segunda-feira, 28 de julho de 2014

FÓRMULA 1

Daniel Ricciardo consegue uma vitória épica em Hungaroring.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Nico Rosberg foi soberano no treino de classificação que definiu o grid de largada para o Grande Prêmio da Hungria no sábado, e tudo indicava que seria mais uma vitória fácil para a equipe Mercedes, que virtualmente já conquistou o título de construtores. A chuva que caiu sobre o autódromo no domingo já era um presságio de que essa corrida não seria convencional, já que na Hungria praticamente não tivemos muitas corridas com pista molhada na história da fórmula 1. A chuva acabou pouco antes do inicio da corrida, mas em vários pontos da pista ainda tinha muita água. Daniil Kvyat da Toro Rosso não consegui sair na volta de apresentação e seu carro foi levado para o pitlane, se juntando a Lewis Hamilton que teve seu carro incendiado no sábado e teve que trocar o chassis, motor e câmbio do carro e tambem Kevin Magnussen da McLaren qe largaria dos boxes tambem. Na largada Nico Rosberg manteve a liderança na curva 1, Valtteri Bottas da Williams largando na 3° posição ultrapassou Sebastian Vettel da Red Bull por fora na curva 1 assumindo a 2° posição. Na 3° volta Nico Rosberg da Mercedes já liderava com 4 segundos de diferença para o 2° colocado Valtteri Bottas. Logo após a largada Lewis Hamilton perdeu o ponto de frenagem na curva No.2 rodou e tocou ligeiramente com a sua asa dianteira danificando um pouco. Hamilton começou o seu show particular, na quarta volta ele já tinha ultrapassado Ericsson (Caterham), Magnussen (McLaren), Maldonado (Lotus) e Max Chilton (Marussia), alcançando a 17° colocação. Na 8° volta Hamilton já ultrapassava Kimi Räikkönen da Ferrari conquistando a 13° posição. Marcus Ericsson rodou e bateu forte com a sua Caterham na curva 3, isso obrigou a entrada do carro de segurança, isso na 9° volta. Logo após a entrada do safety car vários carros entraram nos boxes para a primeira troca de pneus, quase todo os pilotos optaram por pneus slicks, para pistas secas. Jenson Button da McLaren optou por continuar com os intermediários. Os quatro primeiros colocados entraram nos boxes na 10° volta, deixando Daniel Ricciardo na liderança seguido de Jenson Button que não trocou os pneus, Felipe Massa, Kevin Magnussen, Nico Rosberg, Jean-Eric Vergne e Sebastian Vettel. A equipe Williams fez um péssimo trabalho na parada de Bottas, ele entrou no pitlane em 2° e voltou para a pista na 11° colocação, tudo isso sob bandeira amarela. No momento em que o safety car entraria para a relargada Romain Grosjean da Lotus rodou e bateu, fim de prova para o piloto francês. Na 12° volta o alemão Nico Rosberg relata para a sua equipe que tem um pequeno problema em seus freios, a equipe responde para ele jogar os freios para frente no set up do seu volante e e não abusar dos freios.  A relargada aconteceu na 13° volta, na volta seguinte Jenson Button da McLaren ainda com pneus intermediários consegue mais aderência na pista e ultrapassa Ricciardo assumindo a liderança da corrida. Aparentemente Rosberg tinha realmente problemas, já que Magnussen, Vergne e Fernando Alonso ultrapassaram o piloto da Mercedes com certa facilidade.  A pista secou demais e obrigou o então líder Jenson Button a entrar para troca de pneus. Sergio Perez da Force India na saída da curva 14 'pisou' na zebra e seu carro derrapou e bateu violentamente no muro da reta de chegada, o carro de segurança entrou novamente na pista na 23° volta. Pela primeira vez na temporada os dois carros da Force India abandonaram a corrida. Na metade da corrida várias estratégias diferentes foram adotadas pelas equipes, restava saber qual seria a mais eficiente. Na nova relargada da corrida na volta 27 , Alonso da Ferrari era o novo líder da prova. Hamilton continuou o seu show, na curva 4 ele ultrapassou por fora Jean-Eric Vergne da Toro Rosso na volta 34 e assumiu a 2° posição. Na 39° volta finalmente Fernando Alonso entra para mais uma troca de pneus, com isso Hamilton assumiu a liderança da corrida. Hamilton entra para os boxes para a sua troca e volta em 5° atrás de Alonso. Felipe Massa entra na volta 46 e retorna para a pista em 6°. Na 47° volta a maior polêmica da corrida, a equipe da Mercedes diz para Hamilton não segurar a posição à frente de Nico Rosberg que vinha rápido atrás do britânico. Daniel Ricciardo bem que tentou mas teve que fazer mais uma parada, e foi bem rápido ele voltou em 4°. Alonso reassumiu a liderança. Hamilton colou em Alonso assim como Ricciardo em Hamilton. A Mercedes de Rosberg começou a render bem na parte final da corrida, ele ultrapassou Räikkonen e Massa assumindo a 4° colocação. Com apenas cinco voltas para terminar a prova Ricciardo começou um momento histórica na fórmula 1. A primeira tentativa de ultrapassagem aconteceu na curva 2, um movimento ousado por fora do britânico sem sucesso. No mesmo ponto e de maneira brilhante na volta No.67 Ricciardo ultrapassa Hamilton e assume a 2° posição. Na volta seguinte ele ultrapassou Fernando Alonso assumindo a liderança da corrida com apenas duas voltas para o final. Daniel Ricciardo da Red Bull fez história conquistando a sua segunda vitória da promissora carreira, Fernando Alonso em segundo e Lewis Hammilton que mostrou que é um grande piloto e campeão fechando o pódio.





















F1: 11° ETAPA - GP DA HUNGRIA - FINAL

1.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - 70 voltas (1:53:05.058)(25 ptos.)
2.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - +5.2s (18 ptos.)
3.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - +5.8s (15 ptos.)
4.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - +6.3 (12 ptos.)
5.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +29.8s (10 ptos.)
6.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - +31.4s (8 ptos.)
7.(#1) Sebastian Vettel, Red BUll Racing-Renault - +40.9s (6 ptos.)
8.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +41.3s (4 ptos.)
9.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - +58.5s (2 ptos.)
10.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +67.2s (1 pto.)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - +68.1s
12.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +78.4s
13.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - +84.0s
14.(#26) Daniil Kvyat, Toro Rosso-Renault - +1 volta
15.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - +1 volta
16.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - +1 volta
**Não classificados**
(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - ERS
(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - sistema de combustivel
(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - acidente
(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - acidente
(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - acidente
(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - acidente
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

domingo, 20 de julho de 2014

INDYCAR SERIES

Sebastien Bourdais vence de ponta a ponta em Toronto na primeira corrida.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Finalmente após o cancelamento da corrida no sábado devido as fortes chuvas que cairam sobre o circuito temporário de rua em Toronto, a primeira corrida da rodada dupla da Indy aconteceu hoje (20/19) às 11:30 da manhã. Sebastien Bourdais da equipe KVSH de Jimmy Vasser venceu de ponta a ponta. A última vitória de Bourdais foi em 2007, essa foi a 32° vitória de Bourdais na Indy. Ele terminou essa temporada de 2007 com vitórias em Surfers Paradise na Austrália, e no México em 11 de Novembro para conquistar o seu 4° titulo consecutivo da Série Mundial da Champ Car pela Newman/Haas Racing. Depois disso ele mudou para a Europa para competir pela fórmula 1 por duas temporadas, e depois disputou a temporada de 2010 na extinta Superleague Formula. Em 2011 ele completou 9 corridas pela equipe Dale Coyne Racing, fez 11 corridas pela Dragon Racing em 2012 e a temporada completa de 2013 tambem pela Dragon. A sua dominante vitória foi a primeira da equipe KVSH Racing desde a vitória de Tony Kanaan em 2013 nas 500 Milhas de Indianapolis. Os brasileiros foram muito bem na corrida, Helinho Castroneves chegou em 2° e aumentou a sua liderança na tabela de classificação dos pilotos. Tony Kanaan terminou em 3° pela segunda corrida consecutiva, enquanto que seu companheiro de Chip Ganassi Racing, Scott Dixon chegou em 5°. Simon Pagenaud apesar de sofrer um acidente que interrompeu a corrida logo em seu inicio, fez uma excelente prova de recuperação e chegou na 4° colocação. Helinho tem agora 28 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o australiano Will Power que terminou apenas na 9° colocação. A segunda corrida do final de semana acontece ainda hoje as 17 horas de Brasília. O canal Bandsport anúncia a transmissão ao vivo para todo o Brasil.

INDYCAR SERIES: 13° CORRIDA DO ANO  - TORONTO - RACE 1
1.(#11) Sebastien Bourdais, KVSH Racing - 1:15.44.3232
2.(#3) Helinho Castroneves, Team Penske - +3.3408
3.(#10) Tony Kanaan, Target Chip Ganassi Racing - +4.8655
4.(#77) Simon Pagenaud, Schmidt Peterson Motorsports  - +5.4271
5.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing - +12.5471
6.(#15) Graham Rahal, Rahal Letterman Lanigan Racing - +15.5804
7.(#83) Charlie Kimball, Chip Ganassi Racing - +28.6978
8.(#27) James Hinchcliffe, Andretti Autosport - +31.1677
9.(#12) Will Power, Team Penske - +33.1220
10.(#19) Justin Wilson, Dale Coyne Racing - +33.7258
11.(#7) Mikhail Aleshin, Schmidt Peterson Motorsports - +39.0741
12.(#8) Ryan Briscoe,  - +43.3621
13.(#98) Jack Hawksworth, BHA/BBM with Curb-Agajanian - +58.3644
14.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing - +58.4969
15.(#20) Mike Conway, Ed Carpenter Racing - +58.9383
16.(#25) Marco Andretti, Andretti Autosport - +1:01.4298
17.(#34) Carlos Munoz, Andretti Autosport HVM Racing - +1:01.7675
18.(#2) Juan Pablo Montoya, Team Penske - +1 volta
19.(#17) Sebastian Saavedra, KV AFS Racing - +1 volta
20.(#67) Josef Newgarden, Sarah Fisher Hartman Racing - acidente
21.(#28) Ryan Hunter-Reay, Andretti Autosport - acidente
22.(#16) Luca Filippi, Rahal Letterman Lanigan Racing - acidente
23.(#14) Takuma Sato, A.J. Foyt Enetrprises Racing - acidente
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2014  

FÓRMULA 1

Nico Rosberg vence de ponta a ponta e amplia a sua liderança no campeonato.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Foi uma pilotagem perfeita do alemão Nico Rosberg que em casa largou na pole position e venceu de ponta a ponta a 10° etapa da Fórmula 1 hoje (20/07) cedo em Hockenheim na Alemanha. Mas quem roubou a cena foi o britânico Lewis Hamilton que largando da 20° posição deu um show na pista de Hockenheim e chegou em 3°. Hamilton foi ousado a corrida inteira tocou em outros carros durante as ultrapassagens, perdeu pedaços do seu carro e só não chegou em 2° porques os pneus super macios desgastaram rapidamente quando ele encostou em Valtteri Bottas da Williams. Na primeira curva uma acidente forte que retirou o brasileiro Felipe Massa da prova. Massa não viu Kevin Magnussen da McLaren e o seu carro tocou nas rodas da McLaren de Magnussen e chegou a capotar, o brasileiro foi levado para o setor médico mas foi liberado logo em seguida, não sofreu nada, mais uma final de semana azarado para o brasileiro. Kevin Magnussen seguiu na corrida e acabou chegando em 9°. O mais prejudicado com esse acidente, além do brasileiro é claro, foi Daniel Ricciardo da Red Bull Racing que caiu para a 14° colocação. Rosberg logo abriu uma grande vantagem sobre os demais pilotos, apenas Valtteri Bottas da Williams conseguiu andar no ritmo da Mercedes, mas mesmo assim com uma distância segura para o alemão. No pelotão da frente e no intermediário tivemos várias disputas por posições, foi uma corrida muito disputada. Hamilton foi a estrela do dia, realizando várias ultrapassagens, na 9° volta ele já era o 12° e perseguia Ricciardo pela 11° colocação. Na 13° volta Hamilton fez uma manobra linda no hairpin, ultrapassando Kimi Räikkönen e Daniel Ricciardo de uma só vez. Na volta seguinte ele já era o sexto colocado após ultrapassar Sergio Perez da Force India. Todo mundo começou a entrar para a primeira troca de pneus, apenas Hamilton permaneceu na pista já que ele largou com pneus mais duros, na volta No.16 ele já era o segundo colocado. A partir da 20° volta os pneus da Mercedes de Hamilton começava a dar sinais de desgaste excessivo. Com isso Jenson Button da McLaren ultrapassou Hamilton assumindo a 2° posição. Na 27° Lewis Hamilton fez a sua primeira parada ele coloca os pneus macios e volta na 8° colocação. Com pneus macios Hamilton começõu a 'voar' na pista, ele logo ultrapassou Ricciardo assumindo a 7° colocação. Hamilton parou pela última vez na volta No.43 quando ele estava em segundo, ele colocou pneus super macios e voltou em 5°. Na 46° volta a Toro Rosso de Daniil Kvyat pegou fogo ele parou rapidamente o carro e saiu dele ileso. Hamilton era o mais rápido e ultrapassou Fernando Alonso na 49° volta, momentos mais tarde ainda na mesma volta ele passou por Sebastian Vettel e Jenson Button, ambos no hairpin. Adrian Sutil da Sauber rodou logo após a curva da reta de chegada e ficou parado quase no meio da pista, a FIA devidiu dar bandeira amarela apenas no local esperando que os fiscais retirassem o carro do alemão. Na 51° volta Hamilton fez a sua última parada para a troca por mais um set de pneus super macios, ele retornou para a pista em 4°. Hamilton ultrapassou novamente Alonso e assumiu a terceira colocação, agora o objetivo dele era alcançar a Williams-Mercedes de Bottas o que não seria dificil pois ele virava cerca de 1 segundo e meio mais rápido do que o finlândes. Faltando apenas 5 voltas para terminar a corrida Lewis Hamilton encostou de vez em Valtteri Bottas, mas os seus pneus já não eram os mesmo. A Williams de Bottas era muito rápida nas retas e ele conseguiu com frieza manter a 2° colocação, uma ótima performance do finlândes. No final Nico Rosberg conquistou a sua 4° vitória da temporada com Valtteri Bottas na segunda colocação e completando o pódio veio Lewis Hamilton da Mercedes. Sebastian Vettel da RBR terminou em 4° seguido de Fernando Alonso da Ferrari, Daniel Ricciardo da RBR, Nico HUlkeneberg da Force India, Jenson Button da McLaren, Kevin Magnussen da McLaren e Sergio Perez fechando os dez primeiros colocados. A próxima etapa da fórmula um acontece no próximo domingo em Hungaroring na Hungria. 





















F1: 10° ETAPA - HOCKENHEIM, ALEMANHA - FINAL

1.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:33:42.914 (25 pontos)
2.(#77) Valtteri Bottas, WIlliams-Mercedes - +20.7 (18 pontos)
3.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - +22.5 (15 pontos)
4.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - +44.0 (12 pontos)
5.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - +52.4 (10 pontos)
6.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - +52.5 (8 pontos)
7.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - +64.1 (6 pontos)
8.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +84.7 (4 pontos)
9.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +1 volta (2 pontos)
10.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +1 volta (1 ponto)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - +1 volta
12.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - +1 volta
13.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - +1 volta
14.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - +1 volta
15.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - +1 volta
16.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - +2 voltas
17.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - +2 voltas
18.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - +2 voltas
**Não classificados**
(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 47 voltas (abandono)
(#26) Daniil Dvyat, Toro Rosso-Renault - 44 voltas (incêndio)
(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 26 voltas (abandono)
(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 0 voltas (acidente)



















--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

NASCAR NATIONWIDE SERIES
















Chase Elliott vence em Chicago e assume a liderança do campeonato na Nationwide.

por Luis Fernando Soares de Almeida

O novato Chase Elliott é a maior sensação da Nationwide Series da Nascar, na noite de sábado (19/07) em Chicago ele conquistou a sua terceira vitória da temporada e assumiu a liderança na tabela de classificação de pilotos. Elliott assumiu a liderança da corrida pela 4° vez na volta No.177 e se manteve na frente nas últimas 23 voltas, cruzando a linha de chegada 1.7 segundos à frente do segundo colocado, Trevor Bayne. Kyle Larson que tambem fez uma ótima corrida chegou em terceiro seguido de Kasey Kahne e Ty Dillon que completaram os cinco primeiros colocados. O pole position Brian Scott terminou em 6°, à frente do seus companheiros de equipe Chris Buescher (8°), Elliott Sadler (10°) e Regan Smith (16°). O estreante Erik Jones fez uma corrida sólida e terminou na 7° colocação. Regan Smith que entrou nessa etapa como líder do campeonato, não teve um carro bom e terminou apenas na 16° colocação. Uma série de paradas sob bandeira verde na volta No.161 mistourou todo mundo. Trevor Bayne assumiu a liderança na volta No.161 quando os líderes pararam para troca de pneus e abastecimento e conseguiu liderar até a volta No.176 quando entrou para a sua parada. Sam Hornish Jr., que largou no pelotão de trás por alterações em seu carro não aprovados pela Nascar, rapidamente chegou no pelotão do meio mas ele acabou perdendo o motor do seu Toyota terminando a corrida apenas com 8 voltas. A próxima etapa da Nationwide acontece no próximo sábado em Indianapolis. 

NASCAR NATIONWIDE: 18° ETAPA - CHICAGO - FINAL
1.(9) Chase Elliott, Chevrolet - 200 voltas
2.(6) Trevor Bayne, Ford - 200 voltas
3.(42) Kyle Larson, Chevrolet - 200 voltas
4.(5) Kasey Kahne, Chevrolet - 200 voltas
5.(3) Ty Dillon, Chevrolet - 200 voltas
6.(2) Brian Scott, Chevrolet - 200 voltas
7.(20) Erik Jones, Toyota - 200 voltas
8.(60) Chris Buescher, Ford - 200 voltas
9.(22) Ryan Blaney, Ford - 200 voltas
10.(11) Elliott Sadler, Toyota - 200 voltas
11.(62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 200 voltas
12.(33) Cale Conley, Chevrolet - 199 voltas
13.(51) Jeremy Clements, Chevrolet - 199 voltas
14.(28) J.J. Yeley, Dodge - 199 voltas
15.(16) Ryan Reed, Ford - 198 voltas
16.(7) Regan Smith, Chevrolet - 198 voltas
17.(31) Dylan Kwasniewski, Chevrolet - 198 voltas
18.(39) Ryan Sieg, Chevrolet - 198 voltas
19.(19) Mike Bliss, Toyota - 198 voltas
20.(43) Dakoda Armstrong, Ford - 197 voltas
21.(01) Landon Cassill, Chevrolet - 197 voltas
22.(44) David Starr, Toyota - 197 voltas
23.(99) James Buescher, Toyota - 196 voltas
24.(4) Jeffrey Earnhardt, Chevrolet - 196 voltas
25.(14) Eric McClure, Toyota - 196 voltas
26.(55) Jamie Dick, Chevrolet - 193 voltas
27.(25) John Wes Townley, Toyota - 193 voltas
28.(84) Chad Boat, Chevrolet - 192 voltas
29.(17) Tanner Berryhill, Dodge - 192 voltas
30.(70) Derrike Cope, Chevrolet - 190 voltas
31.(52) Joey Gase, Chevrolet - 188 voltas
32.(23) Richard Harriman, Chevrolet - 112 voltas (suspensão)
33.(87) Josh Reaume, Chevrolet - 107 voltas (vibração)
34.(40) Matt DiBenedetto, Chevrolet - 50 voltas (freios)
35.(72) Carl Long, Chevrolet - 15 voltas (super aquecimento)
36.(54) Sam Hornish Jr., Toyota - 7 voltas (motor)
37.(46) Ryan Ellis, Chevrolet - 6 voltas (vibração)
38.(93) Mike Harmon, Dodge - 6 voltas (Bomba de combustivel)
39.(10) Blake Koch, Toyota - 4 voltas (vibração)
40.(74) Kevin Lepage, Dodge - 3 voltas (problemas elétricos)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Nationwide Series 2014

sábado, 19 de julho de 2014

GP2 SERIES















Mitch Evans consegue uma vitória espetacular em Hockenheim na primeira corrida da GP2.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Largando na 15° e com uma estratégia brilhante desenvolvida ao longo da corrida, o neozelandês Mitch Evans conquistou a vitória na primeira corrida do final de semana em Hockenheim, a sua 2° vitória da temporada. Na largada o pole position Jolyon Palmer foi superado pelo segundo colocado Stoffel Vandoorme da ART Grand Prix. Após as paradas para troca de pneus Mitch Evans apareceu na liderança, um trabalho notável da equipe Russian Time. O brasileiro Felipe Nasr, largou em 5° e logo na largada ganhou uma posição pulando para 4°. Nasr acabou a corrida na 5° colocação. O líder absoluto do campeonato, o britânico Jolyon Palmer terminou a corrida na 3° colocação do pódio aumentando ainda mais a sua folgada liderança sobre o brasileiro Felipe Nasr. A segunda corrida do final de semana acontece amanhã antes da prova da Fórmula 1.

GP2 SERIES: 6° ETAPA - HOCKENHEIM - CORRIDA 1
1.(#1) Mitch Evans, Russian Time - 38 voltas
2.(#10) Stoffel Vandoorme, ART Grand Prix - +0.4
3.(#7) Jolyon Palmer, DAMS - +2.7
4.(#6) Stefano Coletti, Racing Engineering - +20.1
5.(#3) Felipe Nasr, Carlin - +20.6
6.(#15) Simon Trummer, Rapax - +23.4
7.(#23) Johnny Cecotto, Trident - +30.5
8.(#24) Nathanael Berthon, Venezuela GP Lazarus - +33.1
9.(#21) Marco Sorensen, MP Motorsport - +35.8
10.(#8) Stéphane Richelmi, DAMS - +36.8
11.(#16) Rene Binder, Arden International - +37.1
12.(#19) Tom Dillman, EQ8 Caterham Racing - +38.0
13.(#9) Takuya Izawa, ART Grand Prix - +43.0
14.(#14) Adrian Quaife-Hobbs, Rapax - +47.5
15.(#22) Sergio Canamasas, Trident - +49.9
16.(#4) Julian Leal, Carlin - +58.2
17.(#5) Raffaele Marciello, Racing Engineering - +62.3
18.(#17) André Negrão, Arden International - +64.8
19.(#26) Arthur Pic, Campos Racing - +65.1
20.(#11) Daniel Abt, Hilmer Motorsport - +69.0
21.(#25) Conor Daly, Venezuela GP Lazarus - +69.2
22.(#18) Rio Haryanto, EQ8 Caterham Racing - +1 volta
**Não classificados**
(#12) Jon Lancaster, Hilmer Motorsport - abandono
(#20) Daniel De Jong, MP Motorsport - abandono
(#27) Alexander Rossi, Campos Racing - abandono
(#2) Artem Markelov, Russian Time - abandono
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------GP2 Series 2014

FÓRMULA 1
















Nico Rosberg conquista mais uma pole position para a Mercedes em Hockenheim.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Confirmando o favoritismo o alemão Nico Rosberg que esta correndo em casa nesse final de semana conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Alemanha que será disputado no circuito de Hockenheim. Rosberg fez a volta mais rápido do final de semana, 1:16.540 em 17 voltas e larga na primeira posição. A grande surpresa do treino ficou por conta da eliminação do vice líder do campeonato, o britânico Lewis Hamilton da Mercedes que após uma quebra no disco de freio de sua roda dianteira do lado direito, saiu da pista e bateu forte na barreira de proteção. Hamilton sentiu o impacto e foi levado para o setor de Hockenheim mas foi liberado logo em seguida. Adrian Sutil da Sauber e Pastor Maldonado da Lotus tambem ficaram no Q1. No Q2 foram eliminados Jenson Button da McLaren, Kimi Räikkönen da Ferrari, Jean-Eric Vergne da Toro Rosso, Esteban Gutierrez da Sauber e Romain Grosjean da Lotus. Na parte final do treino Nico Rosberg realizou apenas 1 volta e conquistou a pole. Valtteri Bottas da Williams teve uma performance excelente no treino e larga na primeira fila ao lado de Rosberg na 2° posição. O brasileiro Felipe Massa também da Williams abre a segunda fila na 3° posição, ao lado dele vem Kevin Magnussen da McLaren que tambem foi um dos destaques do treino. Na terceira fila estão os dois carros da Red Bull Racing, Daniel Ricciardo que novamente superou o tetra campeão Sebastian Vettel larga em 5° com Vettel na 6° colocação. Fernando Alonso da Ferrari começa a corrida na 7° posição e Daniil Kyvat da Toro Rosso em 8°. Fechando o top 10 do grid, vem os dois carros da Force India, Nico Hulkenberg em 9° e Sergio Perez em 10°. Confira abaixo como ficou o grid de largada para a 10° etapa da temporada de Fórmula 1.

F1: 10° ETAPA - HOCKENHEIM - GRID DE LARGADA
1.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:16.540 (17 voltas)
2.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:16.759 (15 voltas)
3.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:17.078 (21 voltas)
4.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:17.214 (17 voltas)
5.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - 1:17.273 (19 voltas)
6.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:17.577 (16 voltas)
7.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:17.649 (19 voltas)
8.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:17.965 (22 voltas)
9.(#27) Nico HUlkenberg, Force India-Mercedes - 1:18.014 (21 voltas)
10.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:18.035 (21 voltas)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#22) Jenson BUtton, McLaren-Mercedes - 1:18.193 (15 voltas)
12.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:18.273 (13 voltas)
13.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:18.285 (14 voltas)
14.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:18.787 (14 voltas)
15.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:18.983 (14 voltas)
16.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:18.683 (5 voltas)
17.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:19.142 (8 voltas)
18.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:19.676 (8 voltas)
19.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:20.195 (7 voltas)
20.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:20.408 (7 voltas)
21.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:20.489 (9 voltas)
22.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - sem tempo
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

segunda-feira, 14 de julho de 2014

NASCAR SPRINT CUP

Brad Keselowski vence em New Hampshire pela Sprint Cup.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Keselowski liderou 138 das últimas 232 voltas pare vencer a sua 3° corrida da temporada no domingo, a 19° etapa da Sprint Cup em New Hampshire. Ele segurou a pressão de Kyle Busch na última relargada e pulou na frente para a vitória. O piloto de 30 anos, conquistou o seu primeiro título da Sprint Cup em 2012 com 5 vitórias e 23 corridas no top-10 em 36 etapas. Depois de falhar no ano passado na classificação para o Chase, ele já produziu esse ano 10 top-10 em 19 etapas e já se garantiu no Chase com as três vitórias do ano. Com apenas quatro voltas para terminar a corrida, Keselowski mantinha uma distância confortável de 2.91 segundos do segundo colocado Denny Hamlin. Justin Allgaier derrapou e acertou o muro, trazendo a sétima bandeira amarela da corrida. Assim que a bandeira amarela foi acionada, Hamlin foi para os boxes e colocou um pouco de combustível para terminar a corrida. Jeff Gordon durante a bandeira amarela ficou sem gasolina e teve que ser empurrado pelo caminhão de resgate, ele ainda voltou para a corrida mas terminou apenas na 26° colocação. Kevin Harvick que vinha na segunda posição logo após a relargada tambem ficou sem combustível. O combustível foi um fator determinante no final da corrida e apenas dois pilotos estavam numa situação confortável e brigariam com Keselowski, Kyle Busch e Clint Bowyer. Bowyer, que liderou 36 voltas acabou em 6° atrás do novato Kyle Larson, Matt Kenseth e Ryan Newman. Brad K se tornou o 13° vencedor diferente nas últimas 13 corridas em New Hampshire, empatando esse recorde com o Texas Motor Speedway. Kyle Busch terminou em 2° nas últimas três corridas em New Hampshire. A próxima etapa da Sprint Cup acontece daqui duas semanas em Indianapolis. 

NASCAR SPRINT CUP: 19° ETAPA - NEW HAMPSHIRE - FINAL
1.(#2) Brad Keselowski, Ford - 305 voltas (53 ptos.)
2.(#18) Kyle Busch, Toyota - 305 voltas (44 ptos.)
3.(#42) Kyle Larson, Chevrolet - 305 voltas (43 ptos.)
4.(#20) Matt Kenseth, Toyota - 305 voltas (42 ptos.)
5.(#31) Ryan Newman, Chevrolet - 305 voltas (39 ptos.)
6.(#15) Clint Bowyer, Toyota - 305 voltas (40 ptos.)
7.(#14) Tony Stewart, Chevrolet - 305 voltas (37 ptos.)
8.(#11) Denny Hamlin, Toyota - 305 voltas (38 ptos.)
9.(#17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 305 voltas (35 ptos.)
10.(#88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 305 voltas (34 ptos.)
11.(#5) Kasey Kahne, Chevrolet - 305 voltas (33 ptos.)
12.(#78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 305 voltas (32 ptos.)
13.(#99) Carl Edwards, Ford - 305 voltas (31 ptos.)
14.(#3) Austin Dillon, Chevrolet - 305 voltas (30 ptos.)
15.(#16) Greg Biffle, Ford - 305 voltas (29 ptos.)
16.(#1) Jamie McMurray, Chevrolet - 305 voltas (28 ptos.)
17.(#41) Kurt Busch, Chevrolet - 305 voltas (29 ptos.)
18.(#47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 305 voltas (26 ptos.)
19.(#27) Paul Menard, Chevrolet - 305 voltas (25 ptos.)
20.(#66) Jeff Burton, Toyota - 305 voltas (24 ptos.)
21.(#55) Brian Vickers, Toyota - 305 voltas (23 ptos.)
22.(#10) Danica Patrick, Chevrolet - 305 voltas (22 ptos.)
23.(#43) Aric Almirola, Ford - 305 voltas (21 ptos.)
24.(#38) David Gilliland, Ford - 305 voltas (20 ptos.)
25.(#34) David Ragan, Ford - 305 voltas (19 ptos.)
26.(#24) Jeff Gordon, Chevrolet - 305 voltas (20 ptos.)
27.(#9) Marcos Ambrose, Ford - 304 voltas (17 ptos.)
28.(#26) Cole Whitt, Toyota - 304 voltas (16 ptos.)
29.(#98) Josh Wise, Chevrolet - 304 voltas (15 ptos.)
30.(#4) Kevin Harvick, Chevrolet - 304 voltas (14 ptos.)
31.(#23) Alex Bowman, Toyota - 303 voltas (13 ptos.)
32.(#7) Michael Annett, Chevrolet - 303 voltas (12 ptos.)
33.(#36) Reed Sorenson, Chevrolet - 302 voltas (11 ptos.)
34.(#40) Landon Cassill, Chevrolet - 301 voltas
35.(#32) Eddie MacDonald, Ford - 300 voltas (9 ptos.)
36.(#83) Ryan Truex, Toyota - 300 voltas (8 ptos.)
37.(#51) Justin Allgaier, Chevrolet - 296 voltas (7 ptos.)(acidente)
38.(#13) Casey Mears, Chevrolet - 292 voltas (6 ptos.)
39.(#33) Morgan Shepherd, Chevrolet - 278 voltas
40.(#22) Joey Logano, Ford - 211 voltas (5 ptos.)(acidente)
41.(#87) Timmy Hill, Toyota - 76 voltas (3 ptos.)(probl. elétricos)
42.(#48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 11 voltas (2 ptos.)(acidente)
43.(#93) Mike Bliss, Toyota - 6 voltas (probl. elétricos)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2014

domingo, 13 de julho de 2014

DTM

 Maxime Martin da BMW conquista a sua primeira vitória na DTM.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Hoje cedo foi realizada a 5° etapa da DTM em Moscou, a vitória ficou com a BMW, a primeira da carreira de Maxime Martin na categoria. Martin largou na pole position e venceu praticamente de ponta a ponta perdendo a liderança apenas durante as paradas para troca de pneus. Bruno Spengler tambem da BMW chegou na segunda posição e completando o pódio tivems Mattias Ekström com o seu Audi. Ekström fez uma corrida excepcional, ele conseguiu várias ultrapassagens ousadas. O brasileiro Augusto Farfus que largou na 6° colocação não teve um bom desempenho no inicio da corrida e rapidamente perdeu várias posições caindo para 12°. Da segunda metade da prova em diante e após a segunda parada para troca de pneus Farfus começou a ter um bom desempenho mas conseguiu apenas a 10° colocação na corrida marcando um ponto apenas. O ainda líder do campeonato Marco Wittmann chegou na 4° colocação e lidera com 70 pontos, vinte pontos a mais do que o segundo colocado, o piloto da Audi, Mattias Ekström. A corrida foi emocionante com diversas batalhas em todos os setores da pista. A próxima etapa da DTM, a sexta acontece no próximo dia 3 de Agosto em Spielberg na Áustria.





















DTM: 5° ETAPA - MOSCOU - FINAL

1.Maxime Martin, BMW Team RMG, BMW M4 - 46 voltas (1:15:09.422)
2.Bruno Spengler, BMW Team Schnitzer, BMW M4 - +4.259
3.Mattias Ekström, Audi Sport Team Abt Sportsline, Audi RS 5 - +9.454
4.Marco Wittmann, BMW Team RMG, BMW M4 - +9.591
5.Nico Müller, Audi Sport Team Rosberg, Audi RS 5 - +10.740
6.Timo Glock, BMW Team MTEK, BMW M4 - +15.632
7.Christian Vietoris, Original-Teile Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +16.553
8.Pascal Wehrlein, gooix Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +19.300
9.Edoardo Mortara, Audi Sport Team Abt, Audi RS 5 - +20.987
10.Augusto Farfus, BMW Team RBM, BMW M4 - +21.110
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.António Félix da Costa, BMW Team MTEK, BMW M4 - +21.636
12.Miguel Molina, Audi Sport Team Abt Sportsline, Audi RS5 - +21.668
13.Martin Tomczyk, BMW Team Schnitzer, BMW M4 - +27.181
14.Robert Wickens, Free Man's World Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +28.109
15.Daniel Juncadella, Petrona Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +28.625
16.Gary Paffett, Euronics Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +29.039
17.Joey Hand, BMW Team RBM, BMW M4 - +29.759
18.Vitaly Petrov, Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - +39.933
**Não classificados**
-- Adrien Tambay, Audi Sport Team Abt - 19 voltas
-- Mike Rockenfeller, Audi Sport Team Phoenix - 19 voltas
-- Timo Scheider, Audi Sport Team Phoenix - 24 voltas
-- Paul Di Resta, Mercedes AMG, Mercedes AMG C-Coupé - 38 voltas
-- Jamie Green, Audi Sport Team Rosberg, Audi RS5 - 40 voltas
------------------------------------------------------------------------------------------------------------DTM 2014

INDYCAR SERIES
















Ryan Hunter-Reay vence em Iowa de manerira emocionante.

por Luis Fernando Soares de Almeida

A 12° etapa da Indy disputada nesse sábado (12/07) a noite foi cruel com o brasileiro Tony Kanaan. TK dominou a maior parte da corrida liderando nada mais nada menos do que 247 voltas das 300 milhas da corrida em Iowa. Sob bandeira amarela a equipe de Ryan Hunter-Reay chamou ele para os boxes e eles trocaram os 4 pneus do carro No.28. Ele voltou para a pista na 10° posição e na relargada na volta No. 292 e começou a sua escalada para a vitória com melhores pneus do que todos que estavam a sua frente. Com apenas duas voltas para terminar Tony Kanaan não conseguiu segurar Hunter-Reay que ultrapassou com facilidade para cruzar a linha de chegada na primeira colocação, logo atrás dele veio Josef Newgarden que tambem entrou nos boxes para a troca dos quatro pneus. Newgarden largou na 21° posição e fez uma corrida excepcional, foi a melhor colocação do piloto na sua carreira pela Indy, e uma grande festa da dona de equipe Sarah Fisher. Foi a 5° vitória consecutiva de um piloto da equipe Andretti Racing em Iowa, um dominio absoluto no oval de menos de 1 milha. Nas últimas seis corridas Hunter-Reay conseguiu apenas dois Top 10 desde Indianapolis em 25 de Maio. Com o resultado ele assumiu a terceira posição na tabela de classificação e esta à apenas 32 pontos do novo líder, o brasileiro Helinho Castroneves da equipe Penske que chegou na 8° colocação. Will Power da Penske que dividia a liderança do campeonato com Helinho terminou apenas na 14° colocação e é o vice lider do campeonato. 

INDYCAR: 12° ETAPA - 300 MILHAS DE IOWA, FINAL
1.(#28) Ryan Hunter-Reay, Andretti Racing - 300 voltas (51 pontos)
2.(#67) Josef Newgarden, Sarah Fisher Hartman Racing - 300 voltas (40 pontos)
3.(#10) Tony Kanaan, Target Chip Ganassi Racing - 300 voltas (38 pontos)
4.(#9) Scott Dixon, Target Chip Ganassi Racing - 300 voltas (34 ptos.)
5.(#20) Ed Carpenter, Ed Carpenter Racing - 300 voltas (30 ptos.)
6.(#27) James Hinchcliffe, Chip Ganassi Racing - 300 voltas (28 ptos.)
7.(#15) Graham Rahal, Rahal Letterman Racing - 300 voltas (26 ptos.)
8.(#3) Helinho Castroneves, Team Penske - 300 voltas (25 ptos.)
9.(#8) Ryan Briscoe, NTT Data Chip Ganassi Racing - 300 voltas (22 ptos.)
10.(#83) Charlie Kimball, Levemir FlexTouch Ganassi Racing - 300 voltas (20 ptos.)
11.(#77) Simon Pagenaud, Schmidt Peterson Hamilton Motorsports - 300 voltas (19 ptos.)
12.(#34) Carlos Munoz, Andretti TV.com Racing - 300 voltas (18 ptos.)
13.(#19) Justin Wilson, Dale Coyne Racing - 300 voltas (17 ptos.)
14.(#12) Will Power, Team Penske - 300 voltas (16 ptos.)
15.(#98) Jack Hawksorth, Integrity Energee Drink - 296 voltas (15 ptos.)
16.(#2) Juan Pablo Montoya, PPG Team Penske - 280 voltas (14 ptos.)(acidente)
17.(#17) Sebastien Saavedra, KV AFS Racing - 258 voltas (13 ptos.)(mecanica)
18.(#25) Marco Andretti, Andretti Racing - 229 voltas (12 ptos.)(mecanica)
19.(#11) Sebastien Bourdais, KVSH Racing - 130 voltas (11 ptos.)(mecanica)
20.(#18) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing - 78 voltas (10 ptos.)(abandono)
21.(#7) Mikhail Aleshin, SMP Racing - 47 voltas (9 ptos.)(acidente)
22.(#14) Takuma Sato, ABC Supply A.J. Foyt Racing - 47 voltas (8 ptos.)(acidente)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------IndyCar Series 2014  

domingo, 6 de julho de 2014

NASCAR SPRINT CUP

Em corrida repleta de acidentes Aric Almirola consegue a sua primeira vitória na Sprint Cup em Daytona.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A chuva castigou o Daytona International Speedway desde durante o final de semana inteiro. A corrida estava programada para sábado, mas foi adiada para o domingo devido às chuvas. Após a largada na 12° volta a chuva voltou o que interrompeu novamente a corrida. Finalmente tivemos a relargada mas na 112° volta a chuva voltou forte e a direção de prova encerrou a corrida já que mais de 50% da corrida já tinha sido realizada. Dois grandes acidentes (Big Ones) durante a corrida retiraram vários favoritos para a vitória da corrida, com isso Aric Almirola no carro #43 resistiu aos dois grandes acidentes e conquistou a sua primeira vitória da carreira na Sprint Cup. O primeiro Big One aconteceu na 20° volta, nada mais nada menos do que 16 carros foram envolvidos no acidente. Próximo do pelotão da frente Ricky Stenhouse Jr. perdeu um pouco o controle do carro, atrás dele Jeff Gordon tentou desviar do carro de Stenhouse Jr. e tocou no carro de Tony Stewart e o caos se instalou na pista. Jimmie JOhnson, Kevin Harvick, Carl Edwards, Kyle Larson e AJ Allmendinger foram direto para a garagem com danos profundos em seus carros. O segundo Big One da corrida teve inicio próximo aos líderes da corrida também, Greg Biffle bateu na traseira do carro de Kasey Kahne, que rodou junto com Joey Logano iniciando a carnificina dentro da pista. Um total de 26 carros se envolveram nesse segundo acidente. Almirola surgiu na liderança com Kurt Busch e Brian Vickers atrás dele. Kyle Busch ficou de cabeça para baixo quando no finalzinho do acidente seu carro foi atingido e ele capotou, nenhum piloto saiu ferido dos dois grandes acidentes da corrida. 


















NASCAR SPRINT CUP: 18° ETAPA - DAYTONA - FINAL

1.(#43) Aric Almirola, Ford - 112 voltas (47 pontos)
2.(#55) Brian Vickers, Toyota - 112 voltas (42 pontos)
3.(#41) Kurt Busch, Chevrolet - 112 voltas (43 pontos)
4.(#13) Casey Mears, Chevrolet - 112 voltas (41 pontos)
5.(#3) Austin Dillon, Chevrolet - 112 voltas (39 pontos)
6.(#11) Denny Hamlin, Toyota - 112 voltas (38 pontos)
7.(#95) Michael McDowell, Ford - 112 voltas (37 pontos)
8.(#10) Danica Patrick, Chevrolet - 112 voltas (36 pontos)
9.(#15) Clint Bowyer, Toyota - 112 voltas (36 pontos)
10.(#9) Marcos Ambrose, Ford - 112 voltas (34 pontos)
11.(#32) Terry Labonte, Ford - 112 voltas (33 pontos)
12.(#24) Jeff Gordon, Chevrolet - 112 voltas (33 pontos)
13.(#23) Alex Bowman, Toyota - 112 voltas (31 pontos)
14.(#88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 112 voltas (30 pontos)
15.(#78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 112 voltas (29 pontos)
16.(#27) Paul Menard, Chevrolet - 112 voltas (28 pontos)
17.(#22) Joey Logano, Ford - 112 voltas (27 pontos)
18.(#2) Brad Keselowski, Ford - 111 voltas (26 pontos)
19.(#66) Michael Waltrip, Toyota - 111 voltas (25 pontos)
20.(#20) Matt Kenseth, Toyota - 111 voltas (25 pontos)
21.(#7) Michael Annett, Chevrolet - 104 voltas (24 pontos)
22.(#34) David Ragan, Ford - 102 voltas (23 pontos)(acidente)
23.(#98) Josh Wise, Ford - 101 voltas (21 pontos)
24.(#31) Ryan Newman, Chevrolet - 100 voltas (20 pontos)
25.(#51) Justin Allgaier, Chevrolet - 98 voltas (19 pontos)(acidente)
26.(#33) Bobby Labonte, Chevrolet - 98 voltas (18 pontos)(acidente)
27.(#5) Kasey Kahne, Chevrolet - 97 voltas (17 pontos)(acidente)
28.(#18) Kyle Busch, Toyota - 97 voltas (16 pontos)(acidente)
29.(#16) Greg Biffle, Ford - 97 voltas (16 pontos)(acidente)
30.(#1) Jamie McMurray, Chevrolet - 97 voltas (15 pontos)(acidente)
31.(#40) Landon Cassill, Chevrolet - 97 voltas (acidente)
32.(#83) Ryan Truex, Toyota - 97 voltas (12 pontos)(acidente)
33.(#36) Reed Sorenson, Chevrolet - 97 voltas (12 pontos)(acidente)
34.(#26) Cole Whitt, Toyota - 97 voltas (10 pontos)(acidente)
35.(#38) David Gilliland, Ford - 97 voltas (10 pontos)(acidente)
36.(#42) Kyle Larson, Chevrolet - 69 voltas (8 pontos)
37.(#99) Carl Edwards, Ford - 66 voltas (7 pontos)
38.(#21) Trevor Bayne, Ford - 46 voltas
39.(#4) Kevin Harvick, Chevrolet - 46 voltas (5 pontos)
40.(#14) Tony Stewart, Chevrolet - 45 voltas (5 pontos)
41.(#17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 37 voltas (3 pontos)
42.(#48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 20 voltas (2 pontos)(acidente)
43.(#47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 19 voltas (1 ponto)(acidente)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2014

BLANCPAIN GT SERIES
















René Rast e Enzo Ide vencem a principal corrida do final de semana no Blancpain GT em Zandvoort.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Uma chuva repentina e erros raros de alguns pilotos de qualidade transformaram a corrida principal (Main Race) da 3° etapa num evento inesperado e espetacular. A corrida começou com um acidente entre o Audi #3 da equipe G-Drive Racing pilotado por Roman Rusinov e a McLaren #60 da equipe Bhaitech pilotado por Fabio Onidi. O carro de segurança ficou na pista por longos 12 minutos para que os carros fossem removidos e a pista limpa. Hari Proczyk liderava quando a janela dos pit stops foi aberta, ai começou a dar tudo errado para a equipe que tinha vencido as três últimas corridas. Os mecânicos tiveram dificuldades em colocar a roda traseira do lado direito do carro, e depois que Jeroen Bleekemolen entrou no carro, o holandês acabou derrapando na pista acabando com a possibilidade de mais um pódio. O novo líder, Maximiliam Buhk tinha agora René Rast no seu Audi #2 na sua cola. As condições de pista mudaram rapidamente quando começou uma fina chuva sobre o circuito, os líderes resolveram ficar na pista enquanto que alguns carros entraram nos boxes para troca por pneus de chuva. Na pista molhada Buhk tinha dificuldades de se manter na pista, com isso René Rast ganhou a liderança da corrida com uma ultrapassagem ousada sobre Buhk. A partir daí René Rast abriu uma diferença confortável do segundo colocado, o BMW Z4 #76 do novato Dominik Baumann. Baumann com uma pilotagem agressiva conseguiu diminuir a vantagem mas não o suficiente para ultrapassar Rast. Os carros da equipe brasileira conseguiram um bom 8° lugar com Matheus Stumpf e Nelsinho Piquet e um 14° lugar com Sergio Jimenez e Cacá Bueno. A próxima etapa do Blancpain GT Series acontece nos dias 22-24 de Agosto na Eslováquia.

BLANCPAIN GT SERIES: 3° ETAPA - ZANDVOORT - MAIN RACE
1.(#2) Enzo Ide, René Rast - Audi R8 LMS Ultra - 1:39.9123 (31 voltas)
2.(#76) Thomas Jager, Dominik Baumann - BMW Z4 - +1.3663
3.(#21) Robert Renauer, Jaap van Lagen - Porsche 997 GT3 R - +20.732
4.(#84) Maximilian Götz, Maximilian Buhk - Mercedes SLS AMG GT3 - +37.996
5.(#28) Hari Proczyk, Jeroen Bleekemolen - Lomborghini FLII - +49.430
6.(#27) Sascha Halek, Stefan Landmann - Lamborghini FLII - +49.901
7.(#88) Stefan Rosina, Peter Kox - Lamborghini FLII - +50.135
8.(#30) Matheus Stumpf, Nelsinho Piquet - BMW Z4 - +1:16.398
9.(#4) Mateusz Lisowski, Vincent Abril - Audi R8 LMS Ultra - +1:26.781
10.(#1) Cesar Ramos, Laurens Vanthoor - Audi R8 LMS Ultra - +1:39.434
11.(#6) Niki Mayr-Melnhof, Markus Winkelhock - Audi R8 LMS Ultra - +1:39.963
12.(#34) David Fumanelli, Stefano Colombo - BMW Z4 - +1:40.422
13.(#5) Alessandro Latif, Marc Basseng - Audi R8 LMS Ultra - +1 volta
14.(#0) Cacá Bueno, Sergio Jimenez - BMW Z4 - +1 volta
15.(#61) Sten Pentus, Daniel Lloyd - McLaren MP4-12C - +1 volta
16.(#63) Armaan Ebrahim, Miguel Toril - Mercedes SLS AMG GT3 - +1 volta
**Não Classificados**
(#60) Fabio Onidi, Giorgio Pantano - McLaren MP4-12C - 0 voltas
(#3) Roman Rusinov, Stephane Ortelli - Audi R8 LMS Ultra - 0 voltas
-------------------------------------------------------------------------------------Blancpain GT Series 2014

FÓRMULA 1

Lewis Hamilton vence em casa e se aproxima da liderança do campeonato.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Depois de decepcionar a torcida inglesa no sábado durante o treino de classificação onde o inglês Lewis Hamilton da Mercedes conseguiu apenas o 6° lugar do grid, hoje na corrida Hamilton teve uma pilotagem perfeita e conquistou mais uma vitória na temporada. A vitória aconteceu graças a uma falha no câmbio do então líder Nico Rosberg na volta No.47 que obrigou o líder do campeonato a abandonar a sua primeira corrida na temporada. Apesar do domínio dos carros da Mercedes a corrida foi repleta de disputas interessantes. Ainda na primeira volta após a largada o finlandês Kimi Räikkönen saiu da pista e quando tentou retornar em alta velocidade ele perdeu o controle do carro e bateu violentamente contra a barra de proteção na reta Wellington, a Ferrari de Kimi voltou rodando para o meio da pista e quase foi atingida pela Caterham de Kamui Kobayashi que conseguiu desviar, o brasileiro Felipe Massa não teve a mesma sorte pois ele rodou e atingiu com a traseira do seu carro a frente da Ferrari de Kimi. A direção de prova deu bandeira vermelha, interrompendo a corrida. Apesar de conseguir trazer o seu carro para a área do grid a Williams FW36 de Massa teve danos irreparáveis em sua traseira finalizando prematuramente a participação de Massa na corrida. A relargada foi atrasada em 1 hora, e a corrida foi reiniciada com o carro de segurança na pista e as posições após a largada sendo mantidas. Hamilton na largada pulou de 6° para a 4° posição. Os pilotos da McLaren Jenson Button e Kevin Magnussen tambem fizeram uma ótima largada superando Sebastian Vettel da Red Bull, ficando respectivamente em 2° e 3° lugares. Depois da relargada Hamilton rapidamente abriu caminho ultrapassando Vettel, Magnussen e Button assumindo a segunda colocação na prova. O finlandês Valtteri Bottas da Williams fez uma corrida épica, largando da 14° posição ele fez ultrapassagens fantásticas sobre Fernando Alonso da Ferrari, as duas McLarens e as duas Red Bulls de Ricciardo e Vettel, muitas dessas ultrapassagens foram realizadas por fora na curva Stowe, um show de habilidade de Bottas, ele terminou num ótimo 2° lugar no pódio, a sua melhor classificação final da carreira na fórmula um. Hamilton perdeu muito tempo na sua primeira parada, apesar disso com pneus de composto mais duro ele rapidamente começou a diminuir a diferença na pista para o seu companheiro de equipe Nico Rosberg. Na volta 47 repentinamente o carro de Rosberg diminui de velocidade e Hamilton ultrapassou, seguido de Valtteri Bottas da WIlliams com a estratégia de apenas uma única parada nos boxes. Daniel Ricciardo em 3° e Jenson Button em 4° também adotaram a estratégia de apenas uma única parada e se deram bem. A batalha entre Fernando Alonso e Sebastian Vettel pela 5° colocação foi sensacional. Os dois campeões lutaram cruva a curva as vezes lado a lado, quase tocando os pneus, no final Vettel levou a melhor com os pneus menos desgastados do que Alonso. Magnussen segurou o 7° lugar e Nico Hulkenberg da Force India terminou em 8°, alias Hulkenberg é o único piloto da temporada além de Alonso que pontuou em todas as corridas. Daniil Kyvat e Jean-Eric Vergne da Toro Rosso finalizaram a zona de pontuação. Depois de uma ótima corrida Nico Rosberg ainda lidera com 165 pontos, Hamilton esta à apenas 4 pontos do alemão na vice liderança. A próxima etapa da temporada acontece daqui duas semanas em Hockenheim na Alemanha.





















F1: 9° ETAPA - SILVERSTONE, UK - FINAL

1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 52 voltas, 2:26:52.094 (25 ptos.)
2.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +30.1 (18 ptos)
3.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - +46.4 (15 ptos.)
4.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +47.3 (12 ptos.)
5.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - +53.8 (10 ptos.)
6.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - +59.9 (8 ptos.)
7.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +62.5 (6 ptos.)
8.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - +88.6 (4 ptos.)
9.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - +89.3 (2 ptos.)
10.(#25) Jean-ERic Vergne, Toro Rosso-Renault - +1 volta (1 pto.)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +1 volta
12.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - +1 volta
13.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - +1 volta
14.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - +1 volta
15.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - +2 voltas
16.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - +2 voltas
17.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - abandono (escapamento)
18.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - abandono (câmbio)
19.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - abandono (suspensão)
20.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - abandono (acidente)
21.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - abandono (acidente)

22.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - abandono (acidente)






















----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

sábado, 5 de julho de 2014

BLANCPAIN GT SERIES
















Na primeira corrida em Zandvoort pelo Blancpain GT deu Lamborghini.

por Luis Fernando Soares de Almeida

A primeira corrida (Qualifying Race) do final de semana da etapa de Zandvoort na Holanda pelo Blancpain GT Series foi realizada debaixo de muita chuva. Jeroen Bleekemolen e Hary Proczyk com o seu Lamborghini #28, liderou a corrida desde a largada até o seu final. Mesmo com as intervenções do carro de segurança eles praticamente nunca foram ameaçados durante a corrida. A dupla líder do campeonato, Maximilian Buhk e Maximilian Götz chegaram em segundo e mantem a liderança do campeonato. Os dois carros brasileiros da equipe BMW Team Brasil, não tiveram um bom dia, Cacá Bueno e Sergio Jimenez deram apenas 4 voltas e com problemas mecânicos abandonaram a corrida. Nelsinho Piquet e Matheus Stumpf conseguiram apenas uma 12° colocação. A segunda corrida (Main Race) acontece ainda nesse final de semana. Lembrando que na corrida de hoje apenas os seis primeiros colocados pontuam enquanto que na corrida principal os dez primeiros recebem pontos. 

BLANCPAIN GT SERIES: 3° ETAPA - ZANDVOORT - QUALI RACE
1.(#28) Hari Proczyk, Jeroen Bleekemolen, Lamborghini FLII - 1:39.866, 30 voltas
2.(#84) Maximilian Götz, Maximilian Buhk, Mercedes SLS AMG GT3 - +0.408
3.(#1) César Ramos, Laurens Vanthoor, Audi R8 LMS Ultra - +2.245
4.(#2) Enzo Ide, Rene Rast - Audi R8 LMS Ultra - +3.290
5.(#76) Dmonik Baumann, Thomas Jäger - BMW Z4 - +5.263
6.(#21) Robert Renauer, Jaap van Lagen - Porsche 997 GT3 R - +5.480
7.(#61) Sten Pentus, Daniel Lloyd - McLaren MP4-12C - +15.331
8.(#27) Sascha Halek, Stefan Landmann - Lamborghini FLII - +20.376
9.(#3) Roman Rusinov, Stephane Ortelli - Audi R8 LMS Ultra - +28.327
10.(#5) Alessandro Latif, Marc Basseng - Audi R8 LMS Ultra - +29.095
11.(#4) Mateusz Lisowski, Vincent Abril - Audi R8 LMS Ultra - +1:27.882
12.(#30) Matheus Stumpf, Nelsinho Piquet - BMW Z4 - +1:45.949
13.(#60) Fabio Onidi, Giorgio Pantano - McLaren MP4-12C - +1 volta
14.(#63) Armaan Ebrahim, Miguel Toril - Mercedes SLS AMG GT3 - +1 volta
15.(#34) David Fumanelli, Stefano Colombo - BMW Z4 - +1 volta
16.(#88) Stefan Rosina, Peter Kox - Lamborghini FLII - +8 voltas
17.(#90) Filip Salaquarda, Alessandro Balzan - Ferrari 458 Italia - +8 voltas
**Não classficados**
(#6) Niki Mayr-Melnhof, Markus Winkelhock - Audi R8 LMS Ultra - 12 voltas
(#85) Sergei Afanasiev, Stef Dusseldorp - Mercedes SLS AMG GT3 - 12 voltas
(#0) Cacá Bueno, Sergio Jimenez - BMW Z4 - 4 voltas
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------Blancpain GT Series 2014

FÓRMULA UM
















Nico Rosberg conquista mais uma pole position na temporada.

por Luis Fernando Soares de Almeida

O treino de classificação que definiu o grid de largada para o Grande Prêmio da INglaterra em Silverstone terminou agora pouco. O alemão Nico Rosberg da Mercedes desbancou o piloto da casa Lewis Hamilton e conquistou mais uma pole position na temporada com uma volta de 1:35.766. Hamilton que era o pole já com o cronômetro zerado não esperava que tantos pilotos o superassem nas suas últimas tentativas, ele acabou ficando apenas na 6° colocação do grid e larga na terceira fila. Sebastian Vettel da Red Bull larga na primeira fila em 2° ao lado de Rosberg. Jenson Button da McLaren fez um excelente treino e larga na sua melhor posição do grid na temporada, ele abre a 2° fila em terceiro, ao lado dele o alemão da Force India Nico Hulkenberg em 4°. Kevin Magnussen da McLaren larga na 5° posição. O dia foi desastroso para as equipes Ferrari e Williams que foram eliminadas ainda no Q1, devido à um erro de estratégia na escolha dos pneus, quando ainda chovia e a pista estava bastante molhada eles resolveram colocar os pneus slicks para pista seca, não deu certo. Valtteri Bottas larga na 17° , Felipe Massa em 18°, Fernando Alonso em 19° e Kimi Räikkönen em 20°. Outro grande destaque do treino ficou por conta da equipe Marussia-Ferrari que conseguiu colocar os seus dois pilotos no Q2, fato inédito até então. Confira abaixo o grid de largada para o GP da Inglaterra.

F1: 9° ETAPA - SILVERSTONE - GRID
1.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:35.766 (21 voltas)
2.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull-Renault - 1:37.386 (19 voltas)
3.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:38.200 (24 voltas)
4.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:38.329 (19 voltas)
5.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:38.417 (23 voltas)
6.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:39.232 (19 voltas)
7.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - 1:40.457 (20 voltas)
8.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull-Renault - 1:40.606 (18 voltas)
9.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:40.707 (21 voltas)
10.(#25) Jean-Eric Vegrne, Toro Rosso-Renault - 1:40.855 (21 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:38.496 (17 voltas)
12.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:38.709 (17 voltas)
13.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:39.800 (14 voltas)
14.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:40.912 (16 voltas)
15.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:44.018 (15 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
16.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:42.603 (8 voltas)
17.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:45.318 (5 voltas)
18.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:45.695 (5 voltas)
19.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:45.935 (6 voltas)
20.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:46.684 (7 voltas)
21.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - 1:49.421 (7 voltas)
22.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:49.625 (6 voltas)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

NASCAR NATIONWIDE SERIES














Kasey Kahne vence por 21 milésimos de segundos em Daytona pela Nationwide.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Com mais de uma hora de atraso para a largada devido as chuvas na noite dessa sexta-feira (04/07) aconteceu a 16° etapa da Nationwide em Daytona. O final foi emocionante na abrindo a última volta Regan Smith liderava e Kasey Kahne estava em terceiro, mas na linha de chegada Kahne por fora ultrapassou Regan Smith e venceu por 21 milésimos de segundos. Um dos responsáveis pela vitória foi o piloto do carro #55 Ryan Sieg que empurrou Kasey Kahne para a vitória nas três últimas voltas. A vitória por somente 21 milésimos de segundos foi a terceira mais apertada da Nationwide em Daytona. Confira abaixo o resultado completo da corrida.

NASCAR NATIONWIDE: 16° ETAPA - DAYTONA - FINAL
1.(#5) Kasey Kahne, Chevrolet - 103 voltas 
2.(#7) Regan Smith, Chevrolet - 103 voltas (44 pontos)
3.(#39) Ryan Sieg, Chevrolet - 103 voltas (41 pontos)
4.(#16) Ryan Reed, Ford - 103 voltas (40 pontos)
5.(#42) Kyle Larson, Chevrolet - 103 voltas
6.(#22) Joey Logano, Ford - 103 voltas
7.(#20) Darrell Wallace Jr., Toyota - 103 voltas
8.(#51) Jeremy Clements, Chevrolet - 103 voltas (36 pontos)
9.(#6) Trevor Bayne, Ford - 103 voltas (36 pontos)
10.(#93) Mike Wallace, Dodge - 103 voltas (34 pontos)
11.(#3) Ty Dillon, Chevrolet - 103 voltas (33 pontos)
12.(#60) Chris Buescher, Ford - 103 voltas (32 pontos)
13.(#70) Derrike Cope, Chevrolet - 103 voltas (31 pontos)
14.(#99) James Buescher, Toyota - 103 voltas (30 pontos)
15.(#80) Johnny Sauter, Toyota - 103 voltas
16.(#2) Brian Scott, Chevrolet - 103 voltas (29 pontos)
17.(#54) Kyle Busch, Toyota - 103 voltas
18.(#25) John Wes Townley, Toyota - 103 voltas
19.(#43) Dakoda Armstrong, Ford - 103 voltas (26 pontos)
20.(#9) Chase Elliott, Chevrolet - 103 voltas (25 pontos)
21.(#11) Elliott Sadler, Toyota - 103 voltas (24 pontos)
22.(#14) Eric McClure, Toyota - 103 voltas (22 pontos)
23.(#98) David Ragan, Ford - 103 voltas
24.(#31) Dylan Kwasniewski, Chevrolet - 103 voltas (20 pontos)
25.(#44) David Starr, Toyota - 103 voltas (19 pontos)
26.(#84) Chad Boat, Chevrolet - 103 voltas (19 pontos)
27.(#97) Joe Nemechek, Toyota - 102 voltas
28.(#62) Brendan Gaughan, Chevrolet - 102 voltas (17 pontos)
29.(#55) Ross Chastain, Chevrolet - 101 voltas
30.(#01) Landon Cassill, Chevrolet - 101 voltas (14 pontos)
31.(#29) Scott Lagasse Jr., Toyota - 101 voltas (13 pontos)
32.(#40) Josh Wise, Chevrolet - 100 voltas
33.(#4) Jeffrey Earnhardt, Chevrolet - 100 voltas (11 pontos)
34.(#87) Carlos Contreras, Chevrolet - 99 voltas (10 pontos)
35.(#28) J.J. Yeley, Dodge - 98 voltas (9 pontos)(Acidente)
36.(#17) Tanner Berryhill, Dodge - 97 voltas (8 pontos)
37.(#52) Joey Gase, Chevrolet - 92 voltas (7 pontos)
38.(#19) Mike Bliss, Toyota - 62 voltas (6 pontos)
39.(#74) Mike Harmon, Dodge - 58 voltas (5 pontos)
40.(#23) Robert Richardson, Chevrolet - 13 voltas (4 pontos)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Nationwide Series 2014

sexta-feira, 4 de julho de 2014

FÓRMULA UM

Lewis Hamilton é o mais rápido no P2 em Silverstone.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Nesse final de semana acontece a 9° atapa da temporada de fórmula 1 no lendário circuito de Silverstone na Inglaterra. No P1 o alemão Nico Rosberg da Mercedes foi o mais rápido com Lewis Hamilton ficando em 2°. No segundo treino livre realizado nessa sexta, as posições se inverteram, Hamilton foi o mais rápido e Rosberg foi o segundo. Confira abaixo o resultado oficial do P2. Nesse sábado as 6 horas de Brasília acontece o P3 e às 9 horas o treino que define o grid de largada.

F1: 9° ETAPA - SILVERSTONE - INGLATERRA - P2
1.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - 1:34.508 (14 voltas)
2.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 1:34.736 +0.228 (35 voltas)
3.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - 1:35.244, +0.736 (32 voltas)
4.(#3) Daniel Ricciardo, Red Bull Racing-Renault - 1:35.511, +1.003 (11 voltas)
5.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - 1:35.627, +1.119 (27 voltas)
6.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - 1:36.016, +1.508 (33 voltas)
7.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - 1:36.228, +1.720 (34 voltas)
8.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - 1:36.299, +1.791 (35 voltas)
9.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - 1:36.554, +2.046 (29 voltas)
10.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - 1:36.583, +2.075 (26 voltas)
11.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - 1:36.671, +2.163 (29 voltas)
12.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - 1:36.778, +2.270 (31 voltas)
13.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - 1:36.951, +2.443 (35 voltas)
14.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - 1:37.064, +2.556 (35 voltas)
15.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - 1:37.097, +2.589 (33 voltas)
16.(#11) Sergio Perez, Force INdia-Mercedes - 1:37.236, +2.728 (37 voltas)
17.(#27) Nico Hulkenberg, Force India-Mercedes - 1:37.449, +2.941 (27 voltas)
18.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - 1:37.520, +3.012 (25 voltas)
19.(#17) Jules Bianchi, Marussia-Ferrari - 1:38.658, +4.150 (11 voltas)
20.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - 1:39.068, +4.560 (31 voltas)
21.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - 1:39.224, +4.716 (28 voltas)
22.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - 1:39.762, +5.254 (21 voltas)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014

NASCAR SPRINT CUP

Carl Edwards vence a sua primeira corrida em pista mista pela Sprint Cup.
por Luis Fernando Soares de Almeida

Carl Edwards segurou a pressão no final de Jeff Gordon e pela primeira vez em sua carreira venceu uma corrida numa pista mista nesse domingo em Sonoma para Sprint Cup da Nascar, foi a segunda vitória de Edwards na temporada o que certamente lhe garantirá uma vaga no Chase. Na 86° volta numa relargada Edwards ultrapassou Marcos Ambrose e assumiu a liderança da prova e depois teve competência para se manter à frente de Gordon e venceu a corrida. Foi a 23° vitória da carreira de Edwards. Jeff Gordon cruzou a linha de chegada na segunda posição à apenas 0.591 segundos atras de Edwards. Dale Earnhardt Jr. terminou em 3°, a sua melhor posição da carreira numa pista mista, seguido pelo pole position Jamie McMurray em 4°, Paul Menard em 5°, Kasey Kahne em 6°, Jimmie Johnson em 7°, Marcos Ambrose em 8°, Greg Biffle em 9° e fechando o top 10 veio Clint Bowyer. A próxima etapa acontece no Kentucky no próximo sábado.






















NASCAR SPRINT CUP: 16° ETAPA - SONOMA - FINAL
1.(#99) Carl Edwards, Ford - 110 voltas (47 pontos)
2.(#24) Jeff Gordon, Chevrolet - 110 voltas (43 pontos)
3.(#88) Dale Earnhardt Jr., Chevrolet - 110 voltas (41 pontos)
4.(#1) Jamie McMurray, Chevrolet - 110 voltas (41 pontos)
5.(#27) Paul Menard, Chevrolet - 110 voltas (39 pontos)
6.(#5) Kasey Kahne, Chevrolet - 110 voltas (38 pontos)
7.(#48) Jimmie Johnson, Chevrolet - 110 voltas (38 pontos)
8.(#9) Marcos Ambrose, Ford - 110 voltas (37 pontos)
9.(#16) Greg Biffle, Ford - 110 voltas (35 pontos)
10.(#15) Clint Bowyer, Toyota - 110 voltas (35 pontos)
11.(#31) Ryan Newman, Chevrolet - 110 voltas (33 pontos)
12.(#41) Kurt Busch, Chevrolet - 110 voltas (32 voltas)
13.(#13) Casey Mears, Chevrolet - 110 voltas (31 pontos)
14.(#55) Brian Vickers, Toyota - 110 voltas (30 pontos)
15.(#78) Martin Truex Jr., Chevrolet - 110 voltas (29 pontos)
16.(#22) Joey Logano, Ford - 110 voltas (29 pontos)
17.(#3) Austin Dillon, Chevrolet - 110 voltas (27 pontos)
18.(#10) Danica Patrick, Chevrolet - 110 voltas (26 pontos)
19.(#14) Tony Stewart, Chevrolet - 110 voltas (25 pontos)
20.(#4) Kevin Harvick, Chevrolet - 110 voltas (25 pontos)
21.(#38) David Gilliland, Ford - 110 voltas (23 pontos)
22.(#2) Brad Keselowski, Ford - 110 voltas (22 pontos)
23.(#43) Aric Almirola, Ford - 110 voltas (21 pontos)
24.(#95) Michael McDowell, Ford - 110 voltas (20 pontos)
25.(#18) Kyle Busch, Toyota - 110 voltas (19 pontos)
26.(#11) Denny Hamlin, Toyota - 110 voltas (18 pontos)
27.(#26) Cole Whitt, Toyota - 110 voltas (17 pontos)
28.(#42) Kyle Larson, Chevrolet - 110 voltas (16 pontos)
29.(#23) Alex Bowman, Toyota - 110 voltas (15 pontos)
30.(#7) Michael Annett, Chevrolet - 110 voltas (14 pontos)
31.(#17) Ricky Stenhouse Jr., Ford - 109 voltas (13 pontos)
32.(#36) Reed Sorenson, Chevrolet - 109 voltas (12 pontos)
33.(#51) Justin Allgaier, Chevrolet - 109 voltas (11 pontos)
34.(#44) J.J. Yeley, Chevrolet - 109 voltas
35.(#32) Boris Said, Ford - 109 voltas (9 pontos)
36.(#34) David Ragan, Ford - 109 voltas (8 pontos)
37.(#47) AJ Allmendinger, Chevrolet - 108 voltas (9 pontos)
38.(#66) Tomy Drissi, Toyota - 108 voltas (6 pontos)
39.(#33) Alex Kennedy, Chevrolet - 104 voltas (5 pontos)(Câmbio)
40.(#98) Josh Wise, Chevrolet - 95 voltas (4 pontos)
41.(#83) Ryan Truex, Toyota - 91 voltas (3 pontos)
42.(#20) Matt Kenseth, Toyota - 74 voltas (2 pontos)(Acidente)
43.(#40) Landon Cassill, Chevrolet - 29 voltas (Motor)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------Nascar Sprint Cup 2014

FIA WTCC















Yvan Müller e José Maria López vencem com a Citroën em Spa-Francorchamps.

por Luis Fernando Soares de Almeida

Na primeira corrida da sétima etapa do WTCC disputada no circuito de Spa-Francorchamps na Bélgica foi amplamente dominada pelo atual campeão, o piloto Yvan Müller que largou na pole position venceu os seus dois maiores rivais na primeira curva e venceu com tranquilidade. A única ultrapassagem que aconteceu no pelotão de frente foi do argentino López que na última volta superou o super campeão de Rally Sebastien Loeb. Na segunda corrida do final de semana em Spa, o argentino José Maria López fez uma ótima corrida, ultrapassando vários carros durante a corrida e encontrando apenas uma leve resistência do Chevrolet Cruze de Tom Coronel que chegou em 3°. Müller chegou em segundo. A liderança dos carros de fábrica da Citroën é brutal, resta saber apenas qual dos três pilotos da Citroën conquistarão o título, confira na coluna lateral a direita a classificação atualizada após a 7° etapa. A próxima etapa acontece na Argentina no primeira final de semana de Agosto.



















FIA-WTCC: 7° ETAPA - SPA-FRANCORCHAMPS - CORRIDA 13

1.(#1) Yvan Müller, Citroën C-Elysee - 22:09.369 (9 voltas)
2.(#37) José Maria López, Citroën C-Elysee - +3.689
3.(#9) Sebastien Loeb, Citroën C-Elysee - +4.318
4.(#10) Gianni Morbidelli, Chevrolet RML Cruze - +21.125
5.(#4) Tom Coronel, Chevrolet RML Cruze - +21.998
6.(#18) Tiago Monteiro, Honda Civic - +22.071
7.(#5) Norbert Michelisz, Honda Civic - +23.517
8.(#2) Gabriele Tarquini, Honda Civic - +24.350
9.(#98) Dusan Borkovic, Chevrolet RML Cruze - +30.094
10.(#3) Tom Chilton, Chevrolet RML Cruze - +30.940
11.(#33) MA Qing Hua, Citroën C-Elysee - +31.821
12.(#7) Hugo Valente, Chevrolet RML Cruze - +39.719
13.(#25) Mehdi Bennani, Honda Civic - +45.992
14.(#14) Mikhail Kozlovskiy, Lada Granta 1.6T - +47.654
15.(#77) Rene Munnich, Chevrolet RML Cruze - +48.196
16.(#12) Rob Huff, Lada Granta 1.6T - +57.311
17.(#11) James Thompson, Lada Granta 1.6T - +1:09.895
18.(#6) Franz Engstler, BMW E90 320 TC - +1:28.674
19.(#27) John Filippi, SEAT Leon - +1:42.573
20.(#55) Norbert Nagy, SEAT Leon - +1:43.916
21.(#8) Pasquale Di Sabatino, BMW E90 320 TC - +1 volta
FIA-WTCC: 7° ETAPA - SPA-FRANCORCHAMPS - CORRIDA 14
1.(#37) José Maria López, Citroën C-Elysee - 22:16.645 (9 voltas)
2.(#1) Yvan Müller, Citroën C-Elysee - +3.097
3.(#4) Tom Coronel, Chevrolet RML Cruze - +8.409
4.(#18) Tiago Monteiro, Honda Civic - +8.912
5.(#9) Sebastien Loeb, Citroën C-Elysee - +9.060
6.(#10) Gianni Morbidelli, Chevrolet RML Cruze - +16.851
7.(#5) Norbert Michelisz, Honda Civic - +17.929
8.(#2) Gabriele Tarquini, Honda Civic - +19.026
9.(#7) Hugo Valente, Chevrolet RML Cruze - +20.500
10.(#3) Tom Chilton, Chevrolet RML Cruze - +21.187
11.(#25) Mehdi Bennani, Honda Civic - +22.296
12.(#14) Mikhail Kozlovskiy, Lada Granta 1.6T - +34.995
13.(#12) Rob Huff, Lada Granta 1.6T - +38.692
14.(#77) Rene Munnich, Chevrolet RML Cruze - +39.557
15.(#11) James Thompson, Lada Granta 1.6T - +50.893
16.(#6) Franz Engstler, BMW E90 320 TC - +1:17.281
17.(#8) Pasquale Di Sabatino, BMW E90 320 TC - +1:23.029
18.(#55) Norbert Nagy, SEAT Leon - +1:33.065
19.(#27) John Filippi, SEAT Leon - +1 volta
**Não classificados**
(#98) Dusan Borkovic, Chevrolet RML Cruze - +4 voltas
(#33) MA Qing Hua, Citroën C-Elysee - +5 voltas
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------FIA-WTCC 2014

domingo, 22 de junho de 2014

FÓRMULA UM

Nico Rosberg vence na Áustria e amplia a sua vantagem na liderança.
por Luis Fernando Soares de Almeida

A equipe Mercedes mais uma vez mostrou a sua força e dominou o grande prêmio da Áustria em Spielberg nesse domingo. Na largada o brasileiro Felipe Massa manteve a primeira posição Nico Rosberg pulou da terceira para a 2° posição mas depois Valtteri Bottas ainda na primeira volta recuperou a segunda posição. Lewis Hamilton fez uma largada excepcional, na primeira volta ele já apareceu em 4°, ganhando cinco posições. No replay pela TV já na largada Hamilton ultrapassou dois carros e no final da primeira volta cinco no total. Na segunda volta Sebastian Vettel ficou lento e relatou pelo rádio que seu carro não tinha tração, chegou a parar na pista mas repentinamente voltou para a corrida aparentemente solucionando o problema. O mexicano Sergio Perez da Force India-Mercedes que largou na 15° posição fez um ótimo inicio de prova ganhando 4 posições e ficando em 11°, a estratégia para o mexicano era de apenas uma única parada para troca de pneus. No primeiro quarto da corrida Massa e Bottas se mantiveram na frente. Rosberg e Hamilton entraram para as suas paradas para troca de pneus antes dos pilotos da Williams. Rosberg entrou na 12° e Hamilton duas voltas mais tarde. Felipe Massa então na liderança entra para a sua primeira troca de pneus na 15° volta, a parada não foi rápida e ele perde uma posição para a Mercedes de Nico Rosberg. Lewis Hamilton com os pneus mais aquecidos consegue uma ultrapassagem ousada sobre Massa assumindo a 5° posição. Na parada de Valtteri Bottas a equipe Williams trabalha de maneira brilhante e ele volta à frente de Hamilton na 3° posição. O mexicano Sergio Perez que não fez nenhuma parada assumiu a liderança da corrida. Mas na 27° volta a Force India de Perez com os pneus muito desgastados é ultrapassado por Rosberg que assume a liderança e por Bottas tambem. Na volta seguinte Hamilton tambem ultrapassa Perez assumindo a 3° posição. Apenas na 30° volta Sergio Perez entra para a troca de pneus. Nico Rosberg cometeu um erro e saiu da pista na curva No.1 mas mesmo assim consegue manter a liderança apesar da pressão de Bottas que chegou a colocar o seu carro lado a lado com o alemão. Vettel é chamado pelo rádio para entrar nos boxes e abandonar a corrida na volta No. 36, um dia terrível para o campeão e para a Red BUll que estava correndo em casa. Sergio Perez estava voando na pista com pneus super macios novos e ele logo ultrapassa o seu companheiro Nico Hulkenberg assumindo a 7° colocação. Hamilton entra para a sua segunda troca de pneus na volta No.40 quando estava em terceiro, ele volta na 5° posição. Rosberg tambem entra para a segunda troca e volta na liderança após um ótimo trabalho de sua equipe nos boxes. Bottas tambem entrou para a sua segunda troca e volta atrás de Hamilton perdendo mais uma posição para a Mercedes durante as paradas nos boxes. Dai em diante a Mercedes controlou a corrida com Rosberg em 1° e Hamilton em 2°. Perez chegou a estar em 4° mas seria obrigado a entrar mais uma vez por não ter utilizado dois compostos diferentes de pneus. Hamilton teve um desempenho melhor no final da corrida mas não conseguiu ultrapassar o seu companheiro de equipe. Nico Rosberg cruzou a linha de chegada em primeiro à 1.9 segundos de Lewis Hamilton. Valtteri Bottas da Williams fechou o pódio com o 3° lugar. O brasileiro Felipe Massa chegou em 4° e declarou a sua frustração após a corrida em relação a primeira parada para troca de pneus. Fernando Alonso fez milagre com a sua Ferrari e chegou numa ótima 5° posição e Sergio Perez que largou na 15° posição chegou em 6°, uma bela corrida para o mexicano depois da confusão com Massa em Montreal. Magnussen, Ricciardo, Hulkenberg e Kimi Räikkönen completaram a zona de pontuação. A próxima etapa da Fórmula 1 acontece em Silverstone na Inglaterra na primeira semana de Julho.





















F1: 8° ETAPA - GRANDE PRÊMIO DA ÁUSTRIA - SPIELBERG

1.(#6) Nico Rosberg, Mercedes - 71 voltas (25 pontos)
2.(#44) Lewis Hamilton, Mercedes - +1.9s (18 pontos)
3.(#77) Valtteri Bottas, Williams-Mercedes - +8.1s (15 pontos)
4.(#19) Felipe Massa, Williams-Mercedes - +17.3s (12 pontos)
5.(#14) Fernando Alonso, Ferrari - +18.5s (10 pontos)
6.(#11) Sergio Perez, Force India-Mercedes - +28.5s (8 pontos)
7.(#20) Kevin Magnussen, McLaren-Mercedes - +32.0s (6 pontos)
8.(#3) Daniel Ricciardo, Red BUll Racing-Renault - +43.5s (4 pontos)
9.(#27) NIco Hulkenberg, Force India-Mercedes - +44.1s (2 pontos)
10.(#7) Kimi Räikkönen, Ferrari - +47.7s (1 ponto)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11.(#22) Jenson Button, McLaren-Mercedes - +50.9s
12.(#13) Pastor Maldonado, Lotus-Renault - +1 volta
13.(#99) Adrian Sutil, Sauber-Ferrari - +1 volta
14.(#8) Romain Grosjean, Lotus-Renault - +1 volta
15.(#17) Jules Bianchi, Marussi-Ferrari - +2 voltas
16.(#10) Kamui Kobayashi, Caterham-Renault - +2 voltas
17.(#4) Max Chilton, Marussia-Ferrari - +2 voltas
18.(#9) Marcus Ericsson, Caterham-Renault - +2 voltas
19.(#21) Esteban Gutierrez, Sauber-Ferrari - +2 voltas
20.(#25) Jean-Eric Vergne, Toro Rosso-Renault - abandono (freios)
21.(#1) Sebastian Vettel, Red Bull Racing-Renault - abandono
22.(#26) Daniil Kyvat, Toro Rosso-Renault - abandono (Suspensão)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------Fórmula 1 2014