segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

FÓRMULA E

SEBASTIÉN BUEMI REINA ABSOLUTO NA FÓRMULA E.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Após 3 meses do inicio da temporada parece que Sebastién Buemi da equipe e-Dams não encontrou adversário ainda na categoria. Nesse final de semana pela terceira etapa disputada em Buenos Aires, Buemi conseguiu a sua terceira vitória consecutiva na temporada. É a primeira vez que isso acontece na categoria. O brasileiro Lucas Di Grassi da equipe ABT Schaeffler Audi Sport largou na pole position em Buenos Aires. Na terceira volta Di Grassi foi superado por Jean-Eric Vergne da equipe TECHEETAH que assumiu a liderança da prova. Buemi veio logo na sequencia e superou Di Grassi assumindo a vice-liderança da prova. Na volta No.6 Buemi assumiu a ponta da corrida ultrapassando Vergne e dali não saiu mais até o final da prova. O primeiro carro de Di Grassi não tinha um bom desempenho e ele rapidamente perdeu posições para Oliver Turvey e Nico Prost. Durante a parada obrigatória para troca de carros Di Grassi voltou à frente de Turvey. O segundo carro do brasileiro se mostrou mais eficiente e ele superou Nicolas Prost conquistando a terceira colocação novamente. O pódio ficou com Buemi em primeiro, Vergne em segundo e Di Grassi em terceiro. Buemi declarou que vai priorizar as provas de longa duração da FIA WEC, quando as provas coincidirem. Talvez essa seja a chance para outros pilotos encostarem nele na tabela de classificação. O piloto local Jose Maria Lopez largou na última colocação, ele bateu o carro no primeiro setor de classificação quando era o mais rápido da pista, ele ainda acabou na 10° colocação. A 4° etapa acontece no próximo dia 01 de Abril na cidade do México. Confira abaixo o resultado oficial da corrida. 

Fórmula E - ePRIX BUENOS AIRES - 4° ETAPA
---------------------------------------------
1.Sebastien Buemi, Renault e.dams
2.Jean-Eric Vergne, TECHEETAH
3.Lucas Di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
----------------------------------------------
4.Nico Prost, Renault e.dams
5.Nelson Piquet Jr., NEXTEV NIO
6.Loic Duval, Faraday Future Dragon Racing
7.Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi sport
8.Jerome d'Ambrosio, Faraday Future Dragon Racing
9.Oliver Turvey, NEXTEV NIO
10.Jose Maria Lopez, DS Virgin Racing
11.Antonio Felix da Costa, Andretti Formula E
12.Stephane Sarrazin, Venturi Formula E Team
13.Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing
14.Robin Frijns, Adretti Formula E
15.Nick Heidfeld, Mahindra Racing
16.Ma Quing Hua, TECHEETAH
17.Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing
18.Felix Rosenqvist, Mahindra Racing
19.Mario Engel, Venturi Formula E Team
20.Sam Bird, DS Virgin Racing
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Fórmula E 2017

MONSTER ENERGY NASCAR CUP SERIES

 JOEY LOGANO VENCE O 'THE CLASH' EM DAYTONA.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Na corrida de exibição que deveria acontecer no sábado mas foi adiada devido as chuvas, no domingo Joey Logano acabou vencendo a prova que não vale pontos para a temporada. Os 17 carros mais rápidos do treino de classificação participaram dessa corrida. Quando Brad Keselowski e Denny Hamlin bateram na curva 2 na última volta, Joey Logano aproveitou e venceu a corrida. Logano recebeu a bandeira quadriculada 1.1 segundos à frente do segundo colocado, Kyle Busch que cruzou praticamente junto com Alex Bowman. Danica Patrick se livrou da confusão na curva 2 e conseguiu um excelente 4° lugar. Kevin Harvick que pela primeira vez dirigiu um carro da Ford cruzou na P5. O mexicano Daniel Suarez que fez a sua primeira corrida na principal categoria da Nascar chegou em 8°. Foi a primeira vitória da Ford nessa corrida desde a vitória de Dale Jarrett em 2004. As 500 Milhas de Daytona que abre oficialmente a temporada 2017 da Monster Energy Cup acontece no próximo domingo de Carnaval.

DAYTONA SPEEDWAY - THE CLASH - 75 VOLTAS
----------------------------------------------------------------------
1.(#22) JOEY LOGANO, FORD            75 VOLTAS
2.(#18) KYLE BUSCH, TOYOTA           75 VOLTAS
3.(#88) ALEX BOWMAN, CHEVROLET       75 VOLTAS
4.(#10) DANICA PATRICK, FORD         75 VOLTAS
5.(# 4) KEVIN HARVICK, FORD          75 VOLTAS
6.(# 2) BRAD KESELOWSKI, FORD        75 VOLTAS
7.(#24) CHASE ELLIOTT, CHEVROLET     75 VOLTAS
8.(#19) DANIEL SUAREZ, TOYOTA        75 VOLTAS
9.(#37) CHRIS BUESCHER, CHEVROLET    75 VOLTAS
10.(#1) JAMIE MCMURRAY, CHEVROLET    75 VOLTAS
11.(#20) MATT KENSETH, TOYOTA        75 VOLTAS
12.(# 3) AUSTIN DILLON, CHEVROLET    75 VOLTAS
13.(#11) DENNY HAMLIN, TOYOTA        74 VOLTAS
14.(#42) KYLE LARSON, CHEVROLET      61 VOLTAS
15.(#78) MARTIN TRUEX JR., TOYOTA    60 VOLTAS
16.(#48) JIMMIE JOHNSON, CHEVROLET   48 VOLTAS
17.(#41) KURT BUSCH, FORD            15 VOLTAS
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@Monster Energy Nascar Cup Series 2017

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

FORMULA 1


AS INOVAÇÕES NOS PNEUS DA FÓRMULA 1
por Luis Fernando Soares de Almeida

Em 1950 os primeiros três fornecedores de pneus para a categoria era Pirelli, Dunlpo e Englebert. Os pneus eram finos com a superficie da borracha em forma de roscas cruzadas. Ao longo dos anos os pneus se tornaram menores mas mais largos. Os pneus no incio da categoria tinham o mesmo tamanho e largura, os traseiros foram gradativamente se tornando mais curtos e largos.
Depois de 21 anos, em 1971 a Firestone e a Goodyear eram as duas únicas fabricantes lutando na categoria. No Grade Prêmio da Africa do Sul a Goodyear teve o primeiro pneu estourado. Seis semanas mais tarde em Barcelona, a Firestone lançou o primeiro pneu slick (liso) da história da categoria. 
Em 1977 os pneus radiais foram introduzidos na F1. Os pneus radiais já eram utilizados nos carros de rua e entraram na F1 em 1977 pela Michelin. Os radiais ofereciam um melhor contato da borracha e precisão nas curvas, mas demoravam para chegar numa temperatura ideal quando chegavam no limite ideal de adesão já estavam desgastados. Em 1974 durante um Grande Prêmio no Canadá, o frio era intenso, a McLaren criou um sistema de aquecimento de pneus na sua garagem para armazenar os pneus, trouxeram cobertores e edredons dos hotéis para embalar os pneus até a hora do alinhamento no grid. Os cobertores de aquecimento foram introduzidos oficialmente em 1986 durante o GP da Espanha. 
Em 1997 a Bridgestone se juntou a Goodyear e preocupados com a velocidade excessiva dos carros, a FIA introduziu os pneus com listras, os chamados ''grooved tyres". Esses pneus limitavam o contato da borracha com o asfalto e diminuiam o nível de aderência dos carros. Os pilotos odiaram a novidade, mas a mesma foi mantida por pelo menos 1 decada na categoria. Em 2007 outra grande mudança, os compostos múltiplos passaram a ser obrigatórios. Durante uma corrida as equipes eram obrigadas a usar pelo menos dois compostos diferentes, macios e duros. Na era da Bridgestone isso não teve uma grande influência nas corridas pois os pneus eram extremamente duráveis, quando a Pirelli assumiu a exclusividade no fornecimento dos pneus a partir de 2011 a estratégia de troca de pneus se tornou crucial no andamento das corridas. 
A partir de 2008 a guerra de fabricantes de pneus chegou ao seu final na F1. A FIA decidiu que apenas um fabricante de pneus equiparia todas as equipes. A Bridgestone reinou de 2008 ate 2010 e a partir de 2011 até hoje a Pirelli tem sido a única fornecedora. A mudança para esse ano sera interessante, pois os pneus serão bem maiores do que os do ano passado, tanto na frente como na traseira do carro como é possível verificar nas imagens acima. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@Fórmula 1 2017

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

FIA WTCC

A equipe de fábrica da VOLVO vai confirmar os seus pilotos para a temporada no final desse mês.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A equipe de fábrica da Volvo Polestar Cyan Racing confirmou que no próximo dia 27 de Fevereiro revelará os pilotos que disputarão a temporada. O esquadrão suéco tem feito mistério sobre a sua lineup de pilotos. Já confirmaram que terão três carros em vez de apenas dois nessa temporada. Um piloto que definitivamente não fará parte da equipe é Robert Dahlgren que anunciou a sua decisão de abandonar a carreira de piloto. O anúncio dos pilotos esta marcado para as 14 horas (locais) em Gotemburgo na Suécia. A temporada tem inicio marcado para os dias 7-9 de Abril próximo no Marrocos. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@FIA WTCC 2017

INDYCAR SERIES

ED JONES esta pronto para o próximo capítulo de sua carreira.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O jovem piloto Ed Jones de apenas 21 anos acertou com a equipe Dale Coyne Racing para pilotar um de seus carros por três etapas. O britãnico que tem 5 vitórias, 15 pódios e 11 pole position em 34 corridas nas duas últimas temporadas antes de se tornar o campeão da Indy Lights em 2016. Jones garantiu a sua presença em três etapas da temporada de 2017 pela equipe Dale Coyne Racing, incluindo a 101° edição das 500 Milhas de Indianapolis. Dale Coyne ficou impressionado com o desempenho do piloto na última etapa da temporada do ano passado em Laguna Seca onde ele conquistou o título da Indy Lights. Jones tambem foi campeão da F3 Européia no ano de 2013. Jones terá a oportunidade de ser o companheiro de equipe do tetra campeão Sebastien Bourdais. Mesmo estando mais acostumado com circuitos de rua e mistos onde correu na Europa, Jones admite ter uma ainidade com circuitos ovais que se desenvolveu rapidamente durante o período que passou na Indy Lights. Ontem foi feita a primeira avaliação dos novatos no circuito de 1 milha de Phoenix. Vamos ver como o novato se sai nas três corridas que disputará nessa temporada
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@IndyCar Series 2017

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

FORMULA 1


SEIS EQUIPES JÁ CONFIRMARAM A DATA DE LANÇAMENTO DE SEUS NOVOS CARROS

por Luis Fernando Soares de Almeida

Confiram as datas já confirmadas dos novos carros de 6 equipes da F1 para a nova temporada.

.21 de Fevereiro: RENAULT - R.S.17 (Renault), Londres
.22 de Fevereiro: FORCE INDIA - VJM10 (Mercedes), Silverstone, UK
.23 de Fevereiro: MERCEDES - F1 W08 (Mercedes), Silverstone, UK
.24 de Fevereiro: FERRARI - TBC (Ferrari), Fiorano, Itália
.24 de Fevereiro: McLAREN - MCL32 (Honda), Woking, UK
.26 de Fevereiro: TORO ROSSO - STR12, Barcelona, Espanha
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@F1 2017

FORMULA 1

A FÓRMULA 1 ENTRA NUMA NOVA ERA.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Desde os anos 60 os engenheiros das equipes procuram deixar os carros da categoria mais importante do automobilismo mundial mais rápidos. A grande e maior mudança dos últimos anos na F-1 vai priorizar o espetáculo tentando torná-lo menos previsivel do que vem acontecendo nos últimos anos. Os donos das equipes calculam que os carros serão cerca de 5 segundos mais rápidos para essa temporada, o que é uma mudança absurda. Os carros serão mais largos, com pneus bem maiores e com as carrocerias mais "gordas". A asa dianteira terá a forma de uma seta que sai diretamente da extremidade frontal do bico dianteiro.  O carro será rebaixado e o aerofólio traseiro terá um desenho bem agressivo. Os carros em teoria estarão mais dificeis de se conduzir e os pilotos serão testados fisicamente como não são a 6 anos pelo menos. Na curvas mais rápidas a aceleração lateral aumentará em cerca de 1G, fisicamente será brutal para o piloto. A idéía é tornar o piloto mais importante do que a máquina, o fator 'herói' estará de volta a categoria ? Tudo isso tenta salvar um esporte que não tem mais a audiência na TV como antigamente. Nem todos ficaram felizes com essa mudança, em Novembro de 2015 a Mercedes tentou de tudo para desmobilizar a FIA para brecar essas mudanças tão radicais. Os outros times rejeitaram as reclamações da equipe Mercedes, principalmente em relação aos pneus que manteria a equipe hegemônica por muitos anos. Depois de três anos de completo domínio da equipe Mercedes, a temporada de 2017 começa sem um favorito absoluto, e esse será um ano crucial para a categoria. 

NOVAS REGRAS E CARROS MAIS RÁPIDOS.
Novas regras geralmente levam a uma mudança na ordem competitiva. A introdução do motor híbrido em 2014 acabou com a era da Red Bull e iniciou o reinado da Mercedes. As alterações introduzidas para esse ano são ligeiramente diferentes das de 2014. As regras para os motores permanecem estáveis com exceção da liberdade total para o desenvolvimento das unidades de potência. As maiores mudanças foram no deseno do chassis do carro. As duas últimas vezes que isso aconteceu, na primeira acabou com a hegemonia da Williams que começou a ser dominada pela McLaren com os pneus sulcados para pistas curtas em 1998 e depois em 2009 quando a Red Bull assumiu o protagonismo na F1. Então, em teoria, as novas regras para os chassis diminuirão a diferença da Mercedes para as outras equipes. Para deixar os carros mais rápidos uma combinação entre aerodinâmica e grip mecânico é a fórmula mágica. Junto com os pneus mais largos. O comprimento do carro passa de 1 metro e 80 cms para 2 metros e a largura do carro de 1 metro e 40 para 1 metro e 60 cms, ou seja uma área muito maior debaixo do carro em "contato" com o chão. Além disso, o tamanho do difusor foi aumentado significamente. Com tudo isso, quanto de downforce será criado com esse novo desenho dos carros ? Os números são surpreendentes, um documento emitido pela FIA durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos declarou que o ganho obtido por todas as equipes em suas pesquisas e desenvolvimento foi algo em torno de 15% no mínimo e chegando a 31%. Não foi possível entretanto determinar quais equipes pois os nomes dos times foram suprimidos do documento. Mas especialistas revelaram que os números foram sub-estimados e os ganhos podem chegar até a 40% mais de downforce, algo assustador. 
O que tudo isso significa na prática ? Em primeiro lugar, os carros serão muito mais rápidos nas curvas, essa velocidade maior nas curvas vai trazer junto um incremento de cerca de 1G de força contra o piloto. Um dos exemplos é a curva No.3 do circuito de Barcelona onde a curva é feita hoje a 209 Kms por hora, estima-se que essa curva com esses novos carros atingirá a velocidade de 257 Kms por hora, um desafio enorme para os pilotos. Carros mais largos, com pneus maiores e mais downforce reduzirão a velocidade na retas e isso irá reduzir a zona de frenagem antes das curvas, mesmo os carros sendo mais rápidos nas curvas, isso pode dificultar as ultrapassagens. Finalmente não há muito sentido em fazer com que os carros sejam cinco segundos mais rápidos se os pilotos não conseguem chegar ao limite por causa da perda de aderência dos pneus. Isso aconteceu nas últimas seis temporadas pelo menos onde os pneus se degradavam com uma velocidade incrivel. 

A Pirelli tem trabalhado duro para produzir um pneu que resista a várias voltas com os pilotos exigindo o máximo do seu equipamento. Os argumentos favoráveis e contrários são muitos, os testes em Túneis de vento mostrou um carro extremamente mais rápido e muito mais dificil de dirigir, enfim os primeiros estes marcados para o dia 27 de Fevereiro em Barcelona mostrarão o desempenho dos novos carros. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~@F1 2017

domingo, 7 de agosto de 2016

SUPER GT500


João Paulo Lima de Oliveira junto com Hironobu Yasuda conquista a vitória em Fuji.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O brasileiro João Paulo L. de Oliveira conquistou a sua primeira vitória no Super GT500, o campeonato de turismo do Japão nesse sábado. Pilotando o Nissan Nismo GT-R No.12 Calsonic Impul, a dupla venceu de ponta a ponta a corrida de quase duas horas em Fuji. A corrida desse sábado foi uma redenção para a equipe já que nesse mesmo circuito e tambem largando da pole position na segunda corrida da temporada a dupla não teve a mesma sorte e teve que abandonar a corrida por problemas mecânicos em seu carro. O brasileiro João Paulo largou muito bem da pole position, manteve a liderança e rapidamente abriu uma boa vantagem sobre o segundo colocado, outro Nissan GT-R do piloto Satoshi Motoyama. Por volta da 15° volta a vantagem de João Paulo na liderança era de confortáveis cinco segundos, mas um acidente envolvendo dois carros da categoria GT300 trouxe o carro de segurança para a pista eliminando essa diferença. Na relargada João Paulo foi muito bem e quando ele entrou para a parada obrigatória nos boxes a liderança era de 4 segundos. O companheiro do brasileiro, Hironobu Yasuda voltou para a pista na segunda colocação e começou uma perseguição feroz ao então lider o carro No. 46 S Road Craftsports Nissan GT-R, conduzido por Katsumasa Chiyo. Chiyo bateu o seu carro na volta No.35 deixando o caminho livre para a vitória de Yasude, na corrida de 66 voltas. O Honda NSX Concept-GT No.17 de Koudai Tsukakoshi e Takashi Kogure cruzou na P2 vinte e cinco segundos atrás do líder. Fechando o pódio veio mais um Honda NSX Concept-GT, o No.100 da equipe Raybrig da dupla Naoki Yamamoto e Takuya Izawa. Os líderes do campeonato, Tsugio Matsuda e Ronnie Quintarelli cruzaram na P4 e mantem a liderança do campeonato com 50 pontos. A próxima etapa acontece nos dias 27 e 28 desse mês em Suzuka.

.............................................................................................Super GT500

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

BTCC


UM FINAL DE SEMANA MUITO MOVIMENTADO EM SNETTERTON PELA BTCC.
por Luis Fernando Soares de Almeida

As três corridas do final de semana pela sexta etapa da BTCC (British Touring Car Championship) foram muito movimentadas e com dois grandes acidentes que assustaram o ótimo público presente em Snetterton. Na primeira corrida Colin Turkington com o seu Subaru Levorg GT venceu após 12 voltas colocando 2.771 segundos sobre o segundo colocado Gordon Shedden no Honda Civic Type R No.52. Fechando o pódio da primeira corrida veio Mat Jackson no Ford Focus ST MK.III. O líder do campeonato Robert Collard em seu BMW 125i M Sport chegou apenas na P16. Na segunda corrida vencida por Mat Jackson tivemos o primeiro grande acidente que envolveu mais de cinco carros. Colin Turkington (Subaru Levorg GT) conseguiu a segunda colocação cruzando a 1.190 segundos do vencedor. Fechando o pódio da segunda corrida ficou Matt Neal no Honda Civic Type R No.25. Na última corrida da etapa tivemos um grande acidente entre os pilotos Mark Howard (Volkswagen CC), Martin Depper (Honda Civic Type R), Ollie Jackson (Audi S3 Saloon) e Hunter Abbott (Chevrolet Cruze 5dr) logo na largada sendo que o carro de Abbott capotou e atingiu uma torre de transmissão de TV que tinha uma cameraman atuando. Felizmente o profissional da TV nada sofreu. Gordon Shedden no seu Honda Civic Type R No.52 cruzou a linha de chegada na P1 com 0.525 segundos de vantagem sobre Robert Collard no BMW 125i M Sport No.100 numa volta final emocionante. Completando o pódio da última corrida do final de semana ricou Rob Austin no Toyota Avensis No.11. A próxima etapa acontecerá  em Knockhill daqui duas semanas. 

......................................................................................................BTCC 2016

INDYCAR SERIES


SIMON PAGENAUD VENCE EM MID-OHIO E SEGUE FIRME NA LIDERANÇA DO CAMPEONATO.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O piloto francês Simon Pagenaud deu um passo importante no caminho para o título da Indy dessa temporada. Além do desempenho do piloto, ele teve sorte ainda nesse domingo, pois os seus rivais tiveram problemas na corrida. Após conquistar a sua sexta pole position da temporada e um novo recorde para a pista no sábado, no domingo ele necessitou apenas de 23 voltas na liderança para conquistar mais uma vitória na temporada e ampliar para 59 pontos de diferença para o segundo colocado Will Power. Apesar da vitória, o final de semana não foi nada fácil para o piloto francês. Na sexta-feira ele sofreu durante os treinos livres ele sofreu uma lesão nas costas que necessitou de tratamento médico para eliminar as fortes dores e no domingo chegou a fazer contato com o carro do seu companheiro de equipe, o australiano Will Power quando ultrapassou na volta No.66 conquistando a liderança da corrida. Carlos Munoz da Andretti Autosport terminou na P3 seguido de Graham Rahal (vencedor do ano passado) na P4 e James Hinchcliffe completando o Top 5. Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing) que largou na P14 terminou na P10 e Helinho Castroneves (Team Penske) chegou apenas na P15 tendo largado na P3. Helinho fez uma péssima largada e perdeu algumas posições e nunca teve um carro e desempenho para brigar pelas primeiras posições. RC Emerson que fez a sua primeria corrida pela Indy, estreando na equipe Dale Coyne Racing terminou em 19°. Restam ainda cinco etapas e a próxima acontece daqui três semanas em Pocono.

.....................................................................................................IndyCar Series 2016

FORMULA 1



LEWIS HAMILTON VENCE NA ALEMANHA E AMPLIA A SUA VANTAGEM NO CAMPEONATO.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Mais uma vez sob enorme pressão o alemão Nico Rosberg da Mercedes que largava na pole position fez uma péssima largada e caiu para a 4° posição logo após a bandeirada inicial. Rosberg fez uma péssima largada e caiu para a P4 sendo superado por Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo e Max Verstappen logo na largada. Hamilton a partir daí reinou supremo na pista de Hockenheim. Rosberg fez duas ótimas paradas nos boxes e conseguiu se recuperar mas apenas o suficiente para ficar na 4° colocação atrás dos carros da Red BUll Racing. Na volta No.30 Rosberg fez uma tentativa ousada de ultrapassar Max Verstappen no hairpin, Rosberg jogo o carro de Verstappen para fora da pista e mais tarde foi punido com 5 segundos durante uma troca de pneus. Ele pagou a sua punição na 44° volta durante a sua última parada, voltou para a pista na P4 e não teve carro suficiente para encarar os carros da Red Bull que estavam a sua frente. Uma chuva bem leve, na realidade apenas alguns pingos no final da corrida deixou tudo mais dramático, mas ficou só na ameaça. Hamilton cruzou em primeiro 6.9 segundos à frente de Daniel Ricciardo da Red Bull. Foi a 6° vitória de Lewis Hamilton nas últimas sete corrida e a sua 49° da carreira. Max Verstappen que veio com uma estratégia de três paradas nos boxes, chegou a conceder a sua posição para o seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo que vinha mais rápido, no final Verstappen conseguiu mais um pódio com a P3. As duas Ferraris que nunca estiveram na disputa pelo bloco da frente acabaram na P5 com Sebastian Vettel e na P6 com Kimi Räikkonen. Valtteri Bottas da Williams com apenas duas paradas para troca de pneus conseguiu segurar por um bom período a P7, mas no final com os pneus bastante desgastados foi ultrapassado por Nico Hulkenberg da Force India e Jenson Button da McLaren que fez uma corrida excelente. O mexicano Sergio Perez fechou a zona de pontuação terminando na P10. O brasileiro Felipe Massa da Williams teve mais um final de semana para esquecer, teve problemas desde o inicio da prova e foi obrigado a abandonar a corrida. Hamilton agora lidera com 217 pontos, 19 pontos à frente de Nico Rosberg que tem 198. A próxima etapa da temporada acontece daqui praticamente um mês no último final de semana de Agosto na Béligica em Spa-Francorchamps. Confira na imagem abaixo o resultado completo da 12° etapa da F1 em Hockenheim. 

.......................................................................................................Formula 1 2016

segunda-feira, 25 de julho de 2016

FORMULA 1



LEWIS HAMILTON VENCE NA HUNGRIA E PASSA A LIDERAR O CAMPEONATO.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O britânico Lewis Hamilton da equipe Mercedes definiu a sua vitória e a liderança do campeonato logo na largada quando pulou na frente do seu companheiro de equipe e pole position Nico Rosberg. Hamilton fez uma excelente largada, chegou a ser ameaçado pelo australiano Daniel Ricciardo que tentou a liderança na primeira curva mas por fora. Hamilton tracionou melhor e manteve a liderança. Nico Rosberg chegou a ser superado por Ricciardo mas na segunda curva recuperou a segunda colocação. Hamilton dominou amplamente a corrida e só perdeu a liderança brevemente durante as paradas para trocas de pneus. Nos primeiros estágios da corrida a Red Bull de Ricciardo chegou a pressionar os dois carros da Mercedes, mas no final cruzou a linha de chegada na P3 25 segundos atrás de Hamilton mas com Sebastian Vettel logo atrás dele. A outra batalha entre a Red Bull e a Ferrari tambem foi vencida pela Red Bull. Max Verstappen levou a melhor sobre o finlândes Kimmi Räikkonen da Ferrari. Raikkonen numa tentativa de ultrapassagem chegou a tocar na Red Bull de Max e perdeu parte de sua asa dianteira. Fernando Alonso fez uma boa corrida e terminou na P7 seguido da Toro Rosso de Carlos Sainz na P8, Valtteri Bottas da Williams na P9 e Nico Hulkenberg na P10 fechando a zona de pontuação. Hamilton tem pilotado com extrema confiança nas últimas corridas e desde o incidente entre ele e Rosberg tem se mostrado mais agressivo e preciso na pista. Com a vitória ele alcança a liderança do campeonato pela primeira vez com seis pontos de vantagem sobre Rosberg. Hamilton lidera com 192 pontos contra 186 de Rosberg, Ricciardo alcanção a 3° colocação com 115 pontos, à frente de Räikkonen com 114.

.....................................................................................................Formula 1 2016  

WEATHERTECH SPORTSCAR



CORVETTE DOMINA A ETAPA DE LIME ROCK NA WEATHERTECH SPORTSCAR.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Tommy Milner e Oliver Gavin deram a 100° vitória para a equipe Corvette Racing nesse sábado (23/07) na 8° etapa da temporada da WeatherTech SportsCar em Lime Rock Park. Foi a terceira vitória da temporada de Gavin-Milner no Corvette C7.R No.4. A vitória deixou Gavin-Milner na liderança 10 pontos à frente da dupla Ryan Briscoe e Richard Westbrook da equipe Chip Ganassi Racing. A corrida de duas horas e 40 minutos teve uma disputa muito quente entre os cinco fabricantes presentes na etapa. No final a batalha mais forte ficou entre a Ferrari, a Chevrolet e a Ford. Giancarlo Fisichella com um hora restando liderava com a sua Ferrari 488 No.62 da equipe Risi Competizione, à frente de Gavin no Corvette No.4 e de Briscoe no Ford GT No.67. Quando restavam 30 minutos para terminar a corrida, Giancarlo Fisichella cometeu um erro na famosa sequência de curvas "Big Bend", isso deu a chance para que Oliver Gavin (Corvette C7.R) encostasse e quatro voltas mais tarde superasse a Ferrari de Fisichella e assumisse a liderança da corrida. Fisichella cometeria mais um erro e cairia para a quarta posição sendo superado por Briscoe (Ford GT) e Antonio Garcia que vinha em terceiro com o Corvette No.3. Garcia superou o Ford GT de Briscoe com vinte minutos do final mas não conseguiu pressionar o seu companheiro de equipe. Foi a 60° dobradinha da Chevrolet Corvette Racing na história da SportsCar Challenge. Confira abaixo o resultado final da prova incluindo os da categoria GT Daytona que foi vencida pelo Audi R8 LMS de Potter e Lally da Magnus Racing. 

..........................................................................................WeatherTech SportsCar 2016

NASCAR SPRINT CUP


KYLE BUSCH SOBERANO EM INDIANAPOLIS.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O show de Kyle Busch em Indianapolis teve inicio no sábado com a vitória pela XFinity Series e no domingo (24/07) ele foi absolutamente dominante e venceu com tranquilidade conquistando a sua quarta vitória na temporada da Sprint Cup e segue mostrando que é um dos principais favoritos a conquista do bi-campeonato. Kyle liderou nada mais nada menos do que 149 voltas das 170 programadas, um recorde para o lenário circuito de Brick Yard. Uma das cenas mais marcantes dessa corrida que entrou certamente para a história da categoria, foi a última vez que vimos juntos na pista Tony Stewart e Jeff Gordon em Indianapolis. Tony Stewart terminou a corrida na 11° colocação e Jeff Gordon que teve uma participação especial nessa corrida terminou em 13°. A corrida foi para a prorrogação de duas voltas devido a dois acidentes nas últimas voltas. Kyle Busch resistiu muito bem as duas relargadas não dando chances para nenhum adversário, foi um dos finais de semana mais dominante do jovem piloto de apenas 31 anos e que esta fazendo história na Nascar. Confira abaixo o resultado de Indianapolis.

........................................................................................Nascar Sprint Cup 2016

segunda-feira, 18 de julho de 2016

STOCK CAR

 CACÁ BUENO E RUBENS BARRICHELLO VENCEM EM CASCAVEL.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Na primeira corrida da sexta etapa em Cascável, o pole position Cacá Bueno venceu de ponta a ponta. Ricardo Zonta fez uma grande largada pulando da 6° para a 3° posição. Não demorou muito para que Zonta superasse Vitor Genz conquistando a P2 da prova. Marcos Gomes que estava na P4 começou a superar todos a sua frente chegando na seguda posição onde começou a pressionar Cacá pela liderança. Até a volta No.33 tivemos varias trocas de posição entre Cacá e Marcos Gomes na liderança, quando a suspensão do carro No.80 de Gomes quebrou e ele foi obrigado a abandonar a corrida. Cacá conquistou a sua segunda vitória da temporada com Ricardo Zonta cruzando em segundo e Diego Nunes completando o pódio em terceiro. Na segunda corrida Daniel Serra largou na pole e manteve a liderança, mas como ele não fez o reabastecimento na primeira corrida teve que parar no inicio da janela para não correr o risco de pane seca. Na segunda volta da segunda corrida vários carros entraram nos boxes para reabastecimento. Thiago Camilo ficou na pista e parecia que conquistaria a sua primeira vitória da temporada. Mas a aposta não deu certo, na última volta a apenas três curvas da vitória ficou sem combustível e parou na pista. Allam Khodair assumiu a liderança com Rubens Barrichello colado em sua traseira. Na reta final o carro No.18 de Khodair perdeu potência indicando que seu combustivel estava no final, Barrrichello acionou o push-to-pass e cruzou a linha de chegada 61 milésimos a frente de Khodair, no final mais apertado da temporada, uma vitória emocionante para Barrichello. A Stock Car tem uma pequena férias e só volta com a corrida do milhão em Interlagos no dia 11 de Setembro.






















................................................................................................Stock Car 2016

INDYCAR SERIES

 WILL POWER VENCE NAS RUAS DE TORONTO PELA INDY.
por Luis Fernando Soares de Almeida

O australiano Will Power da equipe Penske venceu a 14° etapa da temporada em Toronto e continua a pressionar o seu companheiro de equipe Simon Pagenaud na luta pelo título da temporada. Foi a terceira vitória de Power na temporada, todas conquistadas nas últimas quatro etapas. Com a vitória de domingo Will Power superou Johnny Rutherford na lista de todos os tempos, assumindo a 13° posição da lista com 28 vitórias no total. Power tambem superou Helinho Castroneves e é o vice-líder da temporada, 47 pontos atrás de Simon Pagenaud. Scott Dixon largando da pole position (24° de sua carreira) manteve a liderança após a largada e dominou a primeira metade da corrida de 85 voltas seguido de perto pelo brasileiro Helio Castroneves da Penske. O brasileiro teve muito azar pois teve o seu pneu dianteiro do lado esquerdo furado a volta No.25 e foi obrigado a fazer uma parada nos boxes não programada. O vencedor da semana passada Josef Newgarden da equipe de Ed Carpenter acertou o muro de proteção na curva 5 na volta 58, isso lhe custou as chances de brigar pelo campeonato, ele terminou a corrida apenas na 22° colocação. A bandeira amarela foi acionada e Dixon, Pagenaud e Juan Pablo Montoya tiveram que realizar mais uma parada. Power teve muita sorte já que antes da bandeira amarela ele já tinha realizado a sua parada. Power se manteve na pista na 2° colocação atrás do brasileiro Tony Kanaan que teve que realizar mais uma parada na volta No.75 sob bandeira verde. Na 82° volta mais uma bandeira amarela quando Jack Hawksworth (ABC Supply AJ Foyt Racing) encontrou as barreiras de proteção na curva 5. Isso fez com que Helinho Castroneves e a estrela local James Hinchcliffe encostassem em Power. A relargada aconteceu na volta No.84, Will Power não deu chances para Castroneves e Hinchcliffe e cruzou a linha de chegada na volta seguinte com tranquilidade.
























.....................................................................................IndyCar Series 2016

domingo, 17 de julho de 2016

NASCAR SPRINT CUP

MATT KENSETH VENCE EM NEW HAMPSHIRE PELA SPRINT CUP.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Matt Kenseth esteve muito forte na parte final da corrida, conseguiu superar Martin Truex Jr. e Denny Hamlin para vencer a 20° etapa da temporada em New Hampshire. O piloto do Toyota No.20 da equipe Joe Gibbs teve que superar algumas bandeiras amarelas no final da corrida para vencer. Kenseth tomou a liderança da prova no volta No. 258 ultrapassando Martin Truex Jr. Após perder a liderança ele recuperou a mesma na 271° volta, ultrapassando Denny Hamlin e ficou na liderança até o final. A vitória desse domingo em New Hampshire foi a segunda da temporada para Kenseth e a 38° de sua carreira na Sprint Cup. Tony Stewart cruzou a linha de chegada em 2°, essa foi a segunda corrida onde Stewart termina no Top 5. Joey Logano terminou em 3° seguido de Kevin Harvick e Greg Biffle fechando os cinco primeiros colocados. Kyle Busch e Martin Truex Jr. dominaram os primeiros dois terços da corrida. Busch liderou 133 voltas mas terminou apenas na oitava colocação. Busch e Carl Edwards garantiram as suas vagas no Chase. Truex Jr. liderou 123 voltas mas teve problemas em seu carro e terminou em 16°. Na semana que vem a Sprin Cup chega à Indianapolis, serão 400 milhas.

NASCAR SPRINT CUP: 20° ETAPA - NEW HAMPSHIRE
1.(20) Matt Kenseth, Toyota - 301 voltas
2.(14) Tony Stewart, Chevrolet - 301 voltas
3.(22) Joey Logano, Ford - 301 voltas
4.( 4) Kevin Harvick, Chevrolet - 301 voltas
5.(16) Greg Biffle, Ford - 301 voltas
6.( 1) Jamie McMurray, Chevrolet - 301 voltas
7.(31) Ryan Newman, Chevrolet - 301 voltas
8.(18) Kyle Busch, Toyota - 301 voltas
9.(11) Denny Hamlin, Toyota - 301 voltas
10.(17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 301 voltas
11.(21) Ryan Blaney, Ford - 301 voltas
12.(48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 301 voltas
13.( 3) Austin Dillon, Chevrolet - 301 voltas
14.(10) Danica Patrick, Chevrolet - 301 voltas
15.( 2) Brad Keselowski, Ford - 301 voltas
16.(78) Martin Truex Jr., Toyota - 301 voltas
17.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 301 voltas
18.(27) Paul Menard, Chevrolet - 301 voltas
19.(43) Aric Almirola, Ford - 301 voltas
20.(19) Carl Edwards, Toyota - 301 voltas
21.(47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 301 voltas
22.(41) Kurt Busch, Chevrolet - 301 voltas
23.( 6) Trevor Bayne, Ford - 301 voltas
24.(15) Clint Bowyer, Chevrolet - 301 voltas
25.( 5) Kasey Kahne, Chevrolet - 301 voltas
26.(88) Alex Bowman, Chevrolet - 301 voltas
27.(13) Casey Mears, Chevrolet - 300 voltas
28.(38) Landon Cassill, Ford - 299 voltas
29.(34) Chris Buescher, Ford - 299 voltas
30.(23) David Ragan, Toyota - 299 voltas
31.(83) Matt DiBenedetto, Toyota - 299 voltas
32.( 7) Regan Smith, Chevrolet - 297 voltas
33.(46) Michael Annett, Chevrolet - 295 voltas
34.(24) Chase Elliott, Chevrolet - 294 voltas
35.(55) Reed Sorenson, Chevrolet - 294 voltas
36.(32) Eddie MacDonald, Ford - 293 voltas
37.(98) Ryan Ellis, Chevrolet - 292 voltas
38.(44) Brian Scott, Ford - 278 voltas
39.(95) Michael McDowell, Chevrolet - 191 voltas (abandono)
40.(30) Josh Wise, Chevrolet - 94 voltas (abandono)
.............................................................................................Nascar Sprint Cup 2016

DTM


ROBERT WICKENS E JAMIE GREEN VENCEM EM ZANDVOORT PELA DTM.
por Luis Fernando Soares de Almeida

De maneira dominante, Robert Wickens (Mercedes) venceu a nona corrida da temporada da DTM em Zandvoort na Holanda. Wickens largou na pole position e venceu de ponta a ponta a prova de 40 minutos cruzando a linha de chegada depois de 25 voltas, 7.2 segundos à frente do segundo colocado Marco Wittmann (BMW). O pódio foi completado com Christian Vietoris (Mercedes). Essa foi a 4° vitória do canadense Wickens em sua carreira na DTM. Com oito vencedores diferentes nas últimas nove corridas, a DTM começou a segunda metade da temporada nesse domingo. Na segunda corrida do final de semana que aconteceu nesse domingo (17/07) Jamie Green (Audi) recebeu a bandeira quadriculada após 39 voltas. Até a 34° volta os primeiros lugares pareciam estar definidos. Jamie Green liderava com uma margem confortável seguido por Robert Wickens, Gary Paffett, Christian Vietoris e Edoardo Mortara. Wickens fez uma largada perfeita e ultrapassou Mortara e Vietoris. Paffett que inicialmente defendeu a sua segunda colocação no grid, permitiu que Wickens ultrapassasse na terceira volta, já que Wickens esta muito melhor na tabela de classificação de pilotos. A próxima etapa da DTM acontece no mês de Agosto na Russia, nos dias 19-20 e 21.

DTM - 5° ETAPA - ZANDVOORT - CORRIDA 1
1.Robert Wickens, Mercedes-AMG C 63    25 voltas
2.Marco Wittmann, BMW M4               +7.217
3.Christian Vietoris, Mercedes-AMG C63 +8.987
4.Gary Paffett, Mercedes-AMG C63       +10.657
5.Jamie Green, Audi RS5                +12.626
6.António Felix da Costa, BMW M4       +18.178
7.Mattias Ekström, Audi RS5            +18.877
8.Daniel Juncadella, Mercedes-AMG C63  +19.166
9.Esteban Ocon, Mercedes-AMG C63       +19.838
10.Maxime Martin, BMW M4               +23.592
11.Timo Scheider, Audi RS5             +23.886
12.Lucas Auer, Mercedes-AMG C63        +28.082
13.Bruno Spengler, BMW M4              +30.052
14.Mike Rockenfeller, Audi RS5         +30.424
15.Paul Di Resta, Mercedes-AMG C63     +30.898
16.Tom Blomqvist, BMW M4               +31.416
17.Edoardo Mortara, Audi RS5           +31.575
18.Miguel Molina, Audi RS5             +32.288
19.Martin Tomczyk, BMW M4              +39.134
20.Nico Müller, Audi Rs5               +39.549
21.Timo Glock, BMW M4                  +45.004
**Não classificados**
- Augusto Farfus, BMW M4
- Adrien Tambay, Audi RS5
- Maximilian Götz, Mercedes-AMG C63
DTM - 5° ETAPA - ZANDVOORT - CORRIDA 2
1.Jamie Green, Audi RS5                 39 voltas
2.Gary Paffett, Mercedes-AMG C63        +9.731
3.Edoardo Mortara, Audi RS5             +4.422
4.Marco Wittmann, BMW M4                +4.680
5.Nico Müller, Audi RS5                 +0.796
6.Timo Glöck, BMW M4                    +1.826
7.Mattias Ekström, Audi RS5             +2.680
8.Paul Di Resta, Mercedes-AMG C63       +4.848
9.Lucas Auer, Mercedes-AMG C63          +0.447
10.Tom Blomqvist, BMW M4                +0.445
11.Martin Tomczyk, BMW M4               +4.474
12.Daniel Juncadella, Mercedes-AMG C63  +0.458
13.Augusto Farfus, BMW M4               +1.702
14.Bruno Spengler, BMW M4               +1.220
15.Mike Rockenfeller, Audi RS5          +2.089
16.Robert Wickens, Mercedes-AMG C63     +0.527
17.Esteban Ocon, Mercedes-AMG C63       +5.842
18.René Rast, Audi RS5                  +0.436
19.António Felix da Costa, BMW M4       +28.405
20.Christian Vietoris, Mercedes-AMG C63 +4 voltas
**Não classificados**
- Maxime Martin, BMW M4
- Miguel Molina, Audi RS5
- Maximilian Götz, Mercedes-AMG C63
- Timo Scheider, Audi RS5

................................................................................................................DTM 2016

segunda-feira, 11 de julho de 2016

FORMULA 1


LEWIS HAMILTON VENCE E ROSBERG É PUNIDO EM SILVERSTONE.
por Luis Fernando Soares de Almeida
O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu de maneira confortável o Grande Prêmio da Inglaterra no circuito de Silverstone nesse domingo. Nico Rosberg (Mercedes) que cruzou a linha de chegada em 2° foi punido por ser ajudado pela sua equipe, avisando que o piloto tinha que pular a sétima marcha por problemas em seu câmbio. Hamilton cruzou a linha de chegada 6.9 segundos à frente de Rosberg, Max Verstappen (Red Bull) conquistou o seu segundo pódio consecutivo com a terceira colocação (subiu para a 2° colocação com a punição de Rosberg). A corrida teve uma largada monótona com o carro de segurança na pista devido as chuvas, foram seis voltas com o safety car antes da largada. Logo após a saída do carro de segurança foram direto para os boxes para a sua primeira parada, Kimi Räikkonen (Ferrari) foi o primeiro à entrar e trocar para o composto intermediário pois a chuva não era tão severa assim. Pascal wherlein (Manor) saiu da pista e ficou com o seu carro preso na brita, o carro de segurança virtual foi acionado e os três líderes da corrida tambem entraram para a troca de pneus. Verstappen com a pista mais seca tinha um desempenho bem superior a Rosberg e nas curvas Becketts fez uma excelente ultrapassagem por fora assumindo a P2. A batalha da corrida ficou entre Rosberg e Verstappen mesmo, e o alemão recuperou a P2 depois de reclamar muito pelo rádio com a sua equipe que o piloto da Red Bull estava mudndo de direção mais de uma vez para se defender. O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) terminou na P4 pela 5° vez na temporada, Kimi Räikkonen (Ferrari) cruzou na P5 depois de uma ultrapassagem no final da corrida sobre o mexicano Sergio Perez (Force India). Nico Hulkenberg (Force India) terminou em 7° seguido de Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) em 8° e Sebastian Vettel (Ferrari) em 9°, apesar de ter sido penalizado em 5 segundos por causar uma colisão com a Williams do brasileiro Felipe Massa. Daniil Kvyat (Toro Rosso) fechou o Top 10.
...........................................................................................Formula 1 2016

segunda-feira, 27 de junho de 2016

DTM


EDOARDO MORTARA E NICO MÜLLER VENCEM EM NORISRING.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Foram duas corridas sensacionais, cheias de disputas toques e ultrapassagens no circuito de rua de Norisring na 4° etapa da temporada da DTM. Desde 2003 somente carros da Mercedes-AMG conseguiam vencer em Norisring, a escrita foi quebrada nesse final de semana. Na primeira corrida no sábado (25/06) parecia que a Mercedes dominaria e conquistaria mais uma vitória. O pole position Christian Vietoris (Mercedes-AMG) fez uma boa largada mantendo a primeira colocação após a primeira curva. Mattias Ekström (Audi) vinha logo atrás dele pressionando bastante, mas na volta No.8 numa tentativa de ultrapassagem no hairpin Grunding ele acabou ficando por fora, Robert Wickens (Mercedes-AMG) veio por dentro e conquistou a segunda colocação ultrapassando Ekström. As duas Mercedes lideraram até um pouco além da metade da corrida quando Ekström tentou reconquistar a 2° colocação, exagerou no hairpin tocando o seu carro na Mercedes de Wickens e batendo forte no primeiro colocado, Christian Vietoris, um verdadeiro strike que retirou os dois carros da Mercedes da luta pela vitória. Edoardo Mortara (Audi) que vinha em 4° herdou a liderança e cruzou a linha de chegada meio segundo à frente de Jamie Green (Audi). Paul Di Resta (Mercedes-AMG) completou o pódio da primeira corrida. A segunda corrida manteve a intensidade de disputa da primeira. Tão intensa, que oito carros não conseguiram terminar a corrida. Tom Blomqvist (BMW) largou na pole e manteve a liderança após a largada seguido pelo suiço Nico Müller (Audi). A vitória de Nico Müller veio graças a estratégia diferente da parada obrigatória para troca de pneus e reabastecimento. Blomqvist entrou  oito voltas mais cedo do que Müller que permaneceu na pista e conseguiu abrir uma boa vantagem para voltar na liderança. Müller parou apenas na volta No.43 e voltou para a pista na liderança, mas com Blomqvist logo atrás dele. Uma bandeira amarela poderia ter complicado a vida de Müller, mas na relargada ele manteve a frieza e abriu uma distância suficiente da BMW de Blomqvist e garantiu a vitória. Maxime Martin (BMW) completou o pódio chegando em terceiro. Com a 4° colocação na primeira corrida e 6° na segunda corrida Marco Wittman (BMW) lidera o campeonato com 75 pontos, apenas 2 à mais do que os vice-líder Edoardo Mortara (Audi). A próxima etapa do campeonato acontecerá em Zandvoort na Holanda nos dias 16 e 17 de Julho.


...............................................................................................................DTM 2016

domingo, 26 de junho de 2016

PORSCHE GT3 CUP



Paludo e Kaesemodel são os vencedores em Mogi Guaçu.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Foram duas corridas bem movimentadas pela 4° Etapa da Porsche GT3 Cup disputadas no Vello Citá em Mogi Guaçu. Na primeira corrida Miguel Paludo largou na pole position e só teve um pouco de trabalho no inicio da corrida com a pressão de Pedro Queirolo. Adalberto Baptista fez uma grande corrida largando em sexto e chegando em terceiro completando o pódio da primeira corrida. Na segunda corrida JP Mauro largou na pole position mas na primeira curva saiu da pista e caiu para a última colocação. Tom Valle assumiu a liderança e dentro dos últimos 6 minutos acabou cometendo um erro e permitiu que Lico Kaesemodel assumisse a liderança da corrida. Tom Valle ainda conseguiu garantir a 2° colocação apesar da enorme pressão de Miguel Paludo que chegou em terceiro. Com mais uma vitória Kaesemodel lidera o campeonato com apenas 12 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Miguel Paludo. A próxima etapa acontece em São Paulo no Autódromo de Interlagos. 


......................................................................................................Porsche GT3 Cup 2016

segunda-feira, 20 de junho de 2016

FORMULA 1



NICO ROSBERG VENCE A PRIMEIRA CORRIDA DA HISTÓRIA NO AZERBAIJÃO.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A expectativa criada em torno do GP do Azerbaijão na cidade de Baku foi enorme, com os vários erros de frenagem nos treinos livres e principalmente pelas duas corridas super acidentadas da GP2. Até no treino de classificação Lewis Hamilton bateu e teve que largar na 10° colocação. Mas a expectativa de uma corrida complicada não se confirmou, na realidade a corrida chegou a ser monótona em sua maior parte. Não tivemos muita disputa e nenhum acidente mais grave. Rosberg largando da pole position fez uma ótima largada liderando na primeira curva e nunca mais foi ameaçado na prova. Lewis Hamilton que largou na 5° fila na P10 teve uma prova coberta de desafios, ele chegou a batalhar pela quarta posição mas acabou a corrida numa consistente P5. Hamilton chegou a ter a sua corrida ameaçada quando teve problemas no Sistema de Recuperação de Energia (ERS), após várias voltas andando mais lento do que a maioria dos carros do pelotão da frente o piloto conseguiu achar o acerto correto que resolveu o problema. Sebastian Vettel da Ferrari cruzou a linha de chegada em 2° seguido do mexicano Sergio Perez da Force India que mais uma vez teve uma excelente corrida e conseguiu o seu segundo pódio consecutivo da temporada. Kimi Räikkönen da Ferrari terinou na P4, Valtteri Bottas (Williams) na P6, à frente das duas Red Bulls de Daniel Ricciardo em 7° e Max Verstappen em 8°. Nico Hulkenberg da Force India chegou em 9° e Felipe Massa da Williams fechou a zona de pontuação em 10°. A próxima etapa da Fórmula 1 acontece daqui dias semanas na Áustria no circuito da Red Bull.

............................................................................................................Formula 1 2016

domingo, 19 de junho de 2016

24 HORAS DE LE MANS LMGTE-PRO


FORD ENTRA PARA A HISTÓRIA DAS 24 HORAS DE LE MANS.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A Ford entrou com tudo na edição desse ano das 24 Horas de Le Mans. Chip Ganassi levou 4 Ford GT para disputar a corrida. O Ford GT #68 de Joey Hand, Dirk Müller e Sebastien Bourdais colocou 1 minuto de vantagem na vitória sobre a Ferrari 488 GTE da Risi Competizione. Pra fechar com chave de ouro ainda conquistou o 3° lugar do pódio com o Ford GT #69 de Ryan Briscoe, Richard Westbrook e Scott Dixon. Na 4° colocação mais um GT da Ford, o de #66 (Team UK) do trio de pilotos Olivier Pla, Stefan Mücke e Billy Johnson. A Ford entra para a história de Le Mans conseguindo a sua primeira vitória na icônica corrida. 

.........................................................................................24 Horas de Le Mans 2016

24 HORAS DE LE MANS LMP2


NA CATEGORIA LMP2 A FRANÇA SAIU VITÓRIOSA COM O ALPINE A460.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi e Gustavo Menezes foi o trio de pilotos na categoria LMP2 uma das mais concorridas da 84° edição das 24 Horas de Le Mans disputada nesse domingo (19/06). O pódio foi completado com duas equipes Russas. O carro #36 da equipe Signatech Alpine liderou a corrida à partir das 10 horas de disputa e não saiu mais da liderança até a bandeirada final. O Alpine A460 fabricado pela França e impuslionado pelo motor Nissan cruzou a linha de chegada em 5° na classificação geral. Na 2° colocação veio o carro #26 (Oreca 05-Nissan) do trio de pilotos Roman Rusinov, Will Stevens e René Rast. E fechando o pódio veio o carro #37 da equipe SMP Racing (BR Engineering BR01-Nissan) de Vitaly Petrov, Viktor Shaitar e Kirill Ladygin, um dia de glórias para a Russia numa das corridas mais importantes da temporada. Numa das mais concorridas categorias, foram 23 carros inscritos, apenas 6 não conseguiram completar a prova. O brasileiro Oswaldo Negri Jr. da equipe Michael Shank Racing terminou a prova na P9 no carro #49 que ele dividiu com John Pew e Laurens Vanthoor. Brunno Senna da equipe RGR Sport By Morano cruzou a linha de chegada no Ligier JS P2 #43 na 10° colocação, Senna dividiu o cockpit do carro com o mexicano Ricardo Gonzalez e o português Filipe Albuquerque. Luis Felipe Derani da Extreme Speed Motortports terminou em 16° com o Ligier JS P2 - Nissan #31, Pipo compartilhou o cockpit com o britânico Ryan Dalziel e o canadense C. Cumming. 

......................................................................................................24 Horas de Le Mans 2016