domingo, 21 de setembro de 2014

FÓRMULA 1



















Lewis Hamilton vence em Cingapura, a sua 7° vitória da temporada e é o novo líder do campeonato.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A corrida para o líder do campeonato foi desastrosa, antes da volta de apresentação o carro de Nico Rosberg apresentou problemas em seu volante e teve que ser trocado, isso fez com que ele não conseguisse sair para a volta de apresentação, o que obrigou o piloto a largar dos boxes. Mesmo com o novo volante o carro ainda apresentou problemas e na 15° volta ele foi obrigado a abandonar a corrida. Na largada sem Nico Rosberg ao seu lado, Lewis Hamilton da Mercedes não teve dificuldades para manter a ponta após a primeira curva. Fernando Alonso da Ferrari fez uma ótima largada, ultrapassou os dois carros da Red BUll na reta mas chegou forte demais na primeira curva perdendo o ponto de frenagem, ele acabou saindo da pista e foi obrigado a devolver pelo menos uma posição para o alemão Sebastian Vettel. Hamilton simplesmente voava na pista na parte inicial de corrida e rapidamente abriu uma confortável vantagem sobre Vettel, Alonso, Ricciardo e Räikkönen. Lá atras Rosberg estava com problemas em seu carro, deu para ver na câmera onboard que quando ele trocava as marchas o câmbio pulava duas marchas, com isso ele era praticamente 3 segundos mais lento que os carros do pelotão da frente. Adrian Sutil da Sauber abriu as paradas nos boxes na 9° volta, ele voltou para a pista com mais um jogo de pneus super macios (vermelhos). Felipe Massa (Williams) entrou para a sua primeira troca na 11° volta, um novo jogo de super macios e volta para a pista na P13. Praticamente todos os pilotos optaram por novos jogos de super macios para as primeiras paradas. Apenas Sergio Perez (Force India), Kevin Magnussen (McLaren), Jenson Button (McLaren) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) optaram por pneus macios (amarelos). Não tivemos muitas disputas por posições, o circuito de rua de Cingapura apesar de ser de uma belez ímpar é uma pista muito dificil de se realizar ultrapassagens. Quase na metade da prova o mais rápido na pista era o espanhol Fernando Alonso que diminuiu a diferença para Sebastian Vettel na luta pela segunda colocação. O mexicano Esteban Gutierrez da Sauber com problemas eletrônicos abandona a corrida na 22° volta, na TV foi possível notar a total insatisfação do piloto. Massa parou pela 2° vez na volta No.23, ele colocou pneus macios e tentaria chegar até o final da corrida com apenas duas paradas, ele voltou na P11.  Alonso entra para a sua segunda parada na 25° volta, e coloca um novo jogo de super macios, voltando para a pista na P5. Massa fez uma bela ultrapassagem sobre Nico Hulkenberg da Force India na primeira curva conquistando a 8° posição. Vettel tambem coloca pneus macios na sua segunda parada, mais um que optou pela estratégia de apenas duas paradas. Vettel voltou atrás de Alonso perdendo a 3° posição. O líder Lewis Hamilton parou novamente na 26° volta e colocou um novo jogo de pneus super macios, isso o obrigaria a parar pela 3° vez para colocar os pneus amarelos (macios). Com o tempo extra que Hamilton perdeu para limpar a sua asa dianteira ele voltou em 2° atrás de Daniel Ricciardo da Red Bull que assumiu a liderança da corrida. A liderança de Ricciardo não durou muito pois ele entrou para a sua 2° parada nos boxes e optou por pneus macios, ele volta na P4. Sergio Perez forçou para ultrapassar Adrian Sutil da Sauber e acabou tocando na traseira do carro de Sutil. Logo após o mexicano acabou perdendo a sua asa dianteira que espalhou vários pedaços da peça do seu carro pela pista obrigando a entrada do carro de segurança e a bandeira amarela foi acionada. Sob bandeira amarela, Grosjean, Maldonado, Perez e Bianchi entram nos boxes para trocas de pneus. Alonso entrou na 32° volta e fez a sua troca por pneus macios, ele estava pronto para ir até o final da corrida. Na 37° volta a corrida foi reiniciada com Hamilton na liderança seguido de Vettel, Ricciardo e Alonso. Pela obrigatoriedade de realizar mais uma parada nos boxes para correr com os dois compostos de pneus disponíveis para a corrida obrigaria a Lewis Hamilton abrir uma grande vantagem, algo em torno 26-27 segundos para o segundo colocado para ainda assim voltar na liderança da corrida. Hamilton deu o máximo na pista, fazendo voltas de classificação mais ou menos 2 segundos mais rápido do que o segundo colocado Sebastian Vettel. Finalmente na volta No.52 quando a diferença estava em 25.2 segundos Hamilton entrou para a sua última parada. A parada foi perfeita mas não foi o suficiente para retornar em primeiro, Sebastian Vettel era o novo líder com Hamilton em 2°. Com apenas 7 voltas para terminar a corrida e com um jogo de pneus novos não demorou muito para Hamilton superar Vettel. Na volta No.54 Hamilton reassumiu a liderança com uma fácil ultrapassagem sobre Vettel na curva 7. Apesar do esforço de Alonso ele não conseguiu conquistar a 3° colocação. Lewis Hamilton da Mercedes cruzou em primeiro, com Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo da Red Bull completando o pódio. Com a vitória e com o abandono de Rosberg, Lewis Hamilton é o novo líder da temporada. A próxima etapa da F1 acontece no primeiro final de semana de Outubro em Suzuka no Japão.






















F1: 15° ETAPA - CINGAPURA - FINAL
1.(44) Lewis Hamilton, Mercedes - 60 voltas (2:00:04.795), 25 ptos.
2.(1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - +13.5, 18 ptos.
3.(3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - +14.2, 15 ptos.
4.(14) Fernando Alonso, Ferrari - +15.3, 12 ptos.
5.(19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +42.1, 10 ptos.
6.(25) Jean-ERic Vergen, Toro Rosso-Renault - +56.8, 8 ptos.
7.(11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +59,0, 6 ptos.
8.(7) Kimi Räikkönen, Ferrari - +60.6,  ptos.
9.(27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - +61.6, 2 ptos.
10.(20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +62.2, 1 ponto.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +65.0
12.(13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - +66.9
13.(8) Romain Grosjean, LOtus-Renault - +68.0
14.(26) Daniil Kvyat, Toro Rosso-Renault - +72.0
15.(9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - +94.1
16.(17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - +94.5
17.(4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - +1 volta
18.(22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +8 voltas (abandonO)
19.(99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - +20 voltas (abandono)
20.(21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - +43 voltas (abandono)
21.(6) Nico Rosberg, Mercedes - +47 voltas (abandono)
22.(10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 0 voltas (abandono)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

FIA WORLD ENDURANCE CHAMPIONSHIP
















Audi domina a prova em Austin no Texas que teve bandeira vermelha devido a chuva.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Após 6 horas de muita disputa a Audi brilhou na 4° etapa do World Endurance Championship da FIA, disputado nesse sábado em Austin no Texas. O mesmo carro que venceu as 24 Horas de Le Mans nessa temporada foi o vencedor da etapa na categoria LMP1-H. O trio de pilotos Marcel Fässler, André Lotterer e Benoít Tréluyer no Audi R18 e-tron quattro de número #2 cruzou a linha de chegada próxima da meia noite desse sábado em primeiro. Na segunda colocação, à 53 segundos do primeiro veio o outro carro da equipe Audi, o de #1 do trio de pilotos, Tom Kristensen, Lucas di Grassi e Loic Duval, coroando o ótima dia da equipe Audi Sport Team Joest. Completando o pódio na 3° colocação veio o Toyota híbrido #8 do pole position Sebastien Buemi, Anthony Davidson e Nicolas Lapierre, que liderou a corrida por 47 voltas, mas após a interrupção pela forte chuva que caiu, eles acabaram saindo da pista antes da bandeira vermelha e perderam a liderança. Apesar da 3° colocação eles ainda lideram o campeonato, só que agora com apenas 11 pontos de diferença para o Audi #2. A chuva chegou forte com pouco mais de uma hora de corrida e antes que a bandeira vermelha fosse acionada os dois carros da Toyota (TS 040 Hybrid) e o Porsche #20 derraparam e sairam da pista com isso os dois carros da Audi #2 e #1 assumiram a liderança da corrida. O Audi #2 com um trabalho perfeito de sua equipe nas paradas para troca de pneus e pilotos e com uma corrida perfeita sem erros acabou merecendo a vitória. Na categoria LMP1-L, com apenas três carros participando a vitória ficou com o Rebellion R-One Toyota #12 dos pilotos Nicolas Prost, Nick Heidfeld e Mathias Beche. Eles tiveram uma vitória fácil, já que apenas dois carros cruzaram a linha de chegada. Na penúltima hora o carro #13 da Rebellion teve que abandonar a corrida. O curioso é que dentro da equipe vencedora do carro #12 dois companheiros de equipe, Nicolas Prost e Nick Heidfeld foram protagonistas do acidente espetacular na semana passada na prova de abertura do campeonato da Fórmula E. Na categoria LMP2 presenciamos uma grande corrida com quatro carros dividindo a liderança da prova e com chances de vitória para todos. O KCMG Oreca Nissan liderou na primeira curva, e teve que lutar por cada metro de pista nas últimas voltas para conquistar a sua primeira e histórica vitória para a equipe de Hong Kong. Os pilotos Richard Bradley, Matt Howson e Tsugio Matsuda vibraram muito com a vitória. Nas duas categorias da GT a Pro e a AM, só deu Aston Martin. Na Pro a dupla de pilotos Darren Turner e Stefan Mücke foram os vencedores com o Aston Martin Vantage V8 #97, Fred Makowiecki e Patrick Pilet com o Porsche 911 RSR #92 cruzou em 2° e completando o pódio veio a Ferrari 458 Italia #51 de Gianmaria Bruni e Toni Vilander. Na categoria Am, o Aston Martin Vantage V8 #98 de Paul Dalla Lana, Pedro Lamy e Christoffer Nygaard






















FIA-WEC: 4° ETAPA - 6 HORAS DE AUSTIN - FINAL
1.(2) Fässler/Lotterer/Tréluyer, Audi R18 e-tron quattro, LMP1-H - 157 voltas
2.(1) Di Grassi/Duval/Kristensen, Audi R18 e-tron quattro, LMP1-H - +53.016
3.(8) Davidson/Lapierre/Buemi, Toyota TS 040 - Hybrid, LMP1-H - +1:03.945
4.(14) Dumas/Jani/Lieb, Porsche 919 Hybrid, LMP1-H - +1 volta
5.(20) Bernhard/Webber/Hartley, Porsche 919 Hybrid, LMP1-H - +2 voltas
6.(7) Würz/Sarrazin/Cobway, Toyota TS 040 Hybrid, LMP1-H - +2 voltas
7.(12) Prost/Heidfeld/Beche, Rebellion R-One Toyota, LMP1-L - +8 voltas
8.(47) Howson/Bradley/Matsuda, Oreca 03R Nissan, LMP2 - +12 voltas
9.(27) Zlobin/Minassian/Mediani, Oreca 03R Nissan, LMP2 - +12 voltas
10.(30) Sharp/Dalziel/Brown, HPD ARX 038 Honda, LMP2 - +16 voltas
11.(97) Turner/Mücke, Aston Martin Vantage V8, LMGTE Pro - +16 voltas
12.(92) Makowiecki/Pilet, Porsche 911 RSR, LMGTE Pro - +16 voltas
13.(51) Bruni/Vilander, Ferrari 458 Italia, LMGTE Pro - +16 voltas
14.(26) Rusinov/Pla/Canal, Ligier JS P2 Nissan, LMP2 - +16 voltas
15.(9) Bouchut/Rossiter/Auer, CLM P1/01 AER, LMP1-L - +17 voltas
16.(91) Bergmeister/Tandy, Porsche 911 RSR, LMGTE Pro - +18 voltas
17.(98) Dalla Lana/Lamy/Nygaard, Aston Martin Vantage V8, LMGTE Am - +19 voltas
18.(95) Poulsen/Stanaway, Aston Martin Vantage V8, LMGTE Am - +19 voltas
19.(71) Rigon/Calado, Ferrari 458 Italia, LMGTE Pro - +20 voltas
20.(88) Ried/Bachle/Al Quibaisi, Porsche 911 RSR, LMGTE Am - +20 voltas
21.(61) Perez-Companc/Cioci/Venturi, Ferrari 458 Italia, LMGTE Am - +20 voltas
22.(99) MacDowall/O'Young/Rees, Aston Martin Vantage V8, LMGTE Pro - +20 voltas
23.(90) Roda/Ruberti/Segal, Ferrari 458 Italia, LMGTE Am - +21 voltas
24.(65) Taylor/Taylor/Milner, Corvette C7.R, LMGTE Pro - +22 voltas
25.(57) Krohn/Jönsson/Collins, Ferrari 458 Italia, LMGTE Am - +22 voltas
26.(81) Wyatt/Rugolo/Bertolini, Ferrari 458 Italia, LMGTE Am - +24 voltas
27.(75) Perrodo/Collard/Vaxivère, Porsche 911 GT3 RSR, LMGTE Am - +46 voltas
**Não classificados**
(13) Kraihamer/Belicchi/Leimer, Rebellion R-One Toyota, LMP1-L - 88 voltas
(37) Ladygin/Shaitar/Ladygin, Oreca 03R Nissan, LMP2 - 75 voltas
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------FIA WEC 2014

sábado, 20 de setembro de 2014

FÓRMULA 1
















Lewis Hamilton na última volta conquista a pole position em Cingapura.

por Luis Fernando Soares de Almeida

A Ferrari dominou os treinos livres em Cingapura, mas no treino livre que definiu o grid de largada para a 14° etapa da temporada os carros da equipe Mercedes mais uma vez estarão largando da primeira fila. Lewis Hamilton conquistou a sua 6° pole do ano com uma volta de 1:45.681, tempo conquistado na última volta do treino. O brasileiro Felipe Massa da Williams com 1:46.000 chegou a estar em primeiro com pouco menos de 3 minutos para terminar o treino. O brasileiro acabou na 6° colocação já que foi superado por cinco pilotos em suas últimas tentativas. Nico Rosberg da Mercedes larga ao lado de Hamilton na primeira fila. A 2° fila é inteira da equipe Red Bull Racing, Daniel Ricciardo em 3° e Sebastian Vettel em 4°, mais uma vez o tetra campeão foi superado pelo australiano Ricciardo. Fernando Alonso da Ferrari abre a 3° fila na quinta colocação. Kimi Räikkönen da Ferrari larga em 7° e ao lado dele o finlândes Valtteri Bottas da Williams em 8°. A corrida tem a largada marcada para as 10 hrs da manhã de domingo (21/09).

F1: 14° ETAPA - GP DE CINGAPURA - GRID DE LARGADA
1.(44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:45.681 (17 voltas)
2.(6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:45.688 (19 voltas)
3.(3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - 1:45.854 (12 voltas)
4.(1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:45.902 (15 voltas)
5.(14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:45.907 (16 voltas)
6.(19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:46.000 (20 voltas)
7.(7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:46.170 (14 voltas)
8.(77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:46.187 (18 voltas)
9.(20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:46.250 (18 voltas)
10.(26) Daniil Kvyat, Toro Rosso-Renault - 1:47.362 (21 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:46.943 (12 voltas)
12.(25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:46.989 (14 voltas)
13.(27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:47.308 (13 voltas)
14.(21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:47.333 (9 voltas)
15.(11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:47.575 (13 voltas)
16.(8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:47.812 (14 voltas)
17.(99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:48.324 (6 voltas)
18.(13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:49.063 (8 voltas)
19.(17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:49.440 (7 voltas)
20.(10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:50.405 (8 voltas)
21.(4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:50.473 (7 voltas)
22.(9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - 1:52.287 (5 voltas)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

DTM
















De maneira antecipada Marco Wittmann é o campeão da temporada da DTM.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Restando ainda duas etapas para acabar a temporada 2014 da DTM,  o piloto Marco Wittmann da BMW conquistou o título nesse domingo (14/09) com o 6° lugar em Lausitzring. O vencedor da corrida foi o jovem piloto de apenas 19 anos Pascal Wehrlein da Mercedes-Benz que comemorou a sua primeira vitoria na carreira na mais popular categoria de carros de turismo do mundo. Largando da pole position Pascal Wehrlein manteve a liderança após a largada e abriu uma boa vantagem no inicio da corrida. Na 16° o jovem piloto cometeu um pequeno erro saindo da pista, mas ele conseguiu se manter na liderança. Timo Scheider (Audi) conseguiu o seu primeiro pódio chegando em 3° após quase um ano sem conquistar um lugar no pódio. Scheider que é bi-campeão da DTM nos anos de 2008 e 2009 quase conseguiu o segundo lugar de Christian Vietoris. Mattias Ekström que era o único piloto que poderia adiar o título de Wittmann na temporada teve um domingo para esquecer. Depois de uma fraca largada, o sueco acabou saindo da pista e ficando preso na brita, ele ainda conseguiu voltar em último. Na 27° volta, Ekström teve mais um problema, um roda do seu Audi RS 5 DTM saiu, o que lhe custou a corrida. A disputa pelo vice-campeonato continua de pé. Christian Vietoris (Mercedes Benz) tem boas chances. Com a segunda colocação em Lausitzring, o piloto alemão pulou da 6° para a vice liderança do campeonato, Vietoris tem agora 59 pontos contra 56 de Mattias Ekström e Edoardo Mortara, Mike Rockenfeller tambem esta na briga com 54 pontos. A próxima etapa acontece daqui duas semanas em Zandvoort na Holanda.

DTM: 8° ETAPA - LAUSITZRING - FINAL
1.(25) Pascal Wehrlein, gooix Mercedes AMG - 52 voltas (1:15:47.314)
2.(5) Christian Vietoris, Original-Teile Mercedes AMG - +15.418
3.(2) Timo Scheider, Audi Sport Team Phoenix - +15.681
4.(19) Daniel Juncadella, Petronas Mercedes AMG - +18.024
5.(12) Robert Wickens, Free Man's World Mercedes AMG - +32.677
6.(23) Marco Wittmann, BMW Team RMG - +48.435
7.(3) Augusto Farfus, BMW Team RBM - +1:02.380
8.(10) Martin Tomczyk, BMW Team Schnitzer - +1:07.705
9.(8) Miguel Molina, Audi Sport Team Abt Sportsline - +1:08.719
10.(1) Mike Rockenfeller, Audi Sport Team Phoenix - +1:13.480
11.(4) Joey Hand, BMW Team RBM - +1:14734
12.(20) Vitaly Petrov, Mercedes AMG - +1:19.199
13.(11) Gary Paffett, Euronics Mercedes AMG - +1 volta
14.(24) Maxime Martin, BMW Team RMG - +1 volta
15.(9) Bruno Spengler, BMW Team Schnitzer - +2 voltas
16.(15) Edoardo Mortara, Audi Sport Team Abt - +2 voltas
17.(21) Jamie Green, Audi Sport Team Rosberg - +4 voltas
18.(16) Adrien Tambay, Audi Sport Team Abt - +11 voltas
**Não classificados**
(6) Paul di Resta, Mercedes AMG - +14 voltas
(7) Mattias Ekström, Audi Sport Team Abt Sportsline - +26 voltas
(17) Timo Glock, BMW Team MTEK - +33 voltas
(22) Nico Müller, Audi Sport Team Rosberg - +38 voltas
(18) António Félix da Costa, BMW Team MTEK - +46 voltas
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------DTM 2014

FÓRMULA e















Lucas di Grassi faz história na Fórmula E e vence em Beijing.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Uma nova era no automobilismo foi inaugurada na madrugada desse domingo em Beijing na China, a primeira etapa da história do automobilismo com todos os carros impulsionados por motores elétricos, sem combústivel nos motores. A primeira etapa foi um sucesso com uma boa presença de público e surpreendentemente tivemos pouquíssimos problemas com os carros elétricos. O brasileiro Lucas di Grassi da equipe Audi Sport ABT foi o vencedor da corrida de maneira dramática. Nicolas Prost da e.dams-Renault liderava a corrida na última volta quando Nick Heidfeld (Venturi) tentou uma ultrapassagem, os dois carros se chocaram e o carro de Heidfeld passou pela zebra e levantou voo batendo quase que de ponta cabeça na proteção de muro, um acidente com um visual impressionante mas que não resultou em lesões para ambos os pilotos. Prost teve a sua suspensão dianteira do lado esquerdo quebrada e tambem teve que abandonar a corrida. O brasileiro Lucas di Grassi que vinha num confortável 3° lugar herdou a vitória. Franck Montagny (Andretti Autosport) cruzou a linha de chegada em segundo e completando o primeiro pódio da história da F-e veio o piloto americano Sam Bird da equipe Virgin Racing. Daniel Abt, companheiro de Lucas di Grassi chegou em 3° mas foi penalizado pelo excesso de consumo de bateria e perdeu a 3° posição, caindo para a 10° colocação. Katherine Legge (Amlin Aguri) e Jaime Alguersuari (Virgin Racing) tambem sofreram a mesma penalização. O brasileiro Bruno Senna da Mahindra Racing abandonou a corrida na volta de abertura quando foi espremido pelos dois carros da equipe Amlin Aguri e teve a sua suspensão traseira da frente quebrada. Apesar do fracasso da equipe Amlin Aguri na abertura da temporada eles ainda conquistaram 2 pontos com a volta mais rápida da prova do piloto japonês Takuma Sato que nos momentos finais da prova cravou uma volta de 1:45.101. Apesar de ter sido o piloto com melhor desempenho nos cinco treinos da pré-temporada, Sebastien Buemi da equipe e.dams-Renault abandonou a corrida na 19° volta com problemas em seu carro. Com o aval da FIA e com vários pilotos , engenheiros e ex-pilotos de nome envolvidos na categoria, a Fórmula E tem tudo para dar certo. A próxima etapa acontece daqui 2 meses em Putrajaya na Malásia. 

Fórmula e: 1° ETAPA - BEIJING - FINAL
1.(#11) Lucas di Grassi, Audi Sport ABT - 25 voltas (52:23.413)
2.(#27) Franck Montagny, Andretti Autosport - +2.867
3.(#2) Sam Bird, Virgin Racing - +6.559
4.(#28) Charles Pic, Andretti Autosport - +19.301
5.(#5) Karun Chandhok, Mahindra Racing - +23.952
6.(#7) Jerome d'Ambrosio, Dragon Racing - +31.664
7.(#6) Oriol Servia, Dragon Racing - +41.968
8.(#99) Nelsinho Piquet, China Racing - +43.896
9.(#30) Stephane Sarrazin, Venturi - +43.975
10.(#66) Daniel Abt, Audi Sport ABT - +1:02.507
11.(#3) Jaime Alguersuari, Virgin Racing - +2:00.613
12.(#8) Nicolas Prost, e.dams-Renault - +1 volta (acidente)
13.(#23) Nick Heidfeld, Venturi - +1 volta
14.(#18) Michela Cerruti, Trulli - +1 volta
15.(#77) Katherine Legge, Amlin Aguri - +1 volta
16.(#88) Ho-Pin Tung, China Racing - +2 voltas
17.(#55) Takuma Sato, Amlin Aguri - +4 voltas
18.(#9) Sebastien Buemi, e.dams-Renault - +11 voltas
19.(#10) Jarno Trulli, Trulli - abandono
20.(#21) Bruno Senna, Mahindra Raicng - acidente
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula e 2014

domingo, 7 de setembro de 2014

FÓRMULA 1
















Lewis Hamilton venceu em Monza e continua na disputa do título da temporada.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Lewis Hamilton não fez uma boa largada, caindo da primeira para a 4° posição na primeira chicane da corrida. Nico Rosberg pulou na frente e assumiu a ponta após a largada. O brasileiro Felipe Massa (Williams-Mercedes) fez uma boa largada pulando da 4° para a 3° posição. O seu companheiro de equipe Valtteri Bottas largando da 3° posição fez uma péssima largada e caiu para a décima colocação. O garoto Kevin Magnussen da McLaren foi a estrela da largada pulando da quinta para a segunda posição. Na quinta volta Massa ultrapassa Magnussen assumindo a 2° colocação da prova trazendo com ele Lews Hamilton em 3°. Bottas que caiu para a 11° colocação após a largada começou o seu show particular, ele ultrapassou Nico Hulkenberg na volta No.6 e duas voltas mais tarde superou a Ferrari de Räikkönen assumindo a P9. Na 10° volta Hamilton foi pra cima do brasileiro Massa na chicane e assumiu a vice liderança da corrida. Hamilton começou a diminuir a diferença para o líder Rosberg a partir da 15° volta. Com uma velocidade incrivel nas retas Bottas continuava ultrapassando todo mundo, rapidamente ele superou Jenson Button assumindo a P6. A primeira série de paradas nos boxes se intensificou após a 20° volta. Massa quando estava em terceiro entrou para a troca na 24° volta, ele voltou para a pista com pneus duros na quinta colocação. O líder Nico Rosberg entrou na volta No.25 para a troca, voltou em 2° com pneus duros. Na volta seguinte Lewis Hamilton entrou para a sua troca, ele voltou imediatamente atrás de Rosberg que reassumiu a liderança da corrida. Na volta No.29 e pela segunda vez na corrida Rosberg travou os pneus antes da chicane e teve que cortar caminho por fora da pista, só que dessa vez isso lhe custou a liderança da prova pois Hamilton estava logo atrás dele. Na mesma volta Fernando Alonso encosta a sua Ferrari na curva 1 e abandona a prova com problemas em seu carro, aparentemente o problema foi em seu câmbio. Tivemos várias batalhas por posições nessa altura da prova, Bottas com Magnussen o que custou uma punição para o piloto da McLaren por forçar o finlândes para fora da pista. Bottas era o showman da corrida ultrapassou o campeão Sebastian Vettel na chicane e momentos mais tarde Daniel Ricciardo assumindo a 4° colocação na corrida. A maior surpresa do ano, o australiano Ricciardo ultrapassou o seu companheiro de equipe no finalzinho da prova assumindo a P5, mais uma vez na temporada que Ricciardo deixa Vettel para trás. Hamilton cruza a linha de chega em primeiro 3.1 segundos à frente de seu companheiro de Mercedes Nico Rosberg. O brasileiro Felipe Massa finalmente espantou o azar e fez uma ótima corrida, um merecido 3° lugar. A diferença entre Rosberg e Hamilton caiu para 22 pontos. Restam ainda seis etapas para o final da temporada. A próxima etapa acontece em Cingapura daqui duas semanas.    
F1: 13° ETAPA - ITÁLIA, MONZA - FINAL
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 53 voltas (G1), 25 pontos
2.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - +3.1 segs. (G2), 18 pontos
3.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +25.0 (G4), 15 pontos
4.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +40.7 (G3), 12 pontos
5.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - +50.3 (G9), 10 pontos
6.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - +59.9 (G8), 8 pontos
7.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +62.5 (G10), 6 pontos
8.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +63 (G6),  4 pontos
9.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - +63.5 (G11), 2 pontos
10.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +66.1 (G5), 1 ponto
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - +71.1 (G21)
12.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - +72.6 (G13)
13.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - +73 (G12)
14.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - +1 volta (G16)
15.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - +1 volta (G14)
16.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - +1 volta (G17)
17.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - +1 volta (G18)
18.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - +1 volta (G19)
19.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - +2 voltas (G15)
20.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - +2 voltas (G22)
**Não Classificados**
(14) Fernando Alonso, Ferrari - 28 voltas (abandono)
(4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 5 voltas (acidente)




















-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

GP2 SERIES

Jolyon Palmer vence a segunda corrida em Monza e aumenta a sua vantagem na liderança do campeonato.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O líder do campeonato largou na pole position da segunda corrida com o grid invertido na manhã desse domingo em Monza e venceu de ponta a ponta aumentando a diferença na liderança do campeonato sobre o brasileiro Felipe Nasr. Nasr fez uma péssima largada caindo da 3° para a 9° posição depois da primeira chicane. Felipe Nasr ainda se recuperou parcialmente na corrida e conseguiu chegar na sétima colocação. O brasileiro André Negrão teve o seu melhor final de semana da temporada, ele chegou num sólido 5° lugar nessa corrida. Stefano Coletti cruzou a linha de chegada em 2° e fechando o pódio da segunda corrida do final de semana veio Stéphane Richelmi, companheiro de equipe DAMS de Palmer. Com a vitória Jolyon Palmer abriu 43 pontos de vantagem sobre Felipe Nasr, restam ainda duas etapas com  corridas no total, esta dificil mas matemáticamente ainda é possível para Felipe Nasr. A penúltima etapa da GP2 acontece na segunda semana de Outubro em Sochi na Rússia.

GP2SERIES: 9° ETAPA - MONZA - CORRIDA 2
1.(7) Jolyon Palmer, DAMS - 21 voltas (36:38.991)
2.(6) Stefano Coletti, Racing Engineering - +1.501
3.(8) Stéphane Richelmi, DAMS - +3.024
4.(21) Marco Sorensen, MP Motorsport - +4.881
5.(17) André Negrão, Arden International - +7.980
6.(12) Jon Lancaster, Hilmer Motorsport - +8.448
7.(3) Felipe Nasr, Carlin - +10.602
8.(26) Arthur Pic, Campos Racing - +11.238
9.(14) Adrian Quaife-Hobbs, Rapax - +12.453
10.(20) Daniel De Jong, MP Motorsport - +16.157
11.(11) Daniel Abt, Hilmer Motorsport - +20.311
12.(15) Simon Trummer, Rapax - +21.036
13.(27) Kimiya Sato, Campos Racing - +22.906
14.(10) Stoffel Vandoorne, ART Grand Prix - +23.187
15.(9) Takuya Izawa, ART Grand Prix - +26.461
16.(18) Rio Haryanto, Caterham Racing - +31.247
17.(4) Julian Leal, Carlin - +38.858
18.(5) Raffaelle Marciello, Racing Engineering - +1 volta
19.(24) Nathanael Berthon, Venezuela GP Lazarus - abandono
20.(1) Mitch Evans, RT Russian Time - abandono
**Não Classificados**
(22) Sergio Canamasas, Trident - 15 voltas
(16) Rene Binder, Arden International - 9 voltas
(25) Sergio Campana, Venezuela GP Lazarus - 5 voltas
(19) Pierre Gasly, Caterham Racing - 0 voltas
(23) Johnny Cecotto, Trident - 0 voltas
(2) Artem Markelov, RT Russian Time - 0 voltas
----------------------------------------------------------------------------------------------------------GP2 Series 2014

NASCAR SPRINT CUP














Brad Keselowski vence em Richmond, a última corrida antes do Chase da Sprint Cup da Nascar.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Na última corrida antes do Chase Brad Keselowski venceu as 400 Milhas de Richmond nesse sábado (06/09) á noite. Foi a 4° vitória de Keselowski na temporada e sai na frente do Chase para a corrida do próximo domingo em Chicago. Ryan Newman e Greg Biffle garantiram as duas últimas vagas remanescentes para o Chase pela pontuação na temporada. Newman com um sólido 9° lugar e Biffle com apenas o 19° e duas voltas atrás na corrida de ontem. O pole position Keselowski retomou a liderança da corrida pela última vez na volta No. 127 quando na saída dos boxes após mais uma parada ele foi mais rápido do que Jeff Gordon e Kevin Harvick, dali em diante nunca mais foi incomodado. Jeff Gordon encostou em Keselowski no final da prova e cruzou a linha de chegada a o.7 segundos do vencedor. Clint Bowyer chegou em 3° mas mesmo assim esta fora do Chase, realisticamente falando ele teria que ter vencido a corrida para se classificar. Jamie McMurray terminou na 4° colocação e Kevin Harvick completou o top 5. Os primeiros três quartos da corrida foram totalmente dominados por Brad Keselowski, que liderou 283 das primeiras 300 voltas. Kevin Harvick foi o único que proporcionou alguma disputa ao Ford N. 2 da equipe Penske nos estágios iniciais da corrida. 

NASCAR SPRINT CUP: 26° ETAPA - RICHMOND - FINAL
1.(2) Brad Keselowski, Ford - 400 voltas (48 pontos)
2.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 400 voltas (42 pontos)
3.(15) Clint Bowyer, Toyota - 400 voltas (41 pontos)
4.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 400 voltas (40 pontos)
5.(4) Kevin Harvick, Chevrolet - 400 voltas (40 pontos)
6.(22) Joey Logano, Ford - 400 voltas (38 pontos)
7.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 400 voltas (37 pontos)
8.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 400 voltas (36 pontos)
9.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 400 voltas (35 pontos)
10.(43) Aric Almirola, Ford - 400 voltas (34 pontos)
11.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 400 voltas (33 pontos)
12.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 400 voltas (32 pontos)
13.(55) Brian Vickers, Toyota - 400 voltas (31 pontos)
14.(18) Kyle Busch, Toyota - 400 voltas (30 pontos)
15.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 400 voltas (29 pontos)
16.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 400 voltas (28 pontos)
17.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 399 voltas (27 pontos)
18.(27) Paul Menard, Chevrolet - 399 voltas (26 pontos)
19.(16) Greg Biffle, Ford - 398 voltas (25 pontos)
20.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 398 voltas (24 pontos)
21.(11) Denny Hamlin, Toyota - 398 voltas (23 pontos)
22.(99) Carl Edwards, Ford - 396 voltas (22 pontos)
23.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 396 voltas (21 pontos)
24.(36) Reed Sorenson, Chevrolet - 396 voltas (20 pontos)
25.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 396 voltas (19 pontos)
26.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 396 voltas (18 pontos)
27.(9) Marcos Ambrose, Ford - 395 voltas (17 pontos)
28.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 395 voltas (16 pontos)
29.(38) David Gilliland, Ford - 395 voltas (15 pontos)
30.(26) Cole Whitt, Toyota - 394 voltas (14 pontos)
31.(13) Casey Mears, Chevrolet - 394 voltas (13 pontos)
32.(98) Josh Wise, Chevrolet - 394 voltas (12 pontos)
33.(34) David Ragan, Ford - 394 voltas (11 pontos)
34.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 394 voltas
35.(37) Mike Bliss, Chevrolet - 394 voltas
36.(90) David Stremme, Chevrolet - 392 voltas (8 pontos)
37.(7) Michael Annett, Chevrolet - 392 voltas (7 pontos)
38.(23) Alex Bowman, Toyota - 391 voltas (6 pontos)
39.(32) Travis Kvapil, Ford - 391 voltas (5 pontos)
40.(66) Joe Nemechek, Toyota - 388 voltas
41.(20) Matt Kenseth, Toyota - 330 voltas (3 pontos)
42.(83) Ryan Truex, Toyota - 313 voltas (2 pontos)
43.(93) J.J. Yeley, Toyota - 31 voltas (freios)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2014

sábado, 6 de setembro de 2014

BLANCPAIN GT SERIES

Jeroen Bleekemolen e Hari Proczyk vencem a primeiro corrida em Portugal.
por Luis Fernando Soares de Almeida

No belíssimo Circuito do Algarve o Lamborghini FLII da dupla de pilotos Jeroen Bleekemolen e Hari Proczyk da equipe Grasser Racing conquistou a vitória na primeira corrida do final de semana da 5° etapa do Blancpain GT Series. A chave da vitória foi que logo após a largada Bleekemolen largando da 2° posição conquistou a liderança na primeira curva ultrapassando o pole position Tomas Enge (Lamborghini FLII). Com uma estratégia de parada nos boxes diferente o Mercedes SLS AMG #84 da equipe HTP Motorsports da dupla de pilotos Max Götz e Max Buhk conquistaram a segunda posição na corrida. Fechando o pódio da primeira corrida veio o Audi R8 LMS Ultra de Enzo Ide e Rene Rast. A equipe brasileiro conseguiu a 9° posição com Cacá Bueno e Sergio Jimenez e a 10° com Matheus Stumpf e Nelsinho Piquet. 

BLANCPAIN GT SERIES: 5° ETAPA - ALGARVE - QUALI RACE
1.(28) Hari Proczyk/Jeroen Bleekemolen, Lamborghini FLII - 32 voltas (1:45.561)
2.(84) Maximilian Götz/Maximilian Buhk, Mercedes SLS AMG - +0.819
3.(2) Enzo Ide/Rene Rast, Audi R8 LMS Ultra - +4.061
4.(1) César Ramos/Laurens Vanthoor, Audi R8 LMS Ultra - +10.658
5.(85) Sergei Afanasiev/Sted Dusseldorp, Mercedes SLS AMG - +12.626
6.(3) Roman Rusinov/Tomas Enge, Lamborghini FLII - +16.422
7.(4) Vincent Abril/Mateusz Lisowski, Audi R8 LMS Ultra - +23.966
8.(86) Lucas Wolf/Lucas Stolz, Mercedes SLS AMG - 25.688
9.(0) Cacá Bueno/Sérgio Jimenez, BMW Z4 - +29.904
10.(30) Matheus Stumpf/Nelsinho Piquet, BMW Z4 - +30.419
11.(5) Marc Basseng/Alessandro Latif, Audi R8 LMS Ultra - +31.190
12.(61) Sten Pentus/Chris van der Drift, McLaren MP4-12C - +31.987
13.(76) Thomas Jäger/Dominik Baumann, BMW Z4 - +37.104
14.(33) Alex Zanardi, BMW Z4 - +40.421
15.(63) Armaan Ebrahim/Miguel Toril, Mercedes SLS AMG - +44.368
16.(27) Sascha Halek/Stefan Landmann, Lamborghini FLII - +1:08.757
17.(9) Fabian Hamprecht/Stephane Ortelli, Audi R8 LMS Ultra - +33.108
18.(72) Antonio Coimbra/Luis Silva, Mercedes SLS AMG - +1:07.722
**Não classificados**
(6) Niki Mayr-Melnhof/Markus Winkelhock, Audi R8 LMS Ultra - 7 voltas
(60) Fabio Onidi/Giorgio Pantano, McLaren MP4-12C - 2 voltas
(71) Francisco Mora/Paulo Pinheiro, Mercedes SLS AMG - 2 voltas
(34) David Fumanelli/Stefano Colombo, BMW Z4 - 1 volta
------------------------------------------------------------------------------------------------------Blancpain GT Series 2014

GP2 SERIES

Stoffel Vandoorne vence em Monza na primeira corrida da GP2.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Largando da pole position o holandês Stoffel Vandoorne venceu a corrida de 30 voltas de ponta a ponta. Arthur Pic sempre esteve por perto mas nunca ameaçou a liderança de Vandoorne. Micth Evans completou o pódio da primeira corrida. O líder do campeonato Jolyon Palmer largou na última posição e fez uma ótima corrida de recuperação conseguindo ainda chegar na zona de pontuação em 8°. O brasileiro Felipe Nasr chegou 6° e André Negrão em 5°. Com o grid invertido para a segunda corrida, o líder do campeonato Jolyon Palmer larga na pole position e o brasileiro Felipe Nasr larga em 3°. Restam ainda mais duas etapas e a diferença entre Jolyon Palmer e Felipe Nasr é de 30 pontos. A segunda corrida acontece nesse domingo (07/09). 

GP2 SERIES: 9° ETAPA, ITÁLIA, MONZA - CORRIDA 1
1.(10) Stoffel Vandoorne, ART Grand Prix - 30 voltas (40:02.203)
2.(26) Arthur Pic, Campos Racing - +0.673
3.(1) Mitch Evans, RT Russian Time - +4.102
4.(8) Stephani Richelmi, DAMS - +9.502
5.(17) André Negrão, Arden International - +11.140
6.(3) Felipe Nasr, Carlin - +11.605
7.(21) Marco Sorensen, MP Motorsport - +14.458
8.(7) Jolyon Palmer, DAMS - +15.049
9.(6) Stephane Coletti, Racing Engineering - +16.704
10.(23) Johnny Cecotto, Trident - +17.164
11.(14) Adrian Quaife-Hobbs, Rapax - +25.885
12.(12) Jon Lancaster, Hilmer Motorsport - +29.125
13.(24) Nathanael Berthon, Venezuela GP Lazarus - +29.928
14.(4) Julian Leal, Carlin - +44.529
15.(25) Sergio Campana, Venezuela GP Lazarus - +49.032
16.(18) Rio Haryanto, Caterham Racing - +57.081
17.(19) Pierre Gasly, Caterham Racing - +57.868
18.(22) Sergio Canamasas, Trident - +63.139
19.(15) Simon Trummer, Rapax - +70.746
20.(16) Rene Binder, Arden International - +73.478
21.(2) Artem Markelov, RT Russian Time - +1 volta
**Não classificados**
(11) Daniel Abt, Hilmer Motorsport - abandono
(9) Takuya Izawa, ART Grand Prix - acidente
(5) Raffaele Marciello, Racing Engineering - abandono
(27) Kimiya Sato, Campos Racing - acidente
(20) Daniel De Jong, MP Motorsport - abandono
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------GP2 Series 2014 

FÓRMULA 1
















Lewis Hamilton conquista a pole em Monza, Nico Rosberg larga ao lado dele.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A disputa mais uma vez no Q3 ficou restrita aos dois pilotos da Mercedes, Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Dessa vez o britânico levou a melhor e com uma volta de 1:24.109 Lewis Hamilton conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Itália no Circuito de Monza. Hamilton foi o mais rápido em todas as etapas do treino de classificação. Nico Rosberg larga na primeira fila ao lado de Hamilton, o alemão conseguiu uma volta de 1:24.383. Apesar do bom desempenho de Fernando Alonso da Ferrari nos treinos livres, a Williams acabou na frente no treino de classificação. A segunda fila é da Williams, com Valtteri Bottas em 3° (1:24.697) e o brasileiro Felipe Massa em 4° (1:24.865). Os dois carros da McLaren tiveram um ótimo desempenho nos treinos e eles formam a terceira fila com Kevin Magnussen em 5° e Jenson Button na 6° colocação. Na 4° fila os 'desafetos' Fernando Alonso da Ferrari em 7° e Sebastian Vettel da Red Bull em 8°. Fechando a zona de pontuação na 9° colocação ficou Daniel Ricciardo (Red Bull) e em 10° o mexicano Sergio Perez da Force India. A largada acontece amanhã as 9 horas de Brasilia e o mundo inteiro estara de olho na primeira curva onde estarão certamente lado a lado Hamilton e Rosberg. 

F1: 13° ETAPA, GRANDE PRÊMIO DA ITÁLIA, MONZA - GRID
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:24.109 (20 voltas)
2.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:24.383 (19 voltas)
3.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:24.697 (16 voltas)
4.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:24.865 (17 voltas)
5.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:25.314 (18 voltas)
6.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:25.379 (18 voltas)
7.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:25.430 (17 voltas)
8.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:25.436 (18 voltas)
9.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - 1:25.709 (17 voltas)
10.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:25.944 (23 voltas)
------------------------------------------------------------------------------
11.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:26.070 (16 voltas)
12.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:26.110 (13 voltas)
13.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:26.157 (15 voltas)
14.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:26.279 (18 voltas)
15.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:26.588 (17 voltas)
16.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:26.692 (17 voltas)
17.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:27.520 (8 voltas)
18.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:27.632 (5 voltas)
19.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:27.671 (9 voltas)
20.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:27.738 (8 voltas)
21.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:28.247 (8 voltas)
22.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - 1:28.562 (9 voltas)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014 

NASCAR NATIONWIDE SERIES













Kyle Busch vence de maneira dominante em Richmond pela Nationwide.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Kyle Busch simplesmente liderou as 250 voltas da etapa da Nationwide na noite dessa sexta-feira (05/09) em Richmond. Ele cruzou a linha de chegada em primeiro 1.3 segundos à frente do segundo colocado, o líder da temporada Chase Elliott. Foi a 4° vitória de Busch na Nationwide esse ano e a 67° de sua carreira. Kevin Harvick terminou em terceiro seguido de Ryan Blaney e Brian Scott no top 5. Regan Smith o vice-líder do campeonato terminou em 6° e agora esta à 19 pontos de Chase Elliott. Confira abaixo o resultado da corrida de ontem.

NASCAR NATIONWIDE: 25° ETAPA - RICHMOND, FINAL
1.(54) Kyle Busch, Toyota - 250 voltas
2.(9) Chase Elliott, Chevrolet - 250 voltas (42 pontos)
3.(5) Kevin Harvick, Chevrolet - 250 voltas
4.(22) Ryan Blaney, Ford - 250 voltas
5.(2) Brian Scott, Chevrolet - 250 voltas (39 pontos)
6.(7) Regan Smith, Chevrolet - 250 voltas (38 pontos)
7.(43) Dakoda Armstrong, Ford - 250 voltas (37 pontos)
8.(11) Elliott Sadler, Toyota - 250 voltas (36 pontos)
9.(3) Ty Dillon, Chevrolet - 250 voltas (35 pontos)
10.(60) Chris Buescher, Ford - 250 voltas (34 pontos)
11.(31) Dylan Kwasniewski, Chevrolet - 250 voltas (33 pontos)
12.(20) Matt Kenseth, Toyota - 250 voltas
13.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 250 voltas
14.(01) Landon Cassill, Chevrolet - 250 voltas (30 pontos)
15.(6) Trevor Bayne, Ford - 250 voltas (29 pontos)
16.(16) Ryan Reed, Ford - 250 voltas (28 pontos)
17.(33) Cale Conley, Chevrolet - 249 voltas
18.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 249 voltas (26 pontos)
19.(99) James Buescher, Toyota - 248 voltas (25 pontos)
20.(10) Mike Bliss, Toyota - 248 voltas (24 pontos)
21.(51) Jeremy Clements, Chevrolet - 248 voltas (23 pontos)
22.(29) Kelly Admiral, Toyota - 247 voltas (22 pontos)
23.(39) Ryan Sieg, Chevrolet - 247 voltas (21 pontos)
24.(93) Ryan Ellis, Dodge - 247 voltas (20 pontos)
25.(44) Will Kimmel III, Toyota - 247 voltas (19 pontos)
26.(40) Matt DiBenedetto, Chevrolet - 246 voltas (18 pontos)
27.(19) Hermie Sadler, Toyota - 245 voltas (17 pontos)
28.(52) Joey Gase, Chevrolet - 245 voltas (16 pontos)
29.(23) Cody Ware, Chevrolet - 242 voltas (15 pontos)
30.(14) Jeff Green, Toyota - 192 voltas (14 pontos)
31.(28) J.J. Yeley, Dodge - 120 voltas (13 pontos)(freios)
32.(4) Jeffrey Earnhadrt, Chevrolet - 90 voltas (12 pontos)(acidente)
33.(87) JOsh Reaume, Ford - 79 voltas (11 pontos)(óleo)
34.(84) Chad Boat, Chevrolet - 71 voltas (10 pontos)(acidente)
35.(72) John Jackson, Chevrolet - 34 voltas (9 pontos)(freios)
36.(89) Morgan Shepherd, Chevrolet - 19 voltas (8 pontos)(transmissão)
37.(55) Jamie Dick, Chevrolet - 5 voltas (7 pontos)(acidente)
38.(91) Blake Koch, Toyota -  4 voltas (6 pontos)(vibração)
39.(46) Matt Frahm, Chevrolet - 3 voltas (5 pontos)(câmbio)
40.(74) Kevin Lepage, Dodge - 2 voltas (4 pontos)(acidente)
-----------------------------------------------------------------------------------------Nascar Nationwide Series 2014

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

FÓRMULA 1
















Lewis Hamilton no 1° treino e Nico Rosberg no 2°, a Mercedes continua mandando na Fórmula 1.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Nos dois primeiros treinos livres para o Grande Prêmio da Itália nada mudou os carros da Mercedes continuam dominando. Lewis Hamilton foi o mais rápido no primeiro treino (P1) dessa sexta-feira (05/09) com um tempo de 1:26.187 e Nico Rosberg foi o mais rápido no 2° treino (P2) com 1:. Confira abaixo a cronometragem completa dos dois primeiros treinos livres.

FÓRMULA 1: 13° ETAPA, ITÁLIA MONZA - P1
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:26.187 (25 voltas)
2.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:26.810 (27 voltas)
3.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:26.995 (26 voltas)
4.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:27.169 (23 voltas)
5.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:27.228 (30 voltas)
6.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:27.271 (27 voltas)
7.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:27.493 (27 voltas)
8.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:27.687 (13 voltas)
9.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:27.741 (33 voltas)
10.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:28.112 (23 voltas)
11.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:28.114 (21 voltas)
12.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:28.148 (20 voltas)
13.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:28.150 (21 voltas)
14.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:28.300 (30 voltas)
15.(#36) Giedo van der Garde, Sauber-Ferrari - 1:28.429 (19 voltas)
16.(#3) Daniel Ricciardo, Red BUll Racing-Renault - 1:28.487 (12 voltas)
17.(#34) Daniel Juncadella, Force INdia-Mercedes - 1:29.192 (10 voltas)
18.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:29.512 (24 voltas)
19.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:30.017 (25 voltas)
20.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:30.081 (27 voltas)
21.(#30) Charles Pic, Lotus-Renault - 1:30.125 (23 voltas)
22.(#45) Roberto Merhi, Caterham-Renault - 1:30.704 (29 voltas)
23.(#9) Marcus Ericsson, Cateram-Renault - 1:30.948 (16 voltas)
FÓRMULA 1: 13° ETAPA, ITÁLIA MONZA - P2
1.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:26.225 (41 voltas)
2.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:26.286 (16 voltas)
3.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:26.331 (31 voltas)
4.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:26.565 (26 voltas)
5.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:26.758 (34 voltas)
6.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:26.762 (34 voltas)
7.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:26.762 (27 voltas)
8.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:26.881 (44 voltas)
9.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:26.935 (33 voltas)
10.(#3) Daniel Ricciardo, Red BUll Racing-Renault - 1:26.992 (37 voltas)
11.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:27.079 (42 voltas)
12.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:27.227 (39 voltas)
13.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:27.476 (37 voltas)
14.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:27.840 (33 voltas)
15.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:27.929 (33 voltas)
16.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:28.029 (35 voltas)
17.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:28.659 (34 voltas)
18.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:28.700 (42 voltas)
19.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:28.786 (29 voltas)
20.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:29.085 (29 voltas)
21.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:29.178 (32 voltas)
22.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - 1:29.275 (37 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

NASCAR SPRINT CUP

















Kasey Kahne vence em Atlanta e conquista uma vaga no Chase da Sprint Cup.
por Luis Fernando Soares de Almeida

As atenções todas estavam voltadas para o retorno de Tony Stewart depois de 3 etapas fora da disputa por causa do acidente fatal onde ele esteve envolvido na categoria de Sprint Cars. Mas quem roubou a cena mesmo foi Kasey Kahne que venceu e conquistou uma vaga no Chase. Na segunda prorrogação Kasey Kahne ultrapassou o líder Matt Kenseth numa manobra ousada e venceu a corrida. Kenseth cruzou a linha de chegada na segunda colocação e tambem conseguiu se classificar para o Chase pela pontuação já que o piloto não tem nenhuma vitória na temporada. Restam apenas duas vagas para o Chase que será definido na última corrida da temporada regular na semana que vem em Richmond, no próximo sábado. Na primeira tentativa da prorrogação um acidente envolvendo vários carros na curva No.1 trouxe mais uma bandeira amarela, o pole position Kevin Harvick foi envolvido nesse acidente. Com 4 pneus novos de Kahne contra apenas 2 de Kenseth, ele superou o seu oponente e conseguiu a 17° vitória de sua carreira. Denny Hamlin chegou em terceiro seguido por Jimmie Johnson e Carl Edwards fechando o top 5. Danica Patrick chegou em 6°, a melhor colocação para uma mulher em Atlanta, Janet Guthrie em 1978 tinha terminado a corrida na 10° colocação. Tony Stewart acabou abandonando na volta No.125 após um pneu furado que mandou o seu carro para muro na curva No.2, forçando o piloto a entrar na garagem para tentar consertar os danos mas foi obrigado a abandonar a corrida.
Os pilotos que já estão garantidos para os playoffs (Chase) da Sprint Cup são:
------------------------------------------------------------------
1.Jeff Gordon (3 vitórias) - 872 pontos
2.Dale Earnhardt Jr. (3 vitórias) - 851 pontos
3.Joey Logano (3 vitórias) - 791 pontos
4.Brad Keselowski (3 vitórias) - 782 pontos
5.Jimmie Johnson (3 vitórias) - 766 pontos
6.Carl Edwards (2 vitórias) - 755 pontos
7.Kevin Harvick (2 vitórias) - 748 pontos
8.Kasey Kahne (1 vitória) - 708 pontos
9.Kyle Busch (1 vitória) - 657 pontos
10.Denny Hamlin (1 vitória) - 636 pontos
11.Kurt Busch (1 vitória) - 614 pontos
12.Aric Almirola (1 vitória) - 594 pontos
13.AJ Allmendinger (1 vitória) - 590 pontos
14.Matt Kenseth (0 vitórias) - 794 pontos
15.Ryan Newman (0 vitórias) - 747 pontos
16.Greg Biffle (0 vitórias) - 728 pontos
-------------------------------------------------------------------
NASCAR SPRINT CUP: 25° ETAPA - ATLANTA - FINAL
1.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 335 voltas (47 pontos)
2.(20) Matt Kenseth, Toyota - 335 voltas (43 pontos)
3.(11) Denny Hamlin, Toyota - 335 voltas (42 pontos)
4.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 335 voltas (40 pontos)
5.(99) Carl Edwards, Ford - 335 voltas (39 pontos)
6.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 335 voltas (38 pontos)
7.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 335 voltas (37 pontos)
8.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 335 voltas (36 pontos)
9.(43) Aric Almirola, Ford - 335 voltas (35 pontos)
10.(16) Greg Biffle, Ford - 335 voltas (34 pontos)
11.(88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 335 voltas (33 pontos)
12.(1) Jamie McMurray, Chevrolet - 335 voltas (32 pontos)
13.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 335 voltas (32 pontos)
14.(22) Joey Logano, Ford - 335 voltas (30 pontos)
15.(55) Brian Vickers, Toyota - 335 voltas (29 pontos)
16.(18) Kyle Busch, Toyota - 335 voltas (28 pontos)
17.(24) Jeff Gordon, Chevrolet - 335 voltas (27 pontos)
18.(27) Paul Menard, Chevrolet - 335 voltas (26 pontos)
19.(4) Kevin Harvick, Chevrolet - 335 voltas (27 pontos)
20.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 334 voltas (24 pontos)
21.(7) Michael Annett, Chevrolet - 334 voltas (23 pontos)
22.(13) Casey Mears, Chevrolet - 334 voltas (22 pontos)
23.(78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 334 voltas (21 pontos)
24.(3) Austin Dillon, Chevrolet - 334 voltas (20 pontos)
25.(33) Ty Dillon, Chevrolet - 332 voltas
26.(51) Justin Allgaier, Chevrolet - 332 voltas (18 pontos)
27.(34) David Ragan, Ford - 331 voltas (17 pontos)
28.(38) David Gilliland, Ford - 330 voltas (16 pontos)
29.(36) Reed Sorenson, Chevrolet - 330 voltas (15 pontos)
30.(26) Cole Whitt, Toyota - 329 voltas (14 pontos)
31.(40) Landon Cassill, Chevrolet - 329 voltas
32.(32) J.J. Yeley, Ford - 328 voltas
33.(98) Josh Wise, Chevrolet - 328 voltas (11 pontos)
34.(66) Brett Moffitt, Toyota - 327 voltas (10 pontos)
35.(23) Alex Bowman, Toyota - 326 voltas (9 pontos)
36.(83) Ryan Truex, Toyota - 326 voltas (8 pontos)
37.(77) Joe Nemechek, Ford - 324 voltas
38.(15) Clint Bowyer, Toyota - 314 voltas
39.(2) Brad Keselowski, Ford - 296 voltas (6 pontos)(acidente)
40.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 258 voltas (4 pontos)(vibração)
41.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 170 voltas (3 pontos)(acidente)
42.(9) Marcos Ambrose, Ford - 122 voltas (2 pontos)(motor)  
43.(37) Mike Bliss, Chevrolet - 23 voltas (vibração)
------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2014

PROTYRE FÓRMULA RENAULT
















Pietro Fittipaldi imbatível em Snetterton, conquistou mais duas vitórias no domingo.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Pietro Fittipaldi deu um passo gigantesco para a conquista do título da temporada 2014 da Protyre Fórmula Renault nesse domingo. Após vencer a primeira corrida do final de semana no sábado (30/08) ele simplesmente venceu as duas corridas do domingo (31/08) completando 8 vitórias consecutivas na temporada. Com isso Fittipaldi abriu 70 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o seu companheiro de equipe Matteo Ferrer. Só restam mais duas etapas no campeonato e dificilmente Pietro perderá esse titulo.

PROT.F RENAULT: 4° ETAPA - SNETTERTON - RACE 3
1.(21) Pietro Fittipaldi, MGR Motorsport - 12 voltas (22:27.242)
2.(7) Alex Gill, Fortec Motorsport - +0.547
3.(9) Piers Hickin, Scorpio Motorsport - +8.935
4.(22) Tarun Reddy, MGR Motorsport - +16.164
5.(28) Travis Jordan Fischer, Cliff Dempsey Racing - +32.393
6.(45) Colin Noble, MGR Motorsport - +32.602
7.(20) Matteo Ferrer, MGR Motorsport - +33.028
8.(96) Jack Butel, SWB Motorspor - +54.043
9.(89) Hayden Edmunds, MTech Lite - +57.459
10.(23) Patrick Dussault, Cliff Dempsey Racing - +1:32.099
----------------------------------------------------------------------------------------------------------Protyre Fórmula Renault 2014

domingo, 31 de agosto de 2014

INDYCAR SERIES

 Temos o primeiro campeão do ano, Will Power finalmente conquista o título da temporada na IndyCar Series.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Will Power largando bem atrás do grid na 21° posição, pilotou mais com a cabeça do que com o coração na noite desse sabado (30/08) em Fontana na Califórnia. O australiano Will Power conquistou o seu primeiro título da IndyCar terminando na 9° colocação após fracassar por três vezes sempre no finalzinho da temporada. O brasileiro Tony Kanaan fez uma excelente corrida e conquistou a sua primeira vitória do ano nas 500 Milhas de FOntana que deu pontuação dobrada para os pilotos, mas quem ganhou todas as atenções da noite foi Power que com uma boa vantagem de pontos sobre o segundo colocado, o brasileiro Helinho Castroneves deu o primeiro título para a Penske desde 2006. Largando na penúltima colocação Power pacientemente escalou o pelotão de trás e chegou no top 15 da corrida rapidamente. Após uma relargada na volta No.62, o Australiano simplesmente apareceu na liderança da corrida, mas após mais uma parada nos boxes ele voltou para o pelotão de trás. Tony Kanaan conquistou a sua primeira vitória do ano e na equipe Target Chip Ganassi Racing, e a 17° de sua carreira. O brasileiro foi o 11° piloto à vencer uma corrida nesse ano, empatando com os anos de 2000 e 2001 da extinta categoria CART. Mas a temporada pertence mesmo a Will Power que teve a capacidade de frieza e concentração não querendo relembrar os três fracassos anteriores. Em 2010 e 2012 ele entrou na última corrida dessas temporadas na liderança do campeonato e falhou na conquista do título. Em 2011 com apenas duas corridas para terminar a temporada ele tambem liderava, com certeza esses fracassos devem ter passado pela cabeça dele na noite de ontem, quando o seu carro começou a perder rendimento e ele foi ultrapassado por vários pilotos, mas conseguiu se estabilizar na 9° posição. Foi uma ano excepcional para a equipe Penske que conquistou três vagas dos quatro primeiros lugares da classificação final. Will Power em 1°, Helinho Castroneves em 2° e Juan Pablo Montoya em 4°. O brasileiro Helinho Castroneves que conquistou a pole position no treino de sexta-feira (29/08) viu as suas chances diminuirem quando com 31 voltas para terminar a corrida sofreu uma penalização da direção de prova por ter violado uma entrada para os boxes. A penalidade sofrida pelo brasileiro certamente abriu caminho e facilitou o título para o australiano quando viu o seu maior rival cair para o pelotão de trás na corrida. Pela sexta vez em sua carreira o brasileiro Helinho perdeu o título entrando nas duas corridas finais do ano sempre nas duas melhores posições na tabela de classificação. Power terminou com 62 pontos de vantagem sobre Castroneves, Scott Dixon (Target Chip Ganassi Racing) terminou em 3° com Montoya em 4°. Um título merecidíssimo para o australiano Will Power. Depois de 15 anos de carreira POwer conquista o seu titulo mais importante.

INDYCAR SERIES: 18° ETAPA - 500 MILHAS DE FONTANA - FINAL
1.(#10) Tony Kanaan, Target Chip Ganassi Racing - 250 voltas
2.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing - 250 voltas
3.(#20) Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing - 250 voltas
4.(#2) Juan Pablo Montoya, Verizon Team Penske - 250 voltas
5.(#27) James Hinchcliffe, Andretti Autosport - 250 voltas
6.(#14) Takuma Sato, A.J. Foyt Racing - 250 voltas
7.(#8) Ryan Briscoe, NTT Data Chip Ganassi Racing - 250 voltas
8.(#34) Carlos Munoz, AndrettiTV.com HVM Racing - 250 voltas
9.(#12) Will POwer, Verizon Team Penske - 250 voltas
10.(#67) Josef Newgarden, Sarah Fisher Hartman Racing - 250 voltas
11.(#25) Marco Andretti, Andretti Autosport - 249 voltas
12.(#83) Charlie Kimball, NovoLog FlexPen Ganassi Racing - 249 voltas
13.(#19) Justin Wilson, Dale Coyne Racing - 249 voltas
14.(#3) Helinho Castroneves, Team Penske - 249 voltas
15.(#98) Jack Hawksowrth, Castrol Edge - 249 voltas
16.(#28) Ryan Hunter-Reay, DHL Andretti Autosport - 248 voltas
17.(#17) Sebastian Saavedra, KV AFS Racing - 248 voltas
18.(#11) Sebastien Bourdais, KVSH Racing - 245 voltas
19.(#15) Graham Rahal, National Guard - 244 voltas
20.(#77) Simon Pagenaud, Schmidt Peterson Hamilton Motorsports - 243 voltas
21.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing - 21 voltas (abandono)
22.(#7) Mikhail Aleshin, SMP Racing - não

largou.





















--------------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2014

sábado, 30 de agosto de 2014

PROTYRE FÓRMULA RENAULT


















Pietro Fittipaldi segue brilhando na Fórmula Renault Protyre na Inglaterra.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Na tarde desse sábado (30/08) o brasileiro Pietro Fittipaldi que lidera o campeonato conseguiu a sua sexta vitória consecutiva no 9° round do Campeonato Britânico Protyre da Fórmula Renault. A etapa desse final de semana ainda tem duas corridas para serem realizadas nesse domingo (31/08) no Circuito de Snetterton. Tarun Reddy conseguiu o melhor resultado de sua carreira chegando na segunda colocação e completando o pódio veio Matteo Ferrerm o vice-líder do campeonato. Fittipaldi tem agora 42 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Matteo Ferrer. O momento chave dessa primeira corrida do final de semana aconteceu na 3° volta quando o pole position Alex Gill e o segundo colocado do grid Piers Hickin foram punidos com uma passagem pelo pitlane. Ambos foram flagrados queimando a largada. Pietro Fittipaldi, neto do piloto Emerson Fittipaldi vem fazendo uma temporada excepcional na Fórmula Renault e é um dos cotados para disputar o campeonato da World Series by Renault 3.5 no ano que vem. 
---------------------------------------------------------------------------------------------------Protyre Fórmula Renault 2014

INDYCAR SERIES

Helinho Castroneves conquista a pole position para a ultima prova da temporada em Fontana na Califórnia.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Helinho Castroneves por três vezes chegou perto do título de campeão da Indy nos Estados Unidos, nessa noite mais uma vez ele irá brigar pelo título da temporada na prova final da Indy que acontece na noite desse sábado (30/08) nas 500 Milhas de Fontana no Super Speedway da California. Helinho começou bem essa disputa conquistando a pole position para a prova nessa sexta-feira (29/08). Com isso a diferença diminui 1 ponto e agora é de 50, lembrando que a pontuação dessa prova será dobrada. Serão 250 voltas no Oval de 2 milhas e ontem com uma média de velocidade de 218.540 mph ele conquistou a pole. Foi a terceira pole do ano para CAstroneves e a sua 41° da carreira. O líder do campeonato Will Power teve o pior treino da temporada e larga apenas na 21° colocação. O terceiro piloto com chances de conquistar o título, Simon Pagenaud da equipe Schmidt Peterson Hamilton Motorsports largará na 13° posição do grid. Juan Pablo Montoya da Penske larga em 2° ao lado de Helinho. A corrida acontece hoje a noite às 22:30 hrs de Brasília. O canal fechado Bandsports anuncia a transmissão ao vivo para o Brasil.

INDYCAR SERIES: 500 MILHAS DE FONTANA - GRID
1.(#3) Helinho Castroneves, Team Penske - 1:05.8918
2.(#2) Juan Pablo Montoya, Penske Motorsports - 1:06.1700
3.(#67) Josef Newgarden, Sarah Fisher Hartman Racing - 1:06.1765
4.(#14) Takuma Sato, A.J. Foyt Racing - 1:06.2607
5.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing - 1:06.3420
6.(#83) Charlie Kimball, Novo Nordisk Ganassi Racing - 1:06.3644
7.(#10) Tony Kanaan, Target Chip Ganassi Racing - 1:06.4032
8.(#7) Mikhail Aleshin, Schmidt Peterson Motorsports - 1:06.4432
9.(#28) Ryan Hunter-Reay, Andretti Autosport - Andretti Autosport - 1:06.5726
10.(#15) Graham Rahal, Rahal Letterman Lanigan Racing - 1:06.5746
11.(#27) James Hinchcliffe, Andretti Autosport - 1:06.6983
12.(#8) Ryan Briscoe, NTT Data Chip Ganassi Racing - 1:06.7042
13.(#77) Simon Pagenaud, Schmidt Peterson Hamilton Motorsports - 1:06.7433
14.(#20) Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing - 1:06.8753
15.(#11) Sebastien Bourdais, KVSH Racing - 1:07.0662
16.(#19) Justin Wilson, Dale Coyne Racing - 1:07.1371
17.(#98) Jack Hawksworth, BHA/BBM with Curb Agajanian - 1:07.2354
18.(#25) Marco Andretti, Andretti Autosport - 1:07.2556
19.(#34) Carlos Munoz, Andretti - HVM - 1:07.2926
20.(#17) Sebastain Saavedra, KV AFS Racing - 1:07.2958
21.(#12) Will Power, Verizon Team Penske - 1:07.7316
22.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing - 1:11.1749
----------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2014

terça-feira, 26 de agosto de 2014

BLANCPAIN GT SERIES

Dominik Baumann conquista a primeira vitória para a equipe BMW Sports Trophy Schubert na Eslováquia.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Na principal corrida do final de semana na ESlováquia pelo Blancpain GT Series a BMW foi dominante. A equipe brasileira conquistou o seu primeiro pódio do ano, numa disputa acirradíssima entre Sergio Jimenez do Team Brasil contra Dominik Baumann do Team Schubert. Baumann conquistou a liderança na penúltima volta da corrida quando ultrapassou o brasileiro Sergio Jimenez. A disputa pela terceira posição tambem foi emocionante, com René Rast no seu Audi #2 da equipe Belgian Audi Club Team WRT conquistou a 3° colocação apenas na última volta. Na Silver Cup os vencedores foi a dupla da equipe HTP Motorsport Mercedes, Lucas Wolf e Luca Stolz, assim como a dupla Marc Basseng e Alessandro Latif pela equipe Phoenix Racing Audi venceu na Pro-Am Trophy. A próxima etapa acontece nos dias 6-7 de Setembro no Algarve em Portugal.

BLANCPAIN GT SERIES: 4° ETAPA - SLOVAKIA RING MAIN RACE
1.(76) Thomas Jager/Dominik Baumann, BMW Z4 - 29 voltas
2.(0) Cacá Bueno/Sergio Jimenez, BMW Z4 - +1.557
3.(2) Enzo Ide/René Rast, Audi R8 LMS Ultra - +14.215
4.(84) Nico Verdonck/Maximilian Götz, Mercedes SLS AMG - +16.529
5.(86) Lucas Wolf/Luca Stolz, Mercedes SLS AMG - +30.169 (Silver Cup)
6.(85) Sergei Afanasiev/Stef Dusseldorp, Mercedes SLS AMG - +32.770
7.(5) Marc Basseng/Alessandro Latif, Audi R8 LMS Ultra - +34.364 (Pro-AM Trophy)
8.(61) Chris van der Drift/Sten Pentus, McLaren MP4-12C - +35.219
9.(4) Vincent Abril/Mateusz Lisowski, Audi R8 LMS Ultra - +1:05.874 (Silver Cup)
10.(63) Miguel Toril/Armaan Ebrahim, Mercedes SLS AMG - +1:11.132 (Silver Cup)
11.(1) César Ramos/Laurens Vanthoor, Audi R8 LMS Ultra - +1:43.270
12.(27) Sascha HAlek/Stefan Landmann, Lamborghini FLII - + (Pro-AM Trophy)
13.(34) Stefano Colombo/David Fumanelli, BMW Z4 - +1:45.137 (Silver Cup)
14.(60) Fabio Onidi/Giorgio Pantano, McLaren MP4-12C - +1:48.137
15.(97) Rene Munnich, Mercedes SLS AMG - +21:33.012 (Pro-AM Trophy)
16.(33) Alex Zanardi, BMW Z4 - +21:46.946
17.(28) Hari Proczyk/Jeroen Bleekemolen, Lamborghini FLII - +57:42.064
18.(30) Matheus Stumpf/Valdeno Brito, BMW Z4 - abandono
19.(9) Fabian Hamprecht/Stephane Ortelli, Audi R8 LMS Ultra - abandono
20.(6) Niki Mayr-Melnhof/Markus Winkelhock, Audi R8 LMS Ultra - abandono
-------------------------------------------------------------------------------------------------Blancpain GT Series 2014

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

INTERNATIONAL CLASSIC GRAND PRIX


Brasileiro Bob Keller, um dos pilotos participantes, trabalha para trazer uma prova para o Brasil em 2015.
por Luiz Alberto Pandini

As máquinas que fizeram a história do Campeonato Mundial de Motovelocidade nas décadas de 1970 e 1980 estão em plena atividade. O International Classic Grand Prix reúne motos das categorias 250 cm³ e 350 cm³. Os grids, sempre cheios (a prova mais recente, realizada em Spa Francorchamps no último dia 6 de julho, teve 40 motos), têm a presença assídua de um piloto brasileiro: Bob Keller, que trabalha para realizar uma prova da ICGP em Interlagos em fevereiro de 2015.
"Estamos à procura de patrocinadores para viabilizar a realização da prova. Já tenho a data assegurada e a aprovação do projeto pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo). Nossa intenção é fazer um evento de motovelocidade como nunca se viu no Brasil. O motociclismo tem uma história muito rica no País, mas infelizmente essa história é pouco conhecida", afirma Keller. Além das provas do ICGP (cada etapa é disputada em sistema de rodada dupla), ele pretende incluir na programação uma prova de categoria nacional da motovelocidade, uma exposição de motos de rua clássicas (complementada com uma volta na pista) e uma homenagem aos pilotos brasileiros que disputaram provas oficiais com Yamaha TZ, a moto mais importante dos Grand Prix das décadas de 1970 e 1980." 
Tal importância, segundo Keller, se deve ao incentivo proporcionado pela Yamaha ao construir uma moto de GP de custo relativamente baixo e com manutenção facilitada pelo acesso fácil às peças: "Muitas delas podiam ser adquiridas em concessionários Yamaha na Europa, nos Estados Unidos e no Japão. Muitas vieram para o Brasil, a ponto de ter existido uma categoria específica para elas". Além de acessíveis, as TZ eram extremamente competitivas - algo que pode ser constatado em uma rápida verificação das listas de campeões mundiais e vencedores de GPs das categorias 250 cm³ e 350 cm³ realizados entre 1970 e meados da década de 1980, em que as TZ eram maioria e venciam corridas e campeonatos, muitas vezes inscritas por equipes particulares contra equipes de fábrica. 
Keller tem em seu currículo como motociclista diversas participações no Rali dos Sertões e em provas de motovelocidade para máquinas clássicas. Sua paixão por esse tipo de moto levou-o a atuar na restauração de uma Yamaha TZ 350 utilizada na década de 1970 por Adu Celso, o primeiro piloto brasileiro a vencer uma prova do Campeonato Mundial de Motovelocidade (GP da Espanha de 1973, na categoria 350 cm³). Como piloto de automóveis, ele venceu em 1996 a Mil Milhas Brasileiras, pilotando um Porsche 911. No ICGP, Keller compete com uma Yamaha TZ 250 e, neste ano, obteve um sexto lugar na França e um quarto lugar na Holanda.




















O que é o International Classic Grand Prix

Aberto a qualquer moto de Grand Prix das categorias 250 e 350 cm³ fabricadas entre janeiro de 1974 e dezembro de 1984, o ICGP teve sua primeira prova realizada em 1999 no circuito de Paul Ricard, na França. O criador do campeonato é o piloto francês Eric Saul, vencedor de dois GPs das categorias 250 e 350 em 1981 e 1982 e também participante do ICGP.
A cada temporada, são realizadas de seis a oito corridas em circuitos diversos, mas com um ponto em comum: a identificação histórica com provas internacionais de motovelocidade. O calendário de 2014 foi iniciado em abril em Paul Ricard (França) e seguiu em Hengelo (Holanda), Jarama (Espanha) e Spa-Francorchamps (Bélgica). As próximas etapas serão realizadas em 31 de agosto em Rijeka (Croácia), circuito que até a década de 1980 sediou o GP da Iugoslávia, e 8 de setembro em Donington (Inglaterra).
Cerca de 40 motos alinham em cada corrida, havendo classificação e pontuação em separado para as duas categorias (350 cm³ e 250 cm³). Todas devem ser máquinas de GP originais da época - réplicas e motos de rua não são permitidas. As Yamaha TZ predominam, mas têm forte concorrência das Kawasaki KR, Chevallier, Rotax, Bimota, Egli, Harris e Spondon.
Além das motos, o International Classic Grand Prix tem vários "pilotos clássicos". O líder do atual campeonato é o francês Guy Bertin, vice-campeão mundial da categoria 125 cm³ em 1980 e vencedor das 24 Horas de Bol d’Or (1983) e Le Mans (1985), duas das mais importantes provas de endurance para motos. Outros nomes familiares para os conhecedores da história do Mundial de Motovelocidade presentes no ICGP são os do suíço Bruno Kneubuhler (três vezes vice-campeão mundial nas categorias 50 e 125, entre 1973 e 1983) e Bernard Fau (participante das categorias 500 e 250 entre 1975 e 1983). Nenhum piloto do ICGP pode ter participado de campeonatos com motos "modernas" nos últimos três anos.

Mais informações: www.icgpracing.com
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------International Classic Grand Prix