele assumiu a liderança e cruzou a linha de chegada com tranquilidade em primeiro com mais de 1 segundo de vantagem sobre o segundo colocado, Raphael Reis da W2 Racing. Completando o pódio vieram Gabriel Robe da equipe Motortech que chegou a liderar a prova em terceiro e Gaetano di Mauro na P4. Gaetano di Mauro com os dois pódios segue na liderança do campeonato com 107 pontos. 

BRASILEIRO DE TURISMO: CURVELO - 2° CORRIDA
1. (#23) Marco Cozzi, Rsports - 23 voltas
2. (#77) Raphael Reis, W2 Racing - +1.093
3. (#35) Gabriel Robe, Motortech - +2.151
4. (#11) Gaetano di Mauro, W2 Racing - +3.943
5. (#86) Gustavo Frigotto, RKL Competições - +5.953
6. (#7) Giulio Borlenghi, Full Time Academy - +6.011
7. (#120) Vitor Baptista, Full Time Academy - +6.404
8. (#777) Pedro Saderi, MRF Motorsport - +11.248
9. (#78) Lucas Peres, L3 Motorsports - +22.433
10. (#117) Gustavo Myasava, MRF Motorsport - +1 volta
11. (#177) Luca Milani, C2 Team - +1 volta
12. (#46) Tuca Antoniazzi, Motorsport - +1 volta
13. (#19) Mateus Muniz, Motortech - +2 voltas
14. (#17) Pietro Rimbano, RKL Competições - +6 voltas
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Brasileiro de Turismo 2017

NASCAR XFINITY SERIES

William Byron vence em Indianapolis pela Xfinity Series da Nascar.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Com um novo kit de competição a corrida de Indianapolis pela Xfinity Series nesse sábado teve muita disputa e 16 mudanças na liderança da corrida. No final Willam Byron sofreu uma pressão absurda de Paul Menard mas segurou a liderança e cruzou a linha de chegada em primeiro. Byron fez a ultrapassagem definitiva na volta 85 sobre o seu companheiro de equipe Elliott Sadler. Menard que estava na P4 fez duas ultrapassagens chegando na P2 entre ss voltas 90 e 96 mas não conseguiu ultrapssar William Byron que bloqueou todas as tentativas de Menard. Joey Logano terminou em terceiro. O líder na luta pelo título de Novato do Ano, Byron venceu a sua terceira corrida na temporada e cruzou a linha de chegada 0.108 segundos à frente de Menard. Byron com a vitória reduziu a diferença para o líder da temporada, Elliott Sadler para 40 pontos. Confira abaixo o resultado completo da prova de Indianapolis.

NASCAR XF SERIES: 18° ETAPA - INDIANAPOLIS - FINAL
1. (#9) William Byron, Chevrolet - 100 voltas
2. (#2) Paul Menard, Chevrolet - 100 voltas
3. (#22) Joey Logano, Ford - 100 voltas
4. (#1) Elliott Sadler, Chevrolet - 100 voltas
5. (#00) Cole Custer, Ford - 100 voltas
6. (#16) Ryan Reed, Ford - 100 voltas
7. (#48) Brennan Poole, Chevrolet - 100 voltas
8. (#21) Daniel Hemric, Chevrolet - 100 voltas
9. (#33) Brandon Jones, Chevrolet - 100 voltas
10. (#3) Ty Dillon, Chevrolet - 100 voltas
11. (#19) Matt Tifft, Toyota - 100 voltas
12. (#18) Kyle Busch, Toyota - 100 voltas
13. (#62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 100 voltas
14. (#39) Ryan Sieg, Chevrolet - 100 voltas
15. (#14) JJ Yeley, Toyota - 100 voltas
16. (#4) Ross Chastain, Chevrolet - 100 voltas
17. (#11) Blake Koch, Chevrolet - 100 voltas
18. (#96) Ben Kennedy, Chevrolet - 100 voltas
19. (#24) Jeb Burton, Toyota - 100 voltas
20. (#28) Dakoda Armstrong, Toyota - 99 voltas
21. (#0) Garrett Smithley, Chevrolet - 99 voltas
22. (#01) Harrison Rhodes, Chevrolet - 99 voltas
23. (#20) Erik Jones, Toyota - 99 voltas
24. (#07) Ray Black Jr., Chevrolet - 99 voltas
25. (#5) Michael Annett, Chevrolet - 99 voltas
26. (#78) Tommy Joe Martins, Chevrolet - 99 voltas
27. (#90) Mario Gosselin, Chevrolet - 99 voltas
28. (#23) Spencer Gallagher, Chevrolet - 99 voltas
29. (#99) David Starr, Chevrolet - 99 voltas
30. (#52) Joey Gase, Chevrolet - 98 voltas
31. (#51) Jeremy Clements, Chevrolet - 98 voltas
32. (#40) Chad Finchum, Dodge - 98 voltas
33. (#8) BJ McLeod, Chevrolet - 93 voltas
34. (#74) Mike Harmon, Dodge - 90 voltas *transmissão
35. (#7) Justin Allgaier, Chevrole - 86 voltas
36. (#13) Timmy Hill, Toyota - 40 voltas *engrenagem
37. (#42) Tyler Reddick, Chevrolet - 38 voltas *acidente
38. (#15) Reed Sorenson, Chevrolet - 23 voltas *vibração
39. (#89) Morgan Shepherd, Chevrolet - 22 voltas *motor
40. (#93) Jeff Green, Chevrolet - 9 voltas *vibração
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Ñascar Xfinity Series 2017

DTM


Rene Rast e Maro Engel vencem em Moscou pela DTM.
por Luis Fernando Soares de Almeida

No sábado, na primeira corrida do final de semana da etapa de Moscou René Rast (Audi) dominou a corrida do inicio ao fim. Largandn na pole position Rast manteve a liderança após a largada e venceu de ponta a ponta. Foi a segunda vitória de Rast na DTM. Apesar da lesão em um de seus pés pelo acidente em Norisring, Mike Rockenfeller chegou na P2,  e fechando o pódio da primeira corrida veio o atual campeão Marco Wittmann (BMW). O melhor Mercedes classificado na corrida foi o de Robert Wickens que ficou em quarto. O sueco Mattias Ekström terminou apenas na P8. Na volta de abertura ele tocou o seu carro com a BMW de Timo Glock e saiu da pista perdendo várias posições. Ekström fez a sua parada obrigatória na terceira volta e que lhe proporcionou terminar a corrida na zona de pontuação. Augusto Farfus(BMW) largou na P4 e foi logo pra cima de Mike Rockenfeller, Farfus forçou demais ultrapassando por fora e acabou se tocando com o Audi de Rockenfeller, o seu pneu dianteiro acabou furado na colisão arruinando a corrida do brasileiro. Na segunda corrida Maro Engel (Mercedes) conquistou a sua primeira vitória na DTM de maneira emocionante. A segunda corrida teve várias batalhas e muitas ultrapassagens. Engel fez a sua parada logo antes do término da primeira volta. O carro de segurança entrou na pista quando Maxime Martin saiu da pista e ficou parado na volta 5. Isso ajudou quem já tinha feito a sua parada, Engel, Marco Wittmann, Loic Duval e Tom Blomqvist. Mattias Ekström não teve um bom inicio de prova mas na parte final ele deu um show, foi ultrapassando todos os pilotos e chegando na segunda posição. Ekström se aproximou de Engel que teve sorte que isso aconteceu na parte final da corrida. Com a P2 Ekström reassume a liderança do campeonato. O canadense Bruno Spengler (BMW) completou o pódio chegando na terceira colocação. Mattias Ekström voltou a liderança com 113 pontos com René Rast colado nele com 112, Lucas Auer da Mercedes que conseguiu apenas 2 pontos nesse final de semana vem em terceiro com 97 pontos. 

DTM: 5° ETAPA - GRANDE PRÊMIO DE MOSCOU - CORRIDA 1
1. René Rast, Audi RS5 - 57:50.085, 38 voltas
2. Mike Rockenfeller, Audi RS5 - +00.770
3. Marco Wittmann, BMW M4 - +3.899
4. Robert Wickens, Mercedes-AMG C 63 - +6.098
5. Timo Glock, BMW M4 - +9.498
6. Lucas Auer, Mercedes-AMG C 63 - +14.663
7. Gary Paffett, Mercedes-AMG C 63 - +17.696
8. Mattias Ekström, Audi RS5  +17.795
9. Jamie Green, Audi RS5 - +24.310
10. Maro Engel, Mercedes-AMG C 63 - +25.329
11. Loic Duval, Audi RS5 - +25.876
12. Bruno Spengler, BMW M4 - +27.607
13. Edoardo Mortara, Mercedes-AMG C 63 - +29.359
14. Paul Di Resta, Mercedes-AMG C 63 - +29.384
15. Nico Müller, Audi RS5 - +29.727
16. Maxime Martin, BMW M4 - +30.201
17. Augusto Farfus, BMW M4 - +4 voltas
** Não classificados**
18. Tom Blomqvist, BMW M4 - +24 voltas

DTM: 5° ETAPA - GRANDE PRÊMIO DE MOSCOU - CORRIDA 2
1. Maro Engel, Mercedes-AMG C 63 - 56:41.087, 36 voltas
2. Mattias Ekström, Audi RS5 - +0.376
3. Bruno Spengler, BMW M4 - +3.981
4. René Rast, Audi RS5 - +4.702
5. Jamie Green, Audi RS5 - +5.410
6. Marco Wittmann, BMW M4 - +7.192
7. Mike Rockenfeller, Audi RS5 - +7.416
8. Tom Blomqvist, BMW M4 - +8.391
9. Lucas Auer, Mercedes-AMG C 63 - +8.564
10. Robert Wickens, Mercedes-AMG C 63 - +8.982
11. Gary Paffett, Mercedes-AMG C 63 - +9.267
12. Edoardo Mortara, Mercedes-AMG C 63 - +9.942
13. Augusto Farfus, BMW M4 - +10.919
14. Timo Glock, BMW M4 - +12.505
15. Loic Duval, Audi RS5 - +19.913
16. Nico Müller, Audi RS5 - +37.728
17. Paul Di Resta, Mercedes-AMG C 63 - +4 voltas
** Não classificados**
18. Maxime Martin, BMW M4 - 0 voltas
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~DTM 2017

quinta-feira, 20 de julho de 2017

NASCAR CW TRUCK SERIES

 Matt Crafton vence no 'Terrão' de Eldora.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Matta Crafton encerrou o seu longo jejum de vitória na Nascar na noite dessa quarta-feira (19/07) no circuito de terra de Eldora. Se aproveitando de uma relargada com apenas 18 voltas para terminar a prova, Crafton utilizou um traçado diferente na pista que nenhum piloto estava seguindo e se deu bem. Ele ultrapassou um veterano nesse tipo de pista, Stewart Friesen e venceu a corrida. Nas últimas 40 voltas da corrida Crafton pacientemente trilhou o caminho da sua vitória e se aproveitou muito bem de uma bandeira amarela na volta No. 127 ele se posicionou muito bem para desafiar Friesen que dominava a corrida até então. O pole position Stewart Friesen liderou pelo primeira vez uma corrida na Camping World Truck Series e aumentou para mais de 2 segundos a sua liderança quando um acidente envolvendo varios carros aconteceu na curva 3 na 19° volta. Sheldon Creed derrapou e pelo menos 6 trucks foram atingidos no acidente. Numa relargada na volta 33, Friesen se viu muito pressionado pelo bi-campeão da série Matt Crafton, os dois batalharam bastante até o final do estágio 1 vencido por Friesen. O inicio do estágio 2 foi marcado por duas trocas na liderança da corrida em apenas três voltas. Friesen pegou a liderança de volta de Crafton, mas duas voltas mais tarde foi ultrapassado por John Hunter Nemechek. Entretanto, Friesen mostrou que tinha o truck mais rápido da noite reassumindo a liderança na volta 53 e cruzando em primeiro no estágio 2. Durante o periodo de bandeira amarela no final do estágio 2, Friesen detectou um problema em um de seus pneus dianteiros, ele foi obrigado a fazer uma parada inesperada nos boxes. Ele voltou para a pista na P6 mas rapidamente reassumiu a liderança da corrida e quando parecia que venceria com facilidade apareceu o veterano Matt Crafton para estragar a festa. A próxima etapa da Truck Series da Nascar acontece no dia 29 desse mês em Pocono. 

NASCAR CWTS: ELDORA - RESULTADO FINAL
1. (#88) Matt Crafton, Toyota - 150 voltas
2. (#52) Stewart Friesen, Chevrolet - 150 voltas
3. (#29) Chase Briscoe, Ford - 150 voltas
4. (#98) Grant Enfinger, Toyota - 150 voltas
5. (#8) John Hunter Nemechek, Chevrolet - 150 voltas
6. (#63) Bobby Pierce, Chevrolet - 150 voltas
7. (#18) Noah Gragson, Toyota - 150 voltas
8. (#24) Justin Haley, Chevrolet - 150 voltas
9. (#4) Christopher Bell, Toyota - 150 voltas
10. (#19) Austin Cindric, Ford - 150 voltas
11. (#13) Cody Coughlin, Toyota - 150 voltas
12. (#99) Ty Dillon, Chevrolet - 150 voltas
13. (#6) Norm Benning, Chevrolet - 150 voltas
14. (#45) Jeffrey Abbey, Chevrolet - 150 voltas
15. (#51) Harrison Burton, Toyota - 150 voltas
16. (#49) Wendell Chavous, Chevrolet - 149 voltas
17. (#66) Ken Schrader, Chevrolet - 149 voltas
18. (#50) Mike Harmon, Chevrolet - 147 voltas
19. (#36) Chris Windom, Chevrolet - 146 voltas
20. (#16) Ryan Truex, Toyota - 146 voltas
21. (#83) JJ Yeley, Chevrolet - 146 voltas
22. (#10) Ray Ciccarelli, Chevrolet - 146 voltas
23. (#21) Johnny Sauter, Chevrolet - 143 voltas
24. (#1) Brandon Hightower, Chevrolet - 138 voltas
25. (#80) Justin Shipley, Ford - 121 voltas *motor
26. (#89) Rico Abreu, Toyota - 117 voltas *acidente
27. (#20) Sheldon Creed, Chevrolet - 80 voltas *super aquecimento
28. (#0) Korbin Forrister, Chevrolet - 44 voltas *acidente
29. (#02) Max Johnston, Chevrolet - 41 voltas *acidente
30. (#27) Ben Rhodes, Toyota - 40 voltas *acidente
31. (#33) Kaz Grala, Chevrolet - 34 voltas *acidente
32. (#75) Caleb Holman, Chevrolet - 12 voltas *transmissão
~~~~~~~~~~~~~~~~Nascar Camping World Truck Series 2017

terça-feira, 18 de julho de 2017

FIA WEC

 A Ferrari vence novamente em Nurburgring pela FIAWEC.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A Ferrari 488 GTE No. 51 da equipe AF Corse da dupla de pilotos James Calado e Alessandro Pier Guidi conquistou a primeira vitória da temporada no World Endurance Championship da FIA nesse domingo nas 6 Horas de Nurbrugring. Calado repetiu a vitória conquistada na temporada passada enquanto que Pier Guidi conquistou a sua primeira vitória na categoria LMGTE Pro. O piloto britânico assumiu a liderança com um movimento decisivo pra cima do Porsche No. 92 que liderava a corrida. Calado abriu uma vantagem confortável e entregou o carro para o seu parceiro Pier Guidi que não diminui o ritmo e cruzou a linha de chegada em primeiro com 50 segundos de vantagem sobre o segundo colocado. Com o novo modelo da Porsche o 911 RSR, a fabrica alemã conquistou a P2 e a P3 na corrida. O Porsche No. 91 de Fréderic Makowiecki e Richard Lietz ficou em segundo e o No. 92 de Kevin Estre e Michael Christensen em terceiro. Harry Tincknell e Andy Priaulx no Ford GT No. 62 terminaram na P5 o que foi suficiente para eles manterem a liderança no campeonato. A  vantagem é de apenas 11 pontos para Lietz e Makowiecki da Porsche. Na categoria LMGTE Am a vitória ficou com a equipe da casa Dempsey-Proto Racing com a Porsche. Crhistian Ried, Matteo Cairoli e Marvin Dienst seguraram a pressão da Ferrari e da Aston Martin e conquistaram a vitória em casa. A equipe Dempsey-Proton lutou duramente pela vitória quando perseguiam o Aston Martin Vantage de Pedro Lamy, Mathias Lauda e Paul Dalla Lana. No final a Ferrari de Miguel Molina, Francesco Castellacci e Thomas Flohr terminaram na P2 à frente da Aston Martin. 

FIAWEC: 6 HORAS DE NURBURGRING - FINAL
--CATEGORIA LMGTE PRO--
1.(#51) J. Calado/A. Pier Guidi, Ferrari 488 GTE - 179 voltas (15° no geral)
2.(#91) R. Lietz/F. Makowiecki, Porsche 911 RSR - +50.076 (16° no geral)
3.(#92) M. Christensen/K. Estre, Porsche 911 RSR - +8.760 (17° no geral)
4.(#95) N. Thiim/M. Sorensen, Aston Martin Vantage - +1 volta (18° no geral)
5.(#67) A. Priaulx/H. Tincknell, Ford GT - +15.336 (19° no geral)
6.(#66) S. Mücke/O. Pla, Ford GT - + 13.105 (20° no geral)
7.(#97) D. Turner/J. Adam/D. Serra, Aston Martin Vantage - +1 volta (21° no geral)
8.(#71) D. Rigon/T. Vilander, Ferrari 488 GTE - +32.366 (25° no geral)
--CATEGORA LMGTE AM--
1.(#77) C. Ried/M. Cairoli/M. Dienst, Porsche 911 RSR (991) - (22° no geral)
2.(#54) T. Flohr/F. Castellacci/M. Molina, Ferrari 488 GTE - (23° no geral)
3.(#98) P. Dalla Lana/P. Lamy/M. Lauda, Aston Martin V8 Vantage - +(24° no geral)
4.(#61) W. Mok/M. Griffin/K. Sawa, Ferrari 488 GTE - + (26° no geral)
5.(#86) M. Wainwright/B. Barker/N. Foster, Porsche 911 RSR (991) - + (27° no geral)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~FIA WEC 2017

segunda-feira, 17 de julho de 2017

FORMULA E

Depois de vencer no sábado Sam Bird repete a dose no domingo em Nova Iorque.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Seguindo a corrida inaugural de sábado Sam Bird da equipe DS Virgin Racing repetiu a vitória no domingo e se tornou apenas o segundo piloto na história da Fórmula E a conquistar duas vitórias num único final de semana. Bird conquistou a pole position para a corrida de domingo mas foi superado na largada por Felix Rosenqvist da Mahindra Racing. Durante os estágios iniciais da corrida Rosenqvist segurou a liderança. No Hairpin Bird fez uma linda ultrapassagem sobre Rosenqvist e dali em diante foi um passei até a bandeira quadriculada. Nem uma bandeira amarela provocada pelo seu companheiro de equipe Alex Lynn foi capaz de detê-lo, Bird cruzou a linha de chegada com 11 segundos de vantagem sobre o segundo colocado. Na metada da corrida, Felix Rosenqvist foi avisado pelo rádio que a sua equipe tinha detectado um problema na leitura da energia do carro, ele então cedeu a sua posição para Nick Heidfeld que estava em terceiro para uma possivel perseguição ao líder Sam Bird. Heidfeld não conseguiu se aproximar de Bird e Rosenqvist reassumiu a P2.  No final da corrida Pierre Gasly da equipe Renault e.Dams tinha mais energia do que os dois carros da Mahindra e partiu para cima deles, na última volta ele se chocou contra o carro de Heidfeld e bateu no muro quebrando a sua suspensão dianteira mesmo assim conseguiu cruzar a linha de chegada na P4. O brasileiro Lucas Di Grassi da ABT Schaeffler Audi Sport consequiu  chegar na P5 e conseguiu pontos importantes na luta pelo título. Com a ausência de Sebastién Buemi nessa etapa de Nova Iorque e com os pontos conquistados nesse final de semana, Lucas Di Grassi entra na última etapa em montreal 10 pontos atras de Buemi. Nelsinho Piquet da NEXTEV NIO ficou apenas na 16° colocação à 3 voltas do líder. A próxima etapa da Fórmula E acontece no próximo dia 29 desse mês em Montreal.

FÓRMULA E: NEW YORK e.PRIX - SEGUNDA CORRIDA
1. (#2) Sam Bird, DS Virgin Racing - 49 voltas
2. (#19) Felix Rosenqvist, Mahindra Racing - +11.381
3. (#23) Nick Heidfeld, Mahindra Racing - +12.319
4. (#9) Pierre Gasly, Renault e.Dams - +12.355
5. (#11) Lucas Di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport - +23.451
6. (#8) Nicolas Prost, Renault e.Dams - +30.470
7. (#4) Tom Dillmann, Venturi Formula E - +41.862
8. (#25) Jean-Eric Vergne, Techeetah - +52.292
9. (#27) Robert Frijns, Andretti Formula E - +1:00.475
10. (#7) Jerome D'Ambrosio, Farady Future Dragon Racing - 1:12.659
11. (#47) Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing - +1:41.134
12. (#33) Stéphane Sarrazin, Techeetah - +1 volta
13. (#6) Loic Duval, Farady Future Dragon Racing - +1 volta
14. (#88) Oliver Turvey, Nextev NIO - +1 volta
15. (#28) Antonio Felix da Costa, Andretti Formula E - +1 volta
16. (#3) Nelson Piquet Jr., Nextev NIO - +3 voltas
** Não classificados **
(#5) Maro Engel, Venturi Formula E
(#37) Alex Lynn, DS Virgin Racing
(#66) Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport
(#20) Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Formula E 2017 

INDYCAR SERIES

 Com uma ótima estratégia e sorte Josef Newgarden da Penske conquista a vitória em Toronto.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Josef Newgarden fez a sua primeira parada nos boxes na volta No.23 assim que Tony Kanaan sofreu um acidente batendo no muro de proteção na curva 1. Assim que a bandeira amarela foi acionada os outros carros entraram para as suas trocas fazendo com que Newgarden assumisse a liderança da prova. Até então Newgarden não havia liderado uma única volta sequer. No final ele liderou 58 das 85 voltas. O brasileiro Helinho Castroneves fez uma largada excepcional e com uma manobra ousada na primeira curva ele pulou da P3 para a liderança superando o seu companheiro de equipe, o pole positon Simon Pagenaud e Graham Rahal. O brasileiro liderou as primeiras 24 voltas quando aconteceu o acidente com Kanaan que trouxe a bandeira amarela. Com a 'sorte' de Newgarden, Helinho acabou a corrida na P8 deixando o campeonato mais emocionante e apertado ainda. O líder do campeonato Scott Dixon da Chip Ganassi colidiu o seu carro com o australiano Will Power da Penske na volta de abertura da prova. Dixon desviou do carro de Rahal e acabou se chocando e empurrando o carro de Power para o muro, Power ainda acertou o pneu traseiro do lado esquerdo do carro de Dixon. Dixon conseguiu ainda permanecer na prova e fez uma bela corrida de recuperação, ele terminou ainda na P10 e segue na liderança do campeonato com apenas 3 pontos de vantagem sobre Helinho. Alexander Rossi da Andretti Autosport fez uma grande corrida e terminou na segunda colocação, a sua melhor performance desde a vitória nas 500 Milhas de Indianapolis de 2016. O piloto local, James Hinchcliffe da Schmidt Peterson Motorsports completou o pódio ficando na P3 e Marco Andretti veio na sequência em 4°. Foi a quinta vitória da carreira de Newgarden e a segunda da temporada. Tivemos apenas duas bandeiras amarelas, a primeira na volta de abertura e a segunda na 23° volta com o acidente de TK. Spencer Pigot e Ed Jones abandonaram a prova com problemas mecânicos em seus carros. A próxima etapa da Indy acontece daqui duas semanas em Mid-Ohio.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~IndyCar Series 2017

domingo, 16 de julho de 2017

FORMULA 1

 Lewis Hamilton vence de maneira dominante em Silverstone.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Pela quinta vez o britânico Lewis Hamilton da Mercedes venceu o Grande Prêmio da Grã-Bretanha nesse domingo. Com a vitória Hamilton se iguala aos recordistas Jim Clark e Alain Prost e ainda diminuiu a vantagem de Sebastian Vettel na liderança do campeonato para somente um ponto. No final da corrida os pneus dos carros das duas Ferraris simplesmente acabaram, os de Vettel literalmente foram destruidos na penúltima volta. Max Verstappen e Daniel Ricciardo da Red Bull foram os beneficiados conquistando a P4 e P5 respectivamente. Nico Hulkenberg de maneira soberba fez a melhor corrida até agora para a equipe Renault após a sua volta para a Fórmula 1, terminando na P6. Hamilton largou na pole e fez uma ótima largada mantendo a liderança da corrida. Daniil Kvyat e Carlos Sainz, ambos da Toro Rosso se envolveram num acidente no inicio da prova, Sainz teve que abandonar antes de completar a primeira volta. Sebastian Vettel perdeu muito tempo atrás de Max Verstappen que segurou a sua posição ferrenhamente, os dois carros chegaram a sair da pista na disputa mais dura. Com isso Vettel nunca conseguiu ficar acima do terceiro lugar na corrida. Valtteri Bottas fez uma corrida estratégicamente perfeita, largando com pneus macios ele ficou muito mais tempo na pista do que os outros pilotos, isso permitiu que ele assumisse a segunda colocação quando outros pilotos entraram para a suas trocas. Depois com pneus super macios ele foi ganhando posições e superando os carros à sua frente chegando na vice liderança da corrida. Kimi Räikkonen conseguiu se recuperar no final após a sua última parada e garantiu pelo menos a terceira colocação da corrida. Vettel teve que se contentar com a sétima colocação e apenas 6 pontos na corrida, ele lidera agora apenas com 1 ponto de vantagem sobre Hamilton (177 a 176). A Force India novamente conseguiu terminar a corrida com os seus dois carros na zona de pontuação, Esteban Ocon na P8 e Sergio Perez na P9. O brasileiro Felipe Massa da Williams ficou com a última posição da zona de pontuação em 10°. Fernando Alonso da McLaren-Honda mais uma vez teve que abandonar a corrida com problemas mecânicos. Stoffel Vandoorne que fez um otimo treino de classificação não conseguiu colocar a sua McLaren na zona de pontuação mas terminou a corrida num honroso 11° lugar. Confira abaixo como ficou o resultado final do GP da Grâ-Bretanha.

FÓRMULA 1: SILVERSTONE - FINAL
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes
2.(#77) Valtteri Bottas, Mercedes
3.(#7) Kimi Räikkonen, Ferrari
4.(#33) Max Verstappen, Red Bull-Tag Heuer
5.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull-Tag Heuer
6.(#27) Nico Hulkenberg, Renault
7.(#5) Sebastian Vettel, Ferrari
8.(#31) Esteban Ocon, Force India-Mercedes
9.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes
10.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
11.(#2) Stoffel Vandoorne, McLaren-Honda
12.(#20) Kevin Magnussen, Team Haas-Ferrari
13.(#8) Romain Grosjean, Team Haas-Ferrari
14.(#9) Marcus Ericsson, Sauber-Ferrari
15.(#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso
16.(#18) Lance Stroll, Williams-Mercedes
17.(#94) Pascal Wehrlein, Sauber-Ferrari
** Não classificados **
(#14) Fernando Alonso, McLaren-Honda
(#55) Carlos Sainz, Toro Rosso
(#30) Jolyon Palmer, Renault
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Formula 1 2017

NASCAR XFINITY SERIES

Kyle Busch vence a terceira corrida do ano pela XFinity Series.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Kyle Busch conquistou a sua terceira vitória da temporada nesse sábado em New Hampshire. Foi um vitória absolutamente tranquila, o piloto do Toyota No. 18 cruzou a linha de chegada com mais de 10 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, o seu companheiro de equipe Ryan Preece. Preece chamou muita atenção, foi a sua primeira corrida numa equipe com um bom equipamento e ele já conseguiu uma P2. Preece vai terminar a sua participação na temporada no dia 29 de Julho em Iowa, apenas duas corridas na temporada no carro No. 20. A corrida teve poucas bandeiras amarelas, a última relargada aconteceu na 97° volta e foi até a sua 200° volta. Busch fez a sua ultima parada para reabastecimento e pneus novos na volta No. 169. Brad Keselowski que liderou 102 das 200 voltas, trouxe o seu carro para os boxes na volta No. 170 mas foi atrapalhado pelo Chevrolet No. 42 de Kyle Larson que estava saindo dos boxes. Keselowski saiu com o mini-tanque de combustivel preso ao carro mas chegou a parar, mas fora de sua area de pit. Ele acabou sendo punido com um 'stop-and-go' que arruinou as suas chances de vitória. William Byron chegou em terceiro seguido por Larson na P4, Keselowski na P5 e Ben Kennedy na P6. O líder do campeonato Elliott Sadler chegou em sétimo, uma volta atrás dos líderes. Byron é o vice-líder com 42 pontos atrás. Confira abaixo o resultado da prova. 

NASCAR XFINITY SERIES: NEW HAMPSHIRE - FINAL
1.(#18) Kyle Busch, Toyota - 200 voltas
2.(#20) Ryan Preece, Toyota - 200 voltas
3.(#9) William Byron, Chevrolet - 200 voltas
4.(#42) Kyle Larson, Chevrolet - 200 voltas
5.(#22) Brad Keselowski, Ford - 200 voltas
6.(#2) Ben Kennedy, Chevrolet - 200 voltas
7.(#1) Elliott Sadler, Chevrolet - 199 voltas
8.(#3) Ty Dillon, Chevrolet - 199 voltas
9.(#00) Cole Custer, Ford - 199 voltas
10.(#48) Brennan Poole, Chevrolet - 199 voltas
11.(#19) Matt Tifft, Toyota - 199 voltas
12.(#21) Daniel Hemric, Chevrolet - 199 voltas
13.(#11) Blake Koch, Chevrolet - 199 voltas
14.(#16) Ryan Reed, Ford - 198 voltas
15.(#14) JJ Yeley, Toyota - 198 voltas
16.(#5) Michael Annett, Chevrolet - 198 voltas
17.(#62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 197 voltas
18.(#01) Harrison Rhodes, Chevrolet - 197 voltas
19.(#4) Ross Chastain, Chevrolet - 197 voltas
20.(#39) Ryan Sieg, Chevrolet - 197 voltas
21.(#51) Jeremy Clements, Chevrolet - 197 voltas
22.(#24) Dylan Lupton, Toyota - 196 voltas
23.(#0) Garrett Smithley, Chevrolet - 195 voltas
24.(#28) Dakoda Armstrong, Toyota - 195 voltas
25.(#52) Joey Gase, Chevrolet - 195 voltas
26.(#8) BJ McLeod, Chevrolet - 194 voltas
27.(#07) Spencer Boyd, Chevrolet - 193 voltas
28.(#40) Timmy Hill, Dodge - 186 voltas
29.(#78) Tommy Joe Martins, Chevrolet - 185 voltas
30.(#99) David Starr, Chevrolet - 184 voltas
31.(#74) Mike Harmon, Dodge - 178 voltas
32.(#7) Justin Allgaier, Chevrolet - 173 voltas
33.(#90) Martin Roy, Chevrolet - 163 voltas **Motor
34.(#33) Brandon Jones, Chevrolet - 157 voltas
35.(#23) Spencer Gallagher, Chevrolet - 156 voltas **Suspensão
36.(#13) Carl Long, Chevrolet - 67 voltas **P. Elétricos
37.(#89) Morgan Shepherd, Chevrolet - 59 voltas **Suspensão
38.(#93) Jeff Green, Chevrolet - 15 voltas **P. Elétricos
39.(#15) Reed Sorenson, Chevrolet - 7 voltas **Freios
40.(#72) John Jackson, Dodge - 4 voltas **Chassis
~~~~~~~~~~~~~~~~~~Ñascar XFinity Series 2017 

FORMULA E

Sam Bird vence a primeira corrida em Nova Iorque.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Sam Bird se tornou o primeiro piloto a vencer uma prova de automobilismo na cidade de Nova Iorque. Bird de maneira brilhante venceu a primeira corrida da etapa de NY da FIA Formula E Qualcomm. O piloto da equipe DS Virgin Racing teve que trabalhar duro para vencer a corrida. O seu companheiro de equipe, o novato Alex Lynn largou na pole position. Na largada Daniel Abt da equipe Abt Schaeffler Audi Sport pulo da P2 para a liderança logo na primeira curva. Bird superou Lynn logo após a largada tambem e começou a perseguir o líder Daniel Abt. Bird fez uma linda ultrapassagem sobre Abt na curva mais fechada do circuito. Depois de assumir a liderança Bird não teve mais adversários e cruzou a linha de chegada sem ser ameaçado na P1. Com a ausência do líder do campeonato Sebastien Buemi que disputa a etapa da FIA WEC nesse final de semana, o brasileiro Lucas Di Grassi (Abt Schaeffler Audi Sport) teve uma grande oportunidade para diminuir a diferença de 32 pontos entre ele e Buemi. Largando na P10, Di Grassi fez uma boa corrida de recuperação e conseguiu terminar a corrida na P4, diminuindo para 20 pontos. Lucas ainda tem a chance de melhorar essa diferença com a corrida de domingo. Jean-Eric Vergne da equipe Techeetah terminou na P2 e fechando o pódio veio em terceiro Stephane Sarrazin também da equipe Techeetah. A segunda corrida acontece nesse domingo as 14 horas com transmissão ao vivo para todo o Brasil pelo canal fechado Fox Sports. 

FÓRMULA E: NEW YORK EPRIX - CORRIDA 1
1.(#2) Sam Bird, DS Virgin Racing - 43 voltas
2.(#25) Jean-Eric Vergne, Techeetah - +1.354
3.(#33) Stéphane Sarrazin, Techeetah - +4.392
4.(#11) Lucas Di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport - +6.155
5.(#6) Loic Duval, Faraday Future Dragon Racing - +8.428
6.(#88) Oliver Turvey, Nextev NIO - +8.952
7.(#9) Pierre Gasly, Renault e.Dams - +9.321
8.(#8) Nicolas Prost, Renault e.Dams - +10.036
9.(#27) Robert Frijns, Andretti Formula E - +11.019
10.(#47) Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing - +12.073
11.(#3) Nelsinho Piquet, Nextev NIO - +12.977
12.(#28) Antonio Felix Da Costa, Andretti Formula E - +13.341
13.(#4) Tom Dillmann, Venturi Formula E - +16.337
14.(#66) Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport - +1 volta
15.(#19) Felix Rosenqvist, Mahindra Racing - +1 volta
** Não classificados **
(#23) Nick Heidfeld, Mahindra Racing
(#5) Maro Engel, Venturi Formula E
(#37) Alex Lynn, DS Virgin Racing
(#7) Jerome D'Ambrosio, Faraday Future Dragon Racing
(#20) Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Formula E 2017

sexta-feira, 14 de julho de 2017

FORMULA 1

Valtteri Bottas da Mercedes domina os dois primeiros treinos livres em Silverstone.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O finlândes Valtteri Bottas da equipe Mercedes foi o mais rápido nos dois primeiros treinos livres para o Grande Prêmio da Grã Bretanha no circuito de Silverstone. No primeiro treino ele fez uma volta de 1:29.106 contra 1:29.184 de seu companheiro de equipe Lewis Hamilton. Ainda hoje no FP2 ele cravou 1:28.496 e tambem garantiu o melhor tempo do treino, Hamilton ficou em segundo com 1:28.543 e Kimi Räikkonen da Ferrari com 1:28.828. Confira os tempos dos dois treinos abaixo.

GP DA GRÂ-BRETANH - FP1
1. Valtteri Bottas, Mercedes - 1:29.106 (29 voltas)
2. Lewis Hamilton, Mercedes - 1:29.184 (29 voltas)
3. Max Verstappen, Red Bull Tag Heuer - 1:29.604 (26 voltas)
4. Daniel Ricciardo, Red Bull Tag Heuer - 1:29.942 (19 voltas)
5. Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:30.137 (19 voltas)
6. Sebastian Vettel, Ferrari - 1:30.517 (19 voltas)
7. Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:30.895 (21 voltas)
8. Fernando Alonso, McLaren Honda - 1:30.993 (20 voltas)
9. Felipe Massa, Williams Mercedes - 1:30.999 (26 voltas)
10. Stoffel Vandoorne, McLaren Honda - 1:31.041 (27 voltas)
11. Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:31.200 (24 voltas)
12. Esteban Ocon, Force India Mercedes - 1:31.210 (32 voltas)
13. Sergio Perez, Force India Mercedes - 1:31.297 (34 voltas)
14. Romain Grosjean, Team Haas Ferrari - 1:31.610 (24 voltas)
15. Lance Stroll, Williams Mercedes - 1:31.684 (24 voltas)
16. Antonio Giovinazzi, Team Haas Ferrari - 1:32.031 (24 voltas)
17. Nico Hulkenberg, Renault - 1:32.171 (19 voltas)
18. Jolyon Palmer, Renault - 1:32.450 (16 voltas)
19. Pascal Wehrlein, Sauber Ferrari - 1:33.029 (23 voltas)
20. Marcus Ericsson, Sauber Ferrari - 1:33.399 (26 voltas)
GP DA GRÃ-BRETANHA - FP2
1. Valtteri Bottas, Mercedes - 1:28.496 (31 voltas)
2. Lewis Hamilton, Mercedes - 1:28.543 (35 voltas)
3. Kimi Räikkonen, Ferrari - 1:28.828 (36 voltas)
4. Sebastian Vettel, Ferrari - 1:28.956 (36 voltas)
5. Max Verstappen, Red Bull Tag Heuer - 1:29.098 (32 voltas)
6. Daniel Ricciardo, Red Bull Tag Heuer - 1:29.586 (35 voltas)
7. Nico Hulkenberg, Renault - 1:29.936 (37 voltas)
8. Felipe Massa, Williams Mercedes - 1:30.006 (36 voltas)
9. Fernando Alonso, McLaren Honda - 1:30.238 (28 voltas)
10. Esteban Ocon, Force India Mercedes - 1:30.383 (42 voltas)
11. Carlos Sainz, Toro Rosso - 1:30.555 (26 voltas)
12. Daniil Kvyat, Toro Rosso - 1:30.562 (34 voltas)
13. Sergio Perez, Force India Mercedes - 1:30.624 (43 voltas)
14. Romain Grosjean, Team Haas Ferrari - 1:30.661 (33 voltas)
15. Lance Stroll, Williams Mercedes - 1:30.695 (37 voltas)
16. Stoffel Vandoorne, McLaren Honda - 1:30.782 (31 voltas)
17. Kevin Magnussen, Team Haas Ferrari - 1:30.835 (33 voltas)
18. Jolyon Palmer, Renault - 1:30.879 (25 voltas)
19. Marcus Ericsson, Sauber Ferrari - 1:31.616 (27 voltas)
20. Pascal Wehrlein, Sauber Ferrari - 1:31.929 (30 voltas)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Formula 1 2017

segunda-feira, 10 de julho de 2017

WEATHERTECH SPORTSCAR

Dane Cameron conquista a vitória no Canadá em final de corrida emocionante.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Dane Cameron sobreviveu à um final tumultado de prova e conquistou a vitória na categoria de Protótipos no Canadá.  Com a mudança climática durante a prova as estratégias de paradas nos boxes tiveram que se adequar as condições da pista. No final da corrida e com chuva Cameron teve que suportar a pressão de Stephen Simpson para vencer pela primeira vez na temporada com o seu Cadillac DPi-V.R No.31 da equipe Whelen Engineering Racing junto com o seu parceiro Eric Curran. Foi a sétima vitória da Cadillac na temporada, cada equipe venceu pelo menos uma corrida na sua temporada de estréia com o Cadillac DPi-V.R. Na última hora da corrida a chuva foi um fator decisivo. Sob bandeira amarela com 48 minutos restando para terminar a prova começou a cair uma chuva fraca obrigando os protótipos que lideravam a entrarem para troca de pneus. Dos sete carros que estava na volta do líder, apenas o Cadillac DPi-V.R No.10 da equipe Konica Minolta optou por seguirem com pneus para pista seca. A estratégia parece que deu resultado, apesar de cair da P2 para a P4 após a relargada, Jordan Taylor continuou a andar rápido quando a pista secava rapidamente, ele conquistou a liderança quando as equipes entraram novamente para troca de pneus com 30 minutos restando. Taylor parecia que venceria facilmente a sua sexta vitória em sete corridas junto com o seu irmão Ricky Taylor, quando uma tragédia se abateu sobre o Cadillac No.10. Taylor tentou ultrapassar o Corvette C7.R de Tommy Milner e os dois se chocaram. O Corvette bateu violentamente na barreira de proteção de pneus e Taylor teve a traseira do seu carro bem danificada, o aerofólio ficou totalmente solto. Com 16 minutos para terminar a corrida Taylor arriscou ficar na pista pois uma entrada para reparos seria o fim de prova para ele. Na relargada entretanto ele foi superado por praticamente todos os carros que vinham atrás. O sul africano Simpson chegou a pressionar Cameron na luta pela vitória, mas um acidente forte com o Ligier No.52 de David Ostella da equipe PR1/Mathiasen Motorsports fez com que a corrida terminasse com o carro de segurança na pista em bandeira amarela. Foi a segunda corrida consecutiva que o ORECA LMP2 de Stephen Simpson e Misha Goikhberg terminam na P2 com chances de vitória. Scott Sharp e Ryan Dalziel completaram a o pódio no Nissan DPi No.2 da equipe Tequila Patron. Confira abaixo o resultado completo da categoria de Protótipos. 

WEATHERTECH SPORTSCAR: CANADA - FINAL (LMP1)
1.(#31) Eric Curran/Dan Cameron, Cadillac DPi-V.R
2.(#85) Stephen Simpson/Misha Goikhberg, ORECA LMP2
3.(#2) Ryan Dalziel/Scott Sharp, Nissan DPi
4.(#55) Jonathan Bomarito/Tristan Nunez, Mazda DPi
5.(#70) Joel Miller/Tom Long, Mazda DPi
6.(#5) Christian Fittipaldi/Joao Barbosa, Cadillac DPi-V.R
7.(#10) Ricky Taylor/Jordan Taylor, Cadillac DPi-V.R
8.(#52) Nicholas Boulle/David Ostella, Ligier LMP2 (15° no geral)
9.(#22) Pipo Derani/Johannes van Overbeek, Nissan DPi (35° no geral)
10.(#90) Renger van Der Zande/Marc Goossens, Multimatic/Riley LMP2 (36° no geral)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~WeatherTech Sportscar 2017